Educação ambiental escolar: percepções, pertencimento e práticas pedagógicas de professoras da Educação do Campo / Environmental education in school: perceptions, belonging and pedagogical practices of rural education teachers

Daise Oliveira Carneiro, Cláudio Roberto Meira de Oliveira, José Benedito Andrade de Oliveira, Claudilson Souza dos Santos

Resumo


A Educação Ambiental (EA) é um processo educativo escolar e não escolar de abordagem transversal e enquanto práxis epistemológicas envolve valores, atitudes e o exercício de decisões. No entanto, o objetivo central dessa pesquisa consiste em estudar processos educativos de EA em contexto escolar voltado para implicações das práticas pedagógicas de professoras da Educação do Campo. Portanto, o trabalho em questão apresenta uma discussão essencial na perspectiva da Educação Básica, especificamente por se tratar de uma proposta que versa sobre percepções, sentimentos de pertença e práticas pedagógicas de professoras do Ensino Fundamental (anos iniciais) de uma escola pública localizada na zona rural do município de Conceição do Coité (BA) situado no Território de Identidade do Sisal. Diante disso, o estudo anseia responder de que maneira a Educação Ambiental se relaciona com a Educação do Campo nas práticas pedagógicas das professoras de uma escola pública do semiárido baiano? A metodologia utilizada, por sua vez é de abordagem qualitativa do tipo pesquisa de campo e utilizou enquanto técnica para obetenção de dados entrevistas semiestruturadas e observações.  O aporte teórico da pesquisa dialoga com as ideias de Carvalho (2008), Loureiro (2014), Arroyo (2007), Souza (2011) dentre outros teóricos. Para efeito, a pesquisa conseguiu responder que a Educação Ambiental se relaciona com a Educação do Campo nas práticas pedagógicas das professoras por meio de  processos educativos contextualizados com interconexões com a localidade em que a escola está situada, favorecendo dessa forma o diálogo dos saberes e o fotaleciemnto da identidade com a comunidade em que os alunos vivem.


Palavras-chave


Educação Básica, Meio ambiente, Prática contextualizada.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Vânia Rita Donádio. Educação Ambiental no contexto escolas: saberes e práticas docentes. Salvador: EDUNEB, 2009. p.133.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Políticas de Formação de Educadores(as) do Campo. Cad. Cedes, Campinas, vol. 27, n. 72, p. 157-176. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso: 10 de jul.2015.

BARROS, Maria de Lourdes Teixeira. Educação Ambiental no cotidiano da sala de aula: um percurso pelos anos iniciais. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 2009.p. 42.

BOAS, Antônio; TARQUI; Jorge; MUTIM, Avelar. Em meio à crise ambiental, o anúncio de outras possibilidades. In: NUNES, Eduardo; NASCIMENTO, Antônio; OREFICE, Paolo (org.) Educação, Movimentos Sociais e Desenvolvimento Local Sustentável: reflexões contemporâneas. Salvador: EDUNEB, 2013. p.167-214.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Ambiental. Brasília: 2013.

BRASIL. Institui a LEI 9.795, de 27 de abril de 1999. Diário Oficial da União. Disponível em:htttp://portal.mec.gov.br. Acessado em: 03 set. 2013.

BRASIL. Constituição da República Federativa Brasil. Brasília, DF: Diário Oficial da União. 1988.

BRASIL. Decreto Nº 7.352 de 4 de novembro de 2010. Diário Oficial da União. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7352.htm. Acessado em: 14 ago. 2016.

CAVACO, Maria Helena. Ofício do professor: o tempo e as mudanças. In: Nóvoa, Antônio(org.) Profissão Professor. 2 ed. Portugal: Porto Editora, LDA, 1999. p.155-191.

DEMÉTRIO, Delizoicov, DELIZOICOV, Nadir Castilho. Educação Ambiental na escola. In: LOUREIRO, Carlos Frederico, TORRES, Juliana Rezende (org.) Educação Ambiental: dialogando com Paulo Freire. 1ed. São Paulo: Cortez, 2014. p.81-115.

DIAS, Genebaldo Freire. Antropoceno: Iniciação à temática ambiental. São Paulo: Gaia, 2002. p.110.

FERREIRA, Lúcia Grácia. Professoras da zona rural: formação, identidade, saberes e práticas. Curitiba: CRV, 2014.p.198.

FERNANDES, Andressa Lemos. Identidades de professores: entrelaçamentos da Educação Infantil com a Educação Ambiental. In: TRISTÃO, Martha; JACOBI, Pedro Roberto (org.) Educação Ambiental e os movimentos de um campo de pesquisa. São Paulo: Annablume, 2010. p. 129-146.

JUNQUEIRA, Maria Elizangela Ramos; OLIVEIRA, Simone Santos. Aulas de Campo e Educação Ambiental: Potencialidades Formativas e Contribuições para o Desenvolvimento Local Sustentável. Revista Brasileira de Educação Ambiental Revbea. São Paulo, v. 10, n. 3, p-111-123. 2015. Disponível em: Acesso: 31 set. 2016.

LUDKE, Menga. O professor e sua formação para a pesquisa. Zccos-Revista Científica. São Paulo: v.7, n. 2, p.333-349, Jul./ dez. 2005. Disponível em: http://www.redalyc.org/toc. Acesso em: 04 nov. 2016.

OLIVEIRA, Núbia S. O Projeto CAT e a Formação de Professores do Campo na Bahia. Revista Eletrônica de Culturas e Educação. n 1. V.2 p.73-86. Disponível em: www2.ufrb.edu.br/revistaentrelacando/component. Acessado em: 10 de set de 2016.

RUSCHEINSKY, Aloísio; COSTA, Adriane Lobo. A Educação Ambiental a partir de Paulo Freire. In: RUSCHEINSKY, Aloísio (org.) Educação Ambiental: abordagens múltiplas. Porto Alegre: Artmed. 2002. p.73-89.

SAITO, Carlos Hiroo. Política Nacional de Educação Ambiental e construção da cidadania: desafios contemporâneos. In: RUSCHEINSKY, Aloísio (org.) Educação Ambiental: abordagens múltiplas. Porto Alegre: Artmed. 2002.p.47-60.

SOUZA, Elizeu Clementino; et al. SUJEITOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NAS ESCOLAS RURAIS DA BAHIA: ações educativas e territórios de formação. Currículo sem Fronteiras, v.11, n.1, p.156-169, Jan/Jun 2011. Disponível em:Acessado em: 04 nov. 2016.

SOUZA, Maria Antônia. Educação do Campo: propostas e práticas pedagógicas do MST. Petrópolis: Vozes, 2006. p.135.

TRAZZI, Patrícia Silveira Silva. Ambiente coletivo de aprendizagem significativa na educação ambiental: vivências de valores, práticas e a busca da sustentabilidade. In: TRISTÃO, Martha, JACOBI, Pedro Roberto (org.) Educação Ambiental e os movimentos de um campo de pesquisa. São Paulo: Annablume, 2010. p. 10.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n4-077

Apontamentos

  • Não há apontamentos.