Avaliação agronômica de genótipos de mandioca em Angola / Agronomic assessment of cassava genotypes in Angola

Rosalina Esperança da Silva Carlos, Sandra Domingos João Afonso, Ricardo Franco Cunha Moreira, Elaine Costa Cerqueira-Pereira

Resumo


Avaliaram-se as características morfoagronômicas de 10 genótipos de mandioca provenientes do banco de germoplasma do Instituto de Investigação Agronómico (IIA), foram avaliadas 10 variáveis quantitativas nomeadamente: o número de hastes, altura das plantas, diâmetro do caule, distância do entrenó, altura da primeira ramificação, número de raízes, diâmetro das raízes, comprimento das raízes, produção da parte aérea e produção de raízes. O experimento foi implantado no campo experimental da Companhia de Alimentos de Malanje, e conduzido durante duas safras consecutivas (2015/16 e 2017/18), localizada na Província de Malanje, em Angola.O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro repetições.  Foram calculadas as frequências percentuais de cada classe e o nível de entropia dos descritores através do coeficiente de entropia de Renyi (RENYI, 1961) e as análises estatísticas foram realizadas com auxílio do programa GENES (CRUZ, 2013).  Os coeficientes de correlação de Pearson para todas as variaveis foram estimados usando o software SAS (SAS INSTITUTE,2003). Os resultados apontam que houve ampla variabilidade genética nas características morfoagronômicas avaliadas nos 10 genótipos de mandioca. 


Palavras-chave


Manihot esculenta, variabilidade, diversidade genética.

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, S. D. J.; LEDO, C. A. da S.; MOREIRA, R. F. C.; SANTOS, V. da S. ; BORGE,V.P.; MUONDO, P. A. 2019. Selection of cassava (Manihot esculenta Crantz) genotypes based on agro-morphological traits in Angola. African Journal of Agricultural, Vol. 14(7), pp. 447-460.

AFONSO, S. D. J. Seleção de descritores morfológicos e divergência genética em acessos de mandioca. Cruz das Almas –Bahia, 2014, 27p (Dissertação) Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais. Universidade Federal do Recôncavo.

CARLOS,R.E.S.Levantamento etnobotânico e caracterização morfoagronômica de acessos de inhame do Recôncavo Baiano. Cruz das Almas – Bahia, 2019, 58p (Dissertação) Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais. Universidade Federal do Recôncavo.

FILGUEIRAS, G. C. HOMMA A. K. O. (2016) Aspectos socioeconômicos da cultura da mandioca na região Norte. In: Júnior. M. de S. M.; Alves, R. N. B. Cultura da mandioca. 1. ed. Brasília, DF: EMBRAPA, p. 15-49.

Food and Agriculture Organization (FAO) 2018. Agricultural production – Crops primary. Disponível em: www.faostat.fao.org/faostat/collect.

GAMEIRO, A. H., CARDOSO, C. E. L., BARROS, G. S. de C., ANTIQUEIRA, T. R., GUIMARÃES, V. di A. (2003) A indústria de amido de mandioca. 1. ed. Brasília: Embrapa informações tecnológicas, 201p.

HISSATOMI, C.M.; GORGEN, D. K. ; ROGINSKI .G. DE S ; HOFFMANN, L. F; DA SILVA,T. M; CARNITATTO,I; GARCIA ,J. R. N. Utilização da planta alimentícia não convencional ora pro nobis em educação Nutricional. Brazilian Journal of Animal and Environmental Research , Curitiba, v. 3, n. 4, p. 3846-3855, out./dez. 2020

LEDO, C. A. S DA; ALVES, A. A. C; SILVEIRA, T. C. DA; OLIVEIRA, M. M. DE.; SANTOS, A. S.; TAVARES FILHO, L. F. DE Q. Caracterização morfológica da coleção de espécies silvestres de Manihot (Euphorbiaceae – Magnoliophyta) da Embrapa Mandioca e Fruticultura. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.53, Dezembro, 2011.

PIMENTEL,G, F. 2000. Curso de estatística experimental. 14.ed. Piracicaba: Nobel, 477p.

RENYI, A. On measures of entropy and information. Fourth Berkeley Symposium, Berkeley, 1960. p. 547-561.1961.

SAS INSTITUTE. 2003. SAS Technical Report. SAS/STAT software: Changes and Enhancement, Release 9.0, Cary NC: SAS Institute.

TININI, R. C. dos R.; COELHO, S. R. M.; MONTEIRO, V. H.; FIGUEIREDO, P. R. A. de; Schoeninger, V. (2009) caracterização do teor de amido em raízes de mandioca para agroindústrias de extração de fécula. Anais do I Seminário Internacional de Ciência, Tecnologia e Ambiente, Cascavel – Paraná – Brasil. Cascavel- PR.

VENCOVSKY, R.; BARRIGA, P. Associação entre caracteres. In: ______.Genética biométrica no fitomelhoramento. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Genética, p. 335-434, 1992.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv4n1-040

Apontamentos

  • Não há apontamentos.