Análise espacial e temporal dos focos de calor no município de Anapu, Pará / Spatial and temporal analysis of fire focuses in the city of Anapu, Pará

Gabriel Garreto dos Santos, Rejane Gonçalves de Araújo, João Paulo Ferreira Neris, Jameles Silva de Sousa, Bruna Kaely Souza da Silva, Valeria de Sousa Silva, Tatiana Pará Monteiro de Freitas

Resumo


O presente artigo objetivou identificar os principais focos de queimadas no município de Anapu, Pará, nos anos de 2014 a 2019 e contribuir para a discussão sobre a avaliação espacial e temporal das queimadas em relação a existência de crimes ambientais no município. Para isso foram utilizadas ferramentas do sensoriamento remoto (SR) e sistema de informação geográfica (SIG) para o cruzamento e sobreposição dos dados utilizados nas análises. A base cartográfica do limite municipal foi obtido do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os focos de queimadas foram coletados na plataforma Bdqueimdas/Inpe, dados de desmatamento foram colhidas do Programa de Monitoramento da Amazônia (PRODES) e os embargos adquiridos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Em seguida ambos os dados foram espacializados no software Qgis 3.10, e sequência foi aplicado o algoritmo de Kernel. Dessa forma, foi possível fazer as devidas correlações espaciais das informações supracitadas. Observou-se, no intervalo estudado que o maior registro de incidências de queimadas foi o ano de 2019, concentrando 52,02% do total de focos acumulados de 2014 a 2019.  Esses focos se concentraram principalmente nas regiões norte, nordeste e oeste do município, ao longo da BR-230, apresentando maior ocorrência entre os meses de setembro e novembro. Tais registros desse processo, estão rotineiramente relacionados de atividades antrópicas como desmatamentos, queima de vegetação que tem resultado em diversas propriedades embargadas, comprovadas com a metodologia utilizada, para este estudo. Por fim,  o uso dessa metodologia apresentou-se, como uma ferramenta promissora, que através do uso de geotecnologias foi possível espacializar e reunir em um só produto cartográfico os focos de calor, os desmatamentos e as áreas embargadas, desta forma confirmando que a maioria dos focos de calor registrados no município estar ligado ao processo de desflorestamento e outras práticas irregulares resultando em diversos crimes ambientais, sendo comprovados através desses mesmos espaços que sofreu o desmate e ateamento do fogo, que tem resultado em propriedades embargadas.  


Palavras-chave


Geotecnologias, Método de Kernel, Análise Espacial.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, F. A.; SOUZA, J. S. A. Dinâmica Espaço-temporal de Focos de Calor em Duas Terras Indígenas do Estado de Mato Grosso: uma Abordagem Geoespacial sobre a Dinâmica do Uso do Fogo por Xavantes e Bororos. Floresta e Ambiente. Seropédica, v. 23, n 1, 2016. Disponível em: . Acesso em: 05 set. 2016.

ARAGAO, L. Interactions between rainfall, deflorestation and fires during recent years in the brazilian Amazônia. Phil. Trans. R. Soc. B, v. 363, p. 1779–1785, 2008. Disponivel em: http://www.ppgbea.ufrpe.br/sites/www.ppgbea.ufrpe.br/files/documentos/dissertacao_final_rosilda_benicio_de_souza_0.pdf. Acesso em: 13 ago 2020.

ARMENTERAS, D.; GONZÁLEZ, T. M.; RETANA, J. Forest fragmentation and edge influence on fire occurrence and intensity under different management types in Amazon forests. Biological conservation, v. 159, p. 73-79, 2013.

ASSIS, F. R. V.; MENDONÇA, I. F. C.; SILVA, J. E. R.; LIMA, J. R. Uso de geotecnologias na locação espacial de torres para detecção de incêndios florestais no semiárido nordestino. Floresta, Curitiba, PR, v. 44, n. 1, p. 133 - 142, jan. / mar. 2014.

BRASIL. Decreto-Lei nº 1.164, de 1º de abril de 1971. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del1164.htm [acesso em 27 julho. 2020].

CABRAL, A. P. S.; SOUZA, W. V. Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU): análise da demanda e sua distribuição espacial em uma cidade do Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 11, n. 4, p. 530-540, 2008.

CARIC, G. S.; ROCHA, G. F.; LIMA, E. Q.; SILVA, N. B. Ánalise dos focos de calor no Amapá. In: Anais XVIII Simpósio Brasileiro de Geográfia Física Aplicada; 2019; Ceará, Brasil. Fortaleza: UFC; 2019. Disponível em: http://www.editora.ufc.br/images/imagens/pdf/geografia-fisica-e-as-mudancas-globais/1182.pdf.

CARRERO,G. C.; ALVES, C. S.; Norma técnica: Queimadas e incêndios na Amazônia: impactos ambientais e socioeconômicos, prevenção e combate, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Gabriel_Carrero/publication/322722343_Queimadas_e_incendios_na_Amazonia_impactos_ambientais_e_socioeconomicos_prevencao_e_combate/links/5a6b493d458515b2d0555b49/Queimadas-e-incendios-na-Amazonia-impactos-ambientais-e-socioeconomicos-prevencao-e-combate.pdf. Acesso em: 13 ago 2020.

COCHRANE, M. A. Fire science for rainforests. Nature, v. 421, n. 6926, p. 913, 2003.

CUNHA, A. M. C.; LIMA, C. A.; DIETZSCH, L. Levantamento de áreas de maior risco de incêndios através de dados NOAA12. Estudo de caso: Reserva Biológica do Guaporé. In: Anais XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto [online]; 2007; Florianópolis, Brasil. São José dos Campos: INPE; 2007. p. 4439-4446. Disponível em: http://bibdigital.sid.inpe.br/rep-/dpi.inpe.br/sbsr@80/2006/11.15.15.01 acesso em: 20 de fev. 2018.

CUNHA, A. M. C.; LIMA, C. A.; DIETZSCH, L. Levantamento de áreas de maior risco de incêndios através de dados NOAA12. Estudo de caso: Reserva Biológica do Guaporé. In: Anais XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto [online]; 2007; Florianópolis, Brasil. São José dos Campos: INPE; 2007. p. 4439-4446. Disponível em: http://bibdigital.sid.inpe.br/rep-/dpi.inpe.br/sbsr@80/2006/11.15.15.01 acesso em: 20 de fev. 2018.

CUNHA, J. S. Governo Temer: Relações do agronegócio com o capital especulativo financeiro e impactos sobre os camponeses e a legislação agrária. Cadernos do CEAS: Revista crítica de humanidades, n. 241, p. 301-326, 2017. Disponível em: . Acesso em: 18 mai 2020.

DEPPE, F. et al. Comparação de índice de risco de incêndio florestal com focos de calor no estado do Paraná. Floresta (Curitiba, PR), v. 34, 2005. Disponivel em: http://www.ppgbea.ufrpe.br/sites/www.ppgbea.ufrpe.br/files/documentos/dissertacao_final_rosilda_benicio_de_souza_0.pdf. Acesso em: 13 ago 2020.

FERNANDES, T. et al. Detecção e análise de focos de calor no município de Parauapebas-PA, Brasil por meio da aplicação de geotecnologia. Enciclopédia Biosfera, v. 15, n. 28, p. 398-412, 2018.

FOLHES, Ricardo; CANTO, Otávio; LÉNA, Philippe; BASTOS, Rodolpho. Conflitos Fundiários e Reforma Agrária na Amazônia: Experiência do PDS Esperança no município de Anapu. Passages de Paris 12 (2016) 304-318.

FONSECA, A.; JUSTINO, M.; CARDOSO, D.; RIBEIRO, J.; SALOMÃO, R. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (fevereiro de 2019). Belém-PA: IMAZON, 2019.

GREENPEACE. CULTIVANDO VIOLÊNCIA: como a demanda global por carne e

laticínios é alimentada pela violência contra comunidades no brasil. São Paulo:

Greenpeace, 44 p. 2019.

HERAWATI, H.; SANTOSO, H. Susceptibilidade e risco de incêndio de florestas tropicais sob mudanças climáticas: Uma revisão da natureza, política e instituições de incêndio na Indonésia. Política Florestal e Economia, v. 13, n. 4, p. 227-233, 2011.

HERRERA, José. Antônio; GUERRA, Gutemberg Armando Diniz. Exploração agrícola familiar e o processo de ocupação da região Transamazônica. N0. 14. Textos do NEAF. UFPA. Belém. 2006. 13 p.

IBGE Cidades. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/anapu/panorama [acesso em 16 . 2020].

INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, 2020. Portal do Monitoramento de Queimadas e Incêndios. Disponível em: < http:www.cptec.inpe.brqueimadas. Acesso em 13 Ago 2020.

IPAM. Amazônia em Chamas Nota Técnica do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia. Disponível em: https://ipam.org.br/wp-content/uploads/2019/08/NT-Fogo-Amazo%CC%82nia-2019.pdf. Acesso em: 11 de agosto de 2020.

LOPES, A. C. L. et al. Análise da distribuição de focos de calor no município de Novo Progresso, Pará. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 12, n. 2, p. 298-303, 2017.

LOURENÇO, L. Incêndios florestais em Portugal continental fora do “período crítico”, estudados numa tese que fornece importantes contributos para o seu conhecimento. Territorium, Coimbra, n. 25, n. 1, p. 151- 154, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.14195/1647- 7723_25-1_13

MIRANDA, E. E. d. Queimadas: balanço dos dados de 2003 e comparações com 2002. Campinas. Disponivel em: http://www.ppgbea.ufrpe.br/sites/www.ppgbea.ufrpe.br/files/documentos/dissertacao_final_rosilda_benicio_de_souza_0.pdf. Acesso em: 13 ago 2020.

NOVAIS, J. W. Z.; SANTANNA, F. B.; ARRUDA, P. H. Z.; PEREIRA, O. A. Relação entre profundidade óptica de aerossóis e radiação fotossinteticamente ativa e global no cerrado Mato-grossense. Revista Estudo & Debate, Lajeado-RS, v. 24, n. 1, p. 153-167, 2017.

PEREIRA, A. A. et al. Validação de focos de calor utilizados no monitoramento orbital 335 de queimadas por meio de imagens TM. Cerne, v. 18, n. 2, p.335-343, 2012.

PINHEIRO, P. S.; BORGES, E. F. Quantificação E Análise Da Distribuição Espacial Dos Focos De Calor Na Sub-Bacia Do Rio Grande-BA. In: Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto - GEONORDESTE, 2014, Aracaju. Anais... Feira de Santana– BA: GEONORDESTE, 2014. p.553

SILVA, T. B.; ROCHA, W. J. S. F.; ANGELO, M. F. Quantificação E Análise Espacial Dos Focos De Calor No Parque Nacional a Chapada Diamantina – BA. In: XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, 2013, Foz do Iguaçu. Anais… Foz do Iguaçu: INPE, 2013. p.6969

SOUZA, Mayara Andrade et al. Impacto do desmatamento e uso do fogo na mesofauna do solo. Brazilian Journal of Animal and Environmental Research, v. 2, n. 6, p. 1901-1906, 2019.

THOMAZ, E. L.; ANTONELI, V.; DOERR, S. H. Effects of fire on the physicochemical properties of soil in a slashandburn agriculture. Catena, Amsterdam, v. 122, p. 209- 215, 2014.

VASCONCELLOS, S. d.; BROUN, I. (Ed.). The use of hot pixels as an indicator of fires in the MAP region: tendencies in recent years in Acre, Brazil. Florianópolis, Brasil: Anais XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2007. 4549-4556 p. Disponivel em: http://www.ppgbea.ufrpe.br/sites/www.ppgbea.ufrpe.br/files/documentos/dissertacao_final_rosilda_benicio_de_souza_0.pdf. Acesso em: 13 ago 2020.

ZAIDAN, R.T. Geoprocessamento Conceitos e Definições, v.7, n. 2, 2017. Disponível em: . v7.18073. Acesso em: 13 ago 2020.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv4n2-016

Apontamentos

  • Não há apontamentos.