Avaliação das possíveis causas-mortes das tartarugas encontradas mortas em encalhes na região do mosaico de unidades de conservação Jureia-Itatins-SP / Evaluation of possible causes of death turtles found dead on beach rigs in the mosaic region of Jureia-Itatins-SP conservation units

Edris Queiroz Lopes, Milena Joice Bressan, Tatiane Gonçalves de Lima, Luana Felix de Melo

Resumo


No Brasil, ocorrem cinco espécies de tartarugas marinhas, segundo critérios das listas brasileira e mundial de espécies ameaçadas, as cinco continuam ameaçadas de extinção. A região das unidades de conservação do mosaico Jureia – Itatins no Litoral sul de São Paulo predomina os juvenis de Chelonia mydas, a tartaruga verde, por tratar-se de uma área de alimentação rica em algas e angiospermas marinhas, sendo um ambiente propício para o forrageio da espécie em sua fase de desenvolvimento, por estarem buscando alimentos na região, acabam se tornando alvo fácil, para embarcações e redes de pescas. Dessa forma, objetivou-se a avaliação das possíveis causa morte desses animais na a fim de preencher lacunas existentes na literatura bem como subsidiar novos projetos. Assim, foram realizados monitoramentos nas áreas para obter as carcaças dos animais mortos e encalhados, para identificação da espécie, avaliação interna e externa para estabelecer uma possível causa morte. Com base nos resultados, pode-se sugerir que 50% dos animais avaliados morreram por influência de ações antrópicas, corroborando com o quadro prejudicial desses animais e a permanência nas listas de ameaçados de extinção.


Palavras-chave


tartarugas marinhas, Chelonia mydas, influência antrópica, lixo marinho.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A. P. et al., Avaliação do Estado de Conservação da Tartaruga Marinha Chelonia mydas (Linnaeus, 1758) no Brasil. Biodiversidade Brasileira, Praia do Forte, BA, v. 1, n. 1, p.12-19, abr. 2011.

AWABDI, D. R. Hábito Alimentar e Ingestão de Resíduos Sólidos por Tartarugas-verdes Juvenis, Chelonia mydas, (L. 1758), na costa leste do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. 2013. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ecologia e Recursos Naturais, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – Uenf, Campos dos Goytacazes - RJ, 2013.

BJORNDAL, K.A. 1999. Priorities for research in foraging habitats. Páginas 134-136 in Eckert, K.L., K. Bjorndal, F. A. Abreu-Grobois, e M. Donnely. (Eds.) Research and management techniques for the conservation of sea turtles. IUCN/SSC Marine Turtle Specialist Group Publication, No. 4.

BRASIL. MARILIA BRITTO RODRIGUES DE MORAES. Plano de Manejo Área de Proteção Ambiental Cananéia-Iguape-Peruíbe, SP. Iguape SP: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, 2016.

GREGORINI, R. A. Caracterização espaço-temporal do lixo marinho nas praias do Guaraú e Arpoador - São Paulo. 2010. 52 f. TCC (Graduação) - Curso de Gestão Ambiental, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2017.(GREGORINI, 2010)

LOPES, E.Q. et al., Estudo da Biologia, Ecologia e Conservação das Tartarugas Marinhas, das Unidades de Conservação do Mosaico-Juréia Itatins, XVI, simpósio de Biologia Marinha da Unisanta, Revista Ceciliana, anais de simpósio, 2016.

LOPES, E. Q.; LEITE C. S.; SILVA, C. S. A.; MELO, L. F.; FANNELI, C. Análise do conteúdo alimentar de tartarugas-verdes (Chelonia mydas) mortas em encalhes na Costa de Peruíbe, litoral sul de São Paulo. In: Seminário Internacional Oceanos Livres de Plástico, 1, Santos, 7 a 8 jun. 2018. Anais do I Seminário Internacional Oceanos Livres de Plásticos. Santos: Unisanta Bioscience. p. 77-98, 2018.

LOPES, E.Q. et al., Morphological studies of the green-turtle’s hyoid bone composition (Chelonia mydas) found in Peruíbe, Litoral Sul do Brasil, Mosaico de Unidades de Conservação-Jureia-Itatins; International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS), Vol-6, Issue-9, Sept- 2019.

MAISTRO, A. P. S.; COSTA, F. G.; BONDIOLI, A. C. V Estimativa de idade para tartarugas-verdes (Chelonia mydas) da região de Cananéia, SP, Brasil. In: V Jornada sobre tartarugas marinhas do Atlântico Sul Ocidental, 5., 2011, Florianópolis. TAMAR. Florianópolis: Aso, 2011. p. 43 - 46.

ROMANINI, E. Ecologia alimentar de tartarugas-verdes, Chelonia mydas (Linnaeus 1758), em Ilhabela e Ubatuba – litoral norte de São Paulo, Brasil. 2014. 60 f. Monografia (Especialização) - Curso de Ciências Biológicas, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto – SP, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.