Características macroscópicas de actinobactérias: valorizando a diversidade do semiárido nas aulas práticas de microbiologia / Macroscopic characteristics of actinobacteria: valuing the diversity of the semi-arid in practical microbiology classes

David de Aguiar Moreno, Davi Portela Monteiro, Daniel Fontinele Albuquerque, Niédila Nascimento Alves, Suzana Cláudia Silveira Martins, Claudia Miranda Martins

Resumo


O estudo das características macroscópicas se constitui uma ferramenta clássica no processo de identificação bacteriana. Esse tema é abordado em uma das aulas práticas da disciplina Microbiologia Básica ofertada pelo departamento de Biologia da Universidade Federal do Ceará para diferentes cursos de graduação. Nessa aula, as principais características culturais de bactérias são avaliadas. No entanto, a semelhança colonial das bactérias estudadas limita o aprendizado do aluno. As actinobactérias se destacam pela diversidade cultural e estão amplamente distribuidas em solo do semiárido. Assim, esse trabalho teve por objetivo a inclusão de actinobactérias oriundas do solo do interior do Ceará, na aula prática de estudo das características culturais da disciplina Microbiologia Básica, visando uma melhoria no processo ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


caatinga, característica cultural, micélio

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, J.J.A.; ARAÚJO, M.A.; NASCIMENTO, S.S. Degradação da Caatinga: uma investigação ecogeográfica. Caatinga, v.22, n.3, p.128-135, 2009.

LI, Q. et al. Morphological Identification of Actinobacteria. In. Actinobacteria - Basics and Biotechnological Applications. 2016, p. 59–86. Disponível em:

LIMA, E. C. Usos da tv e vídeo em sala de aula: relato de uma experiência com o “projeto cultura afro-brasileira”. 2014. p. 9.

MELO, I.S. Biodiversidade e bioprospecção de microrganismos da Caatinga. 2011, Embrapa Meio Ambiente, Jaguariúna, SP. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-projetos/-/projeto/29362/biodiversidade-e-bioprospeccao-de-microrganismos-da-caatinga.

MOREIRA, F. M. S; SIQUEIRA, J. O. Microbiologia e bioquímica do solo. 2. ed. atual. e ampl. Lavras, MG: UFLA, Universidade Federal de Lavras, 2006.

OLIVEIRA, D.A.; MOREIRA, P.A.; MELO JÚNIOR, A.F.; PIMENTA, M.A.S. Potencial da biodiversidade vegetal da região Norte do Estado de Minas Gerais. Unimontes Científica, v.8, n.1, 2006.

SANTOS, S. C. O PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM E A RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO: APLICAÇÃO DOS “SETE PRINCÍPIOS PARA A BOA PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR”. In. Caderno de Pesquisas em Administração, 2001. v. 8, n. 1, p. 69–82.

TABARELLI, M; VICENTE, A. Conhecimento sobre plantas lenhosas da caatinga: lacunas geográficas e ecológicas. p. 101-112 In: Biodiversidade da Caatinga: áreas e ações prioritárias (SILVA, J.M.C, M. TABARELLI, M.F, FONSECA & L.V. LINS, orgs.). MMA, Brasília, DF. 2003.

WINK, J.M. Methods for the taxonomic description of the Actinobacteria. In. Compendium of Actinobacteria. University of Braunschweig. 2012.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-093

Apontamentos

  • Não há apontamentos.