Variabilidade longitudinal do lenho de Schizolobium amazonicum (Paricá) / Longitudinal variability of the wood of Schizolobium amazonicum (Paricá)

Tânia Antonieli Filgueira Amorim, Gesivaldo Ribeiro Silva, Wilson Fernando Rodrigues Stefanelli, Manoel Tavares de Paula, João Rodrigo Coimbra Nobre, Iêdo Souza Santos

Resumo


A produção de painéis compensados permite o uso racional da madeira em função do maior aproveitamento desta matéria-prima. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar a variação de algumas propriedades físicas no sentido do comprimento do tronco do paricá (Schizolobium amazonicum var. amazonicum). Para isso foram avaliados cinco indivíduos arbóreos obtidos de um plantio comercial localizado na região de Paragominas-Pará. A densidade básica e retração linear longitudinal, radial e tangencial, volumétrica variando significativamente em relação à posição longitudinal. O fator anisotrópico não variou no sentido base-topo da árvore, a madeira de paricá apresentou estabilidade com baixa densidade.


Palavras-chave


A produção de painéis compensados permite o uso racional da madeira em função do maior aproveitamento desta matéria-prima. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar a variação de algumas propriedades físicas no sentido do comprimento do tronco do

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira De Normas Técnicas. NBR 6230: Ensaios físicos e mecânicos de madeiras. Rio de Janeiro, 1982.

Durlo, MA.; Marchiori, JNC. Tecnologia da madeira: retratibilidade. Santa Maria, CEPEF/FATEC: 33, 1992.

Fonseca, KO. Determinação da variação das características físicas da madeira de Paricá, visando seu uso múltiplo. 44 p. Monografia (Graduação em Tecnologia Agroindustrial da Madeira). Universidade do Estado do Pará, Belém, 2009.

Hsing, TY.; Paula, NF. & Paula, RC. (2016) – Características dendrométricas, químicas e densidade básica da madeira de híbridos de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. Ciência Florestal, vol. 26, n. 1, p. 273-283.

IBAMA - Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Madeiras Brasileiras. Disponível em: http://www.ibama.gov.br/lpf/madeira/caracter isticas.php? ID=225&caracteristica=243. Acesso em: 12 out. 2013.

Iwakiri, S.; Vargas, CA.; Parchen, CF.; Weber, C.; Batista, CC.; Garbe, EA.; Cit, E J.; Prata, JG. Avaliação da qualidade de painéis compensados produzidos com lâminas de madeira de Schizolobium amazonicum. Floresta, v. 41, n. 3, p. 451-458, 2011.

Iwakiri, S.; Zeller, F.; Pinto, JA.; Ramirez, MGL.; Souza, MM.; Seixas, R. Avaliação do potencial de utilização da madeira de Schizolobium amazonicum “Paricá” e Cecropia hololeuca “Embaúba” para produção de painéis aglomerados. Acta Amazonica, , v. 40, n. 2, p.303 – 308, 2010.

Mattos, BD.; Gatto, DA.; Stangerlin, DM.; Calegari, L.; Melo, RRD; Santini, E J. Variação axial da densidade básica da madeira de três espécies de gimnospermas. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 6, n. 1, p. 121-126, 2011.

Melo, LEL; Silva, CJ; Protásio, TP; Mota, GS; Santos, IS; Urbinati, CV et al. Planting density effect on some properties of Schizolobium parahyba wood. Maderas, Cienc. tecnol., Concepción , v. 20, n. 3, p. 381-394, jul. 2018. Disponivel em: https://scielo.conicyt.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0718-221X2018000300381&l ng=es&nrm=iso. Acessado em: 02 maio 2019.

Melo, LEL; Silva, CJ; Protásio, TP, Trugilho PF, Santos IS e Urbinati CV. Influence of spacing on some physical properties of Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke). Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 42, n. 104, p. 483-490, dez. 2014.

Tremacoldi, CR; Lunz, AM; Costa, FRS. Cancro em Paricá (Schizolobiumparahybavar.amazonicum) no Estado do Pará.Pesquisa Florestal Brasileira, n. 59, p. 69, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-083

Apontamentos

  • Não há apontamentos.