Análise de ambientes degradados no município de Caucaia-CE / Analysis of degraded areas in the city of Caucaia-CE

Pedro Ítalo Carvalho Aderaldo, Cleyber Nascimento de Medeiros, Francisco Ícaro Carvalho Aderaldo, Marcos José Nogueira de Souza

Resumo


A problemática da degradação ambiental está presente em grande parte do nosso planeta. No município de Caucaia essa problemática não se diferencia. O município localiza-se na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), Estado do Ceará, possuindo uma extensão territorial de 1.228 km2, (IBGE, 2010). A modificação da primeira natureza para a segunda continua em ritmo acelerado. Nessa perspectiva o trabalho buscou analisar os ambientes degradados, utilizando as técnicas de geoprocessamento.  A pesquisa considera a análise geossistêmica, amplamente adotada em estudos integrados no semiárido brasileiro, que consiste nas relações mútuas entre os componentes do potencial ecológico e da exploração biológica e destes com a ação antrópica. Dá-se ênfase à inter-relação entre os estudos pertinentes à geografia física, como geologia, geomorfologia, climatologia, hidrologia, pedologia e fitoecologia, juntamente com o antropismo. Os procedimentos da pesquisa decorreram de levantamentos bibliográficos, de dados cartográficos, visitas de campo e busca por imagens de satélite em instituições públicas, utilizando um Sistema de Informações Geográficas (SIG) para integração e análise dos dados cartográficos. Como principais resultados têm-se o mapeamento de uso, ocupação do solo e vegetação de Caucaia, servindo dentre outros para planejamento e ordenamento territorial.


Palavras-chave


Geossistema, Geoprocessamento, Semiárido.

Texto completo:

PDF

Referências


BARET, F.; GUYOT, G. Potential and Limits of Vegetation Índices for LAI e APAR Assessment. Remote Sensing of Environment, New York, v.3, p. 161-173, 1991.

BERTALANFFY, L. V. Teoria geral dos sistemas. Petrópolis: Vozes, 1973

BERTRAND, G. Paysage et géographie physique globale: esquisse méthodologique. Revue géographique des Pyrénées et sud-ouest, v. 39, fasc. 3, p. 249-272, 3 fig., 2 pol. Phot.h.t. 1968.

BRANDÃO, R.L. Sistema de Informação para Gestão e Administração Territorial da Região Metropolitana de Fortaleza - Projeto Sinfor. Mapa Geológico da Região Metropolitana de Fortaleza – Texto Explicativo. Fortaleza: CPRM, 1995.

BRITO NEVES, B. B. de. Regionalização geotectônica do Pré-cambriano nordestino. São Paulo. Tese de Doutorado. Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo, Tese de Livre Docência, 1975

IBGE. Censo Demográfico de 2010. 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2012.

SOUZA, M. J. N. Bases naturais e esboço do zonemento geoambiental do Estado do Ceará. Fortaleza: 2000. Ed. FUNECE

____.(org.) Diagnóstico Geoambiental de Município de Fortaleza: subsídios ao macrozoneamento ambiental e à revisão do Plano Diretor Participativo – PDFor. Prefeitura Municipal de Fortaleza. Fortaleza, 2009.

TRICART, J. Ecodinâmica. Rio de Janeiro, IBGE, Diretoria Técnica, SUPREN, 1997, Curitiba.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n4-052

Apontamentos

  • Não há apontamentos.