Colecistoduodenostomia modificada em um paciente felino com obstruçao do trato biliar extra-hepatico: relato de caso / Cholecyst of modified dodenostomy in a feline patient with obstruction of the extra-hepatic biliary tract: case report

Andreza Gomes de Souza, Eduardo Toshio Irino

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo relatar um caso de colecistoduodenostomia modificada em um paciente felino que foi diagnosticado com obstrução total do ducto biliar. A obstrução do ducto biliar é secundária a outras doenças, como processos inflamatórios, infecciosos, neoplásicos, alterações congênitas ou traumáticas. As manifestações clínicas iniciais são inespecíficas, comumente observando-se icterícia, êmese, anorexia, emagrecimento progressivo e intensa abdominalgia. O diagnóstico se faz prioritariamente pelo histórico do paciente, exame físico, análise laboratorial e ultrassonografia abdominal. A indicação cirúrgica no tratamento desta afecção depende das alterações em exames complementares e condição geral do paciente. A técnica cirúrgica descrita no presente trabalho visa restabelecer o fluxo da bile para o intestino, sem a necessidade de realizar a coledococistoduodenostomia ou retirar a vesícula biliar do parênquima hepático. Nesse procedimento, a vesícula biliar foi mantida em sua anatomia original e, então, procedeu-se a realização da colecistoduodenostomia através de uma incisão transversal na vesícula biliar. Por fim, realizou-se a pexia do duodeno no peritônio, com a finalidade de reduzir a tensão na anastomose e o risco de deiscência no sítio cirúrgico, que é uma complicação comum no pós-operatório. Após o término do procedimento, o paciente foi mantido sob acompanhamento veterinário constante até o terceiro dia pós operatório. Como resultado, observou-se que o procedimento foi bem-sucedido em restabelecer o fluxo do conteúdo biliar e dos refluídos intestinais sem que houvesse extravasamento ou deiscência. Concluiu-se que a técnica de colecistoduodenostomia modificada foi eficaz nesse relato descrito.


Palavras-chave


O presente trabalho tem por objetivo relatar um caso de colecistoduodenostomia modificada em um paciente felino que foi diagnosticado com obstrução total do ducto biliar. A obstrução do ducto biliar é secundária a outras doenças, como processos inflamatór

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉIA, F.C; GABRIEL, M.L; LUCIANA, S.S; ANNELISE, C.C;, LUIS, D.G.G., PAOLA, M.C. Resolution of a Biliary Obstruction Caused by Platynosomum fastosum. In: A Feline by a Modified Cholecystoduodenostomy Approach – Case Report. Acta Veterinaria, v. 68, n. 2, p.224-231, 2018.

BROCKMAN, D.J. Surgery of the Extrahepatic Biliary Tract in Cats and Dogs. In: World Small Animal Veterinary Association World Congress Proceedings, 2013. New Zeland. Notes of the 38th Congress of the World Small Animal Veterinary Association Proceedings Online, 2013. Disponível em < https://www.vin.com/apputil/content/defaultadv1.aspx?pId=11372&catId=35302&id=5709740> Acesso em 02/07/2019 as 08:00

LEHNER, C.M; McANULTY, J.F. Management of extrahepatic biliary obstruction: A role for temporary percutaneous biliary drainage. Compendium: Continuing Education for Veterinarians ®, 2010 Disponível em < https://www.vetfolio.com/learn/article/management-of-extrahepatic-biliary-obstruction-a-role-for-temporary-percutaneous-biliary-drainage > Acesso em: 01/06/2019 as 09:00.

KANEMOTO, H; FUKUSHIMA, K; TSUJIMOTO, H; OHNO, K. Intrahepatic cholelithiasis in dogs and cats: A case series. The Canadian veterinary jornal: La revue veterinaire canadienne, v. 58, n. 9, p. 971–973. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n4-027

Apontamentos

  • Não há apontamentos.