A contribuição das oficinas de educação ambiental na formação de cidadãos / The contribution of environmental education workshops in the formation of citizens

Keiliane Almeida de Oliveira, Jackson Rubem Rosendo Silva

Resumo


Como conceituada pela política nacional, a educação ambiental tem o poder desconstruir valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente. Com essa percepção nos propusemos a trabalhar com oficinas de educação ambiental, na escola Municipal José Miranda de Carvalho situada no distrito de Nuguaçu, município de Mirangaba. O artigo trata-se do relato das oficinas coloca-se como uma contribuição à Educação, em sua necessária conexão com a questão ambiental, a partir do pressuposto de há urgência de transformações qualitativas da educação escolar, sob um enfoque socioambiental e implicando a cidadania enquanto direito a, bem como, responsabilidade para com a qualidade de vida. Esse projeto toma por linha condutora, a metodologia de ensino lúdico atrelando-se a interdisciplinaridade, exercida através de oficinas, durante o seu desenvolvimento trabalhou-se os conceitos de Educação Ambiental, reciclagem e sustentabilidade. Os resultados apresentaram impactos positivos na formação dos alunos tanto no setor ambiental quanto educacional com a reutilização de materiais recicláveis reduzindo assim a degradação do meio ambiente. Também estimulou seu interesse a respeito da história local. Essa abordagem, articulada com a diversidade cultural local, enriqueceu a proposta de Educação Ambiental.  As oficinas mostraram bons resultados quanto à conscientização ambiental, porém a prática deve ser uma educação continuada.


Palavras-chave


Educação Ambiental, Cidadania, interdisciplinaridade, Sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. F. R.; BICUDO, L. R. H.; BORGES, G. L. A. Educação Ambiental em praça pública: relato de experiência com oficinas pedagógicas. Ciência & Educação, v. 10, n. 1, p. 121-132, 2004.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente/ MEC, 1999.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

CARVALHO, L. M. Os trabalhos de campo como procedimento didático. In: SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Meio Ambiente. Coordenadoria de Educação Ambiental. A qualidade das águas. São Paulo: SMA/CEAM, 43 p., 1998.

CARVALHO, D. A.; SOSSAI, J. A.; SIMÕES, M. da P. C. Avaliação de Textos Utilizados por Professores de Primeiro Grau como Apoio para Atividades de Educação Ambiental. Revista Brasileira Estadual Pedagógica. Brasília, v. 78, n. 188, p. 124-156, jan-dez 1997.

CARVALHO, I. C. M. Educação, meio ambiente e cidadania. In: CONGRESSO SOBRE ESSÊNCIAS NATIVAS, 2, 1992, São Paulo. Anais... São Paulo: Instituto Florestal, 1992.

DIAS, G. Educação Ambiental: princípios e práticas. São Paulo: GAIA,1998.

FAZENDA, I. C. A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro. São Paulo: Loyola, 1993.

FAZENDA, I. C. A. Práticas interdisciplinares na escola. São Paulo – SP. Cortez, 1997.

JACOBI, P. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo n. 118 p. 189-205 março, 2003.

KRASILCHIK, M. Educação ambiental no currículo escolar. In: SIMPÓSIO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL, 2, 1987, Santos. Anais... Santos: Museu de Pesca, 1987, p. 39-45.

LEME, T. N. Conhecimentos práticos dos professores e sua formação continuada: um caminho para a educação ambiental na escola. In: Guimarães, Mauro (Org.): Caminhos da Educação Ambiental: da forma à ação. Campinas, SP: Papirus, 2006. p. 87-112.

MEDINA, N.; SANTOS, E. C. Educação Ambiental para o Século XXI & A Construção do Conhecimento: suas implicações na Educação Ambiental. Brasília: IBAMA, 1997. p. 231.

NARCIZO, K. R. Uma análise sobre a importância de trabalhar educação ambiental nas escolas. Mestrado Educ. Ambiental. 2009.

PÁDUA, S. M.; TABANEZ, M. F. (org.). Educação Ambiental, caminhos trilhados no Brasil. Brasília: IPÊ, 283 p. 1997.

SOUZA, D. C.; NASCIMENTO JUNIOR, A. F. Jogos didático-pedagógicos ecológicos: uma proposta para o ensino de ciências, ecologia e educação ambiental. In: Anais do V Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2005, p. 1-12.

VEIGA, I. P. A. (coord.) Técnicas de ensino: por que não? Campinas: Papirus, 1993.

WEID, N. V. D. A formação de professores em Educação Ambiental à luz da Agenda 21. 1997.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv4n1-024

Apontamentos

  • Não há apontamentos.