Tempo de fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada para frangos de corte / Micropelletized pre-starter feed supply time for broilers

Janaina da Silva Moreira, Fabyola Barros de Carvalho, José Henrique Stringhini, Marcos Barcellos Café, Eduardo Miranda de Oliveira, Roberto Moraes Jardim Filho, Mihayr Morais Jardim

Resumo


O presente trabalho objetivou analisar o efeito do tempo de fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada no desempenho zootécnico e morfometria de órgãos do sistema digestório de pintos de corte aos 21 dias de idade. Foram utilizados 240 pintos de corte macho da linhagem Cobb 500. Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado, composto por quatro tratamentos e cinco repetições de 12 aves cada. Os tratamentos constituíram-se em quatro períodos de fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada (1 a 4; 1 a 7; 1 a 10 e 1 a 14 dias de idade). Após cada período, as aves receberam ração inicial farelada até 21 dias de idade. As variáveis de desempenho zootécnico avaliadas foram peso semanal das aves, ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, viabilidade e consumo de nutrientes (proteína, metionina, lisina e energia). Aos quatro, sete, dez e 14 dias de idade realizou-se morfometria dos órgãos (intestino, pâncreas, fígado, baço e proventrículo + moela), utilizando cinco aves por tratamento. O fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada até dez dias de idade aumentou o peso médio, o ganho de peso e consumo de ração das aves quando comparadas as que foram alimentadas com ração farelada. Após 14 dias a diferença na forma física da ração não influenciou no desempenho das aves. À medida que se cessava o fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada para cada período, havia aumento no peso relativo da moela+proventriculo das aves ao se alimentarem de ração farelada. O fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada até 10 dias de idade melhora o desempenho e o consumo de nutrientes pelos pintos aos 14 dias. O fornecimento de ração pré-inicial micropeletizada proporciona menor peso relativo do proventrículo + moela.


Palavras-chave


avicultura, biometria de órgãos, desempenho, fase pré-inicial, forma física.

Texto completo:

PDF

Referências


Abdollahi, MR; Ravindran, V; Wester, TJ; Ravindran, G; Thomas, DV 2010. Influence of conditioning temperature on performance, apparent metabolisable energy, ileal digestibility of starch and nitrogen and the quality of pellets, in broiler starters fed maize-and sorghum-based diets. Animal Feed Science and Technology. 162: 106-115.

Al-Rabadi, GJ; Torley, PJ; Williams, BA; Bryden, WL; Gidley, MJ 2011. Effect of extrusion temperature and pre-extrusion particle size on starch digestion kinetics in barley and sorghum grain extrudates. Animal Feed Science and Technology. 168:267-279

AMARAL, R. Efeito do tipo e da forma física da ração pré-inicial e da idade das matrizes sobre o desempenho de frangos de corte [online]. 2005. 103 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba.

BELLAVER, C.; NONES, K. A Importância da Granulometria, da mistura e da peletização da Ração Avícola.

BENETT, C.D.; CLASSEN, H.L.; RIDDELL, C. Feeding broiler chickens wheat and barley diets containing whole, ground and pelleted grain. Poultry Science [online]. v.81, p.995-1003, 2002.

DAHLKE, F.; RIBEIRO A.M.L.; KESSLER A.M.; LIMA A.R.; MAIORKA, A. Effects of Corn Particle Size and Physical Form of the Diet on the Gastrointestinal Structures of Broiler Chickens. Revista Brasileira de Zootecnia [online], v.5 / n.1/ 61 – 67, 2003.

FARIA, D. E.; FARIA FILHO, D. E.; JUNQUEIRA, O. M.; ARAÚJO, L. F., TORRES, K. A. A. Forma física e níveis de energia metabolizável da ração para frangos de corte de 1 a 21 dias de idade. Ars Veterinaria, [online]. v. 22, n. 3, 2006.

FREITAS, E. R.; SAKOMURA, N. K.; DAHLKE, F.; SANTOS, F. R.; BARBOSA, N. A. A. Desempenho, eficiência de utilização dos nutrientes e estrutura do trato digestório de pintos de corte alimentados na fase pré-inicial com rações de diferentes formas físicas. Revista Brasileira de Zootecnia [online]. v.37, n.1, p.73-78, 2008.

GOMES, G.A.; ARAÚJO, L.F.; PREZZI, J.A.; SAVIETTO, D.; SIMIONE JÚNIOR, J. R.; VALÉRIO, J. Tempo de fornecimento da dieta pré-inicial para frangos de corte com diferentes pesos ao alojamento. Revista Brasileira de Zootecnia [online], v.37, n.10, p.1802-1807, 2008.

LARA, L. J. C.; BAIÃO, C.; ROCHA, J. S. R.; LANA, A. M. Q.; CANÇADO, S. V.; FONTES, D. O.; LEITE, R. S. Influência da forma física da ração e da linhagem sobre o desempenho e rendimento de cortes de frangos de corte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia [online]. v.60, n.4, p.970-978, 2008.

LECZNIESKI, J. L.; RIBEIRO, A. M. L.; KESSLER, A. M.; PENZ JÚNIOR. A. M., Influência da forma física e do nível de energia da ração no desempenho e na composição de frangos de corte. Archivos Latino americanos de Producción Animal [online]. v. 9, n. 1, p. 6-11, 2001.

LÓPEZ, C.A.A.; BAIÃO, N.C. Efeitos da moagem dos ingredientes e da forma física da ração sobre o desempenho de frangos de corte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia [online]. v.54, p.189-195, 2002.

LÓPEZ, C.A.A; BAIÃO, N.C. Efeitos do tamanho da partícula e da forma física da ração sobre o desempenho, rendimento de carcaça e peso dos órgãos digestivos de frangos de corte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia [online]. v.56, n.2, p.214-221, 2004.

Massuquetto, A., J. F. Durau, V. G. Schramm, M. V. Teixeira Netto, E. L. Krabbe, and A. Maiorka. 2018. Influence of feed form and conditioning time on pellet quality, performance and ileal nutrient digestibility in broilers. J. Appl. Poult. Res. 27:51–58. 2018 J. Appl. Poult. Res. 27:51–58.

MEURER, R.P.; FÁVERO, A.; DAHLKE, F.; MAIORKA, A. Avaliação de rações peletizadas para frangos de corte. Artigo de revisão. Archives of Veterinary Science [online]. v.13, n.3, p.229-240, 2008.

MURAKAMI, H.; Akiba, Y. and Horiguchi, M. Growth and utilization of nutrients in newlyhatched chicks with or without removal of residual yolk. Growth Dev Aging, 56: 75-84, 1992.

NITSAN, Z.; BEM-AVRAHAM, G; ZOREF, Z.; et al. Growth and development of the digestive organs and some enzymes in broiler chicks after hatching. Br. Poult. Sci., v.32, p.515-523, 1991.

OLIVEIRA, A. A.; LIMA, M. F. L.; MARINHO, R. G. B.; RIBEIRO, A. M.; DILELIS, F.; AGOSTINHO, T. S. P.; OLIVEIRA, G. R.; GOMES, A. V. C. Desempenho zootécnico de pintos de corte alimentados na fase pre-inicial com rações de diferentes formas físicas. Associação Brasileira de Zootecnia – ZOOTEC – Águas de Lindóia, SP. 2009.

ROSTAGNO, H.S.; ALBINO, L.F.T.; DONZELE, J.L.; GOMES, P.C.; OLIVEIRA, R.F.; LOPES, D.C.; FERREIRA, A.S.; BARRETO, S.L.T. Tabela brasileira para aves e suínos: composição de alimentos e exigência nutricional [online]. Viçosa: UFV, 2005, 187p.

SAEG. Saeg: Sistema de análises estatísticas e genéticas. Viçosa: UFV, 2007.

SILVA, J.R.L.; RABELLO, C.B.; DUTRA JR., W.M.D.; LUDKE, M. C. M. M.; BARROSO, J. F.; FREITAS, C. R. G.; CAMPELO FILHO, E. V. B.; AQUINO, L M. Efeito da forma física e do programa alimentar na fase pré-inicial sobre o desempenho e características de carcaça de frangos de corte. Acta Scientiarum [online]. v. 26, n. 4. p. 543 – 551, 2004.

Teixeira Netto, T; Massuquetto, A; Krabbe, EL; Surek, D; Oliveira, SG; Maiorka, A 2019. Effect of Conditioning Temperature on Pellet Quality, Diet Digestibility, and Broiler Performance. Journal of Applied Poultry Research.28:1–11

TEIXEIRA, E. N. M.; SILVA, J. H. V.; COSTA, F. G. P.; RIBEIRO, M. L. G.; ARAÚJO, D. de M.; JORDÃO FILHO, J. Inclusão do ovo desidratado em rações peletizadas ou fareladas para frangos de corte. Revista Brasileira de Zootecnia [online], v.36, n.5, p.1372-1381, 2007.

TRALDI, A. B. Influência da idade da matriz e do peso do ovo incubado nas respostas de pintos de corte alimentados com rações pré iniciais farelada, triturada ou micro-peletizada [online]. 2009. 206 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal e Pastagens). Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queiroz’, Universidade de São Paulo, Piracicaba. UNI, Z.; NOY, Y.; SKLAN, D. Posthatch development of small intestinal function in the poult. Poultry Science [online]. v. 78, p. 215 – 222, 1999.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-112

Apontamentos

  • Não há apontamentos.