Presença de fibropapilomatose em espécime de Caretta caretta na Bacia Sergipe-Alagoas / Presence of fibropapillomatosis in Caretta caretta specimen in the Sergipe-Alagoas Basin

Maria Danielle Chagas dos Santos, Heyder Luiz Cavalcante de Campos, Jéssica Souza Dias, Rafaelle Monteiro Nunes Messenger, Davi Emanuel Ribeiro de Sousa, Rachel Livingstone Felizola Soares de Andrade, Saulo Daniel Santos França Brandão

Resumo


As tartarugas-marinhas podem ser acometidas por diversas afecções do sistema tegumentar, respiratório, gastroentérico, bem como as viroses, sendo a fibropapilomatose uma das mais importantes. É uma doença debilitante, caracterizada pela presença de tumores cutâneos que se desenvolvem principalmente na pele, olhos e órgãos internos, podendo acarretar uma série de consequências para o animal. O presente trabalho tem como objetivo relatar o caso de um espécime de tartaruga-cabeçuda com presença de tumores cutâneos, fecaloma e gás intracelomático. O animal foi resgatado na Praia de Coqueiro/BA através do Subprograma Regional de Monitoramento de Encalhes e Anormalidades da Bacia Sergipe-Alagoas e encaminhado para o Centro de Reabilitação da Fundação Mamíferos Aquáticos, onde foi possível observar presença de massa tumoral sugestiva de fibropapilomatose medindo 12,1 cm de raio e 8 cm de altura em nadadeira anterior esquerda, além de tumores menores em região de trapézio. Após alguns meses de reabilitação, foram obtidos resultados positivos com o tratamento instituído, tornando o animal apto à soltura.


Palavras-chave


tartaruga-marinha, doenças, reabilitação.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKER, L., EDWARDS, W. PIKE, D. A. Sea turtle rehabilitation success increases with body size and differs among species. Endangered species research; 2015; 29:13-21.

BAPTISTOTTE, C. Caracterização especial e temporal da fibropapilomatose em tartarugas marinhas da costa brasileira. Piracicaba, 2007. 62 f. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo.

BRAGA, C. S. Principais achados em tartarugas-verdes (Chelonia mydas) encalhadas no litoral do Rio Grande do Sul, Brasil. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2011/2.

CASALE, P. & TUCKER, A. Caretta caretta. A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN, 2017. Disponível em: https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2017-2.RLTS.T3897A119333622.en., baixado em 05 de agosto de 2020.

CAVALCANTI, R. L., OUTEDA, N. C., MUCILLO, M. D. S., STEDILE, R., ALIEVI, M. M., BECK, C. A. D. C., SCHIOCHET, F., NÓBREGA, F. & ROCHA, J. P. A. V. Protocolo anestésico em tartaruga cabeçuda (Caretta caretta) para celioscopia exploratória. Acta scientiae veterinariae. Porto Alegre, RS, 2007.

DASTRE, M. Métodos convencionais para o tratamento de fibropapilomatose em testudines marinhos: revisão sistemática. Universidade Estadual Paulista, Araçatuba, 2017.

DUTRA, G. H.; NASCIMENTO, C. L.; FUTEMA, F. Fibromas viscerais associados ao fibropapiloma cutâneo em Chelonia mydas em reabilitação. Natural Resources, Aquidabã, v.2, n.2, p.50‐62, 2012

FARIAS, D. S. D. Tartarugas marinhas da Bacia Potiguar/RN: diagnóstico, biologia alimentar e ameaças. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014 (dissertação de mestrado).

GOLDBERG, D. W. Determinação do perfil bioquímico de tartarugas marinhas de vida livre da espécie Caretta caretta (Linnaeus, 1758) em nidação na Bacia de Campos – RJ. Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2007 (dissertação de pós-graduação)

KNÖBL, T., REICHE, R., MENÃO, M. C. Fibropapillomatosis in marine turtles. Neotropical Biology and Conservation, 6(1), 64-69, 2011.

KOPROSKI, L.; SILVA, O. P. da; SANTOS, C. A. M.; FEBRÔNIO, A. M. B.; SANTANA, F. T. de; VERGARA-PARENTE, J. E. Perfil epidemiológico da fibropapilomatose em tartarugas-marinhas encalhadas entre o litoral sul de Alagoas e norte da Bahia, Nordeste do Brasil. Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR, Umuarama, v. 20, n. 2, p. 49-56, abr./jun. 2017.

PAGE-KARJIAN, et al. Case descriptions of fibropapillomatosis in rehabilitating loggerhead sea turtles Caretta caretta in the southeastern USA. Diseases of aquatic organisms; 2015; 115: 185-191.

RODENBUSCH, C. R. Detecção e caracterização do herspesvírus associado à fibropapilomatose em tartarugas-verdes na costa brasileira. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012 (tese de doutorado).

ROSSI, S. et al. Monitoring green sea turtles in Brazilian feeding areas: relating body condition index to fibropapillomatosis prevalence. Journal of the Marine Biological Association of the United Kingdom, v. 99, n. 8, p. 1879-1887, 2019.

SANTOS, A. S. D., SOARES, L., MARCOVALDI, M. Â., MONTEIRO, D. D. S., GIFFONI, B., ALMEIDA, A. D. P. Avaliação do estado de conservação da tartaruga marinha Caretta caretta Linnaeus, 1758 no Brasil. Biodiversidade Brasileira, n. 1, 2011.

SANTOS, M. R. D., et al. Health condition of juvenile Chelonia mydas related to fibropapillomatosis in southeast Brazil. Diseases of aquatic organisms; 115:193-201, 2015.

SELLERA, F. P., DUTRA, G. H. P., NASCIMENTO, C. L., RODRIGUES, F. P., DE SÁ, L. R. M., ALMEIDA-LOPES, L., RIBEIRO, M. S. & POGLIANI, F. C. Investigation of green turtle (Chelonia mydas) cutaneous fibropapillomatosis recurrence rates following diode laser surgery. Journal of Exotic Pet Medicine, 2018.

SILVA, K. O.; SANTOS, E. M.; SIMÕES, T. N.; SILVA, A. C. Encalhes de tartarugas marinhas no litoral sul de Pernambuco, Brasil. Revista Ibero Americana de Ciências Ambientais, v.10, n.2, p.53-64, 2019.

ORÓS, J., et al. Diseases and causes of mortality among sea turtles stranded in the Canary Islands, Spain (1998-2001). Diseases of aquatic organisms; 2005; 63:13-24.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-151

Apontamentos

  • Não há apontamentos.