Using software tanks for emission calculation in storage tanks / Utilização do software tanks para cálculo de emissões em tanques

Raphael Adryano Araujo de Oliveira, Mônica Beatriz Kolicheski, Mauricy Kawano

Resumo


With increased activities and investments in the Brazilian petrochemical sector from the 1980s of the twentieth century, there was a concern and general interest in reducing emissions in storage tanks, both from an environmental point of view and from an economic point of view. Due to increasing demand and need for increasing reserves to supply the cities, both refiners and dealers had to increase the storage volume, creating new emission foci of volatile organic compounds. From an environmental point of view, the reduction of emissions of volatile organic compounds reflected in an improvement in energy efficiency by reducing the evaporation of the product ensures the best use of its use. It also provides a reduction of pollution and thus improve the quality of life in the neighborhood. Already from the economic and financial point of view, it is advantageous and interesting for companies that store volatile products invest in an emission reduction system, ensuring return on investment by reducing losses.Among a number of devices and emission control techniques for atmospheric tanks, one of the alternatives widely used in the industry are the internal floating roofs and this publication aims to clarify and guide the reader in a practical way of using Tanks 4.09d software, using practical examples of simulation.

 


Palavras-chave


atmospheric emissions, internal floating roof, AP- 42 standard.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7821: Tanques Soldados para Armazenamento de Petróleo e Derivados. Corpo de norma, capítulos de 1 a 13 e anexos: D - Tetos flutuantes; H - Tetos Flutuantes Cobertos. Rio de Janeiro, 1983.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 8800: Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de edifícios. Rio de Janeiro, 2007.

API-650. American Petroleum Institute (Instituto do Petróleo Americano). Welded Tanks for Oil Storage (Tanques soldador para Armazenamento de Óleos). Corpo de norma, capítulos de 1 a 10 e anexos: C - External Floating Roofs (Tetos flutuantes extennos); G – Structurally-Supported Alluminium Dome Roofs (Domos de Alumínio Estruturalmente Suportados); H – Internal Folating Roofs (Teto Flutuante Interno). 11ªEd., maio, 2010.

BARROS, S. M. Curso de Tanques de Armazenamento. Centro de Desenvolvimento de Recursos Humanos - Sudeste, Rio de Janeiro, RJ. 2003.

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. NR 18 - Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção, julho de 1978. Disponível em: http://portal.mte.gov.br/images/Documentos/SST/NR/NR18/NR18.pdf Acesso em: 27 nov. 2015

CETESB. Licenciamento Ambiental Unificado. Base de Armazenamento de Combustíveis e Produtos Químicos, São Paulo, SP, 2015, disponível em:

http://licenciamento.cetesb.sp.gov.br/unificado/pdf/bases_emissoes_atmosfericas.pdf, acesso em 26 mai. 2015.

CONTEC - COMISSÃO DE NORMALIZAÇÃO TÉCNICA. CONTEC N-270: Projeto de Tanque de Armazenamento Atmosférico. Revisão E, Rio de Janeiro, 2010.

COSTA, D. M. B. da; Avaliação das Emissões Fugitivas de Metano em Sistemas de Transporte de Gás Natural. O Caso do Gasoduto Bolívia-Brasil. 153f. Trabalho de Graduação (Graduação em Engenharia Ambiental) – Setor de Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.

GODISH, T. Air Quality (Qualidade do Ar). 4ª Ed. Lewis Publishers: Estados Unidos, 2004.

GUIZZE, A; Manual de Trocadores de Calor, Vasos e Tanques, Ibrasa Editora: São Paulo, 1989.

HEINSOHN, R. J; KABEL, R. L; Sources and Control of Air Pollution (Fontes e Controles de Poluição do Ar). Prentice Hall, 1999.

LIMA, A. H. T. de; SILVA Jr. L. P. da; SILVA, W. M. B; Estocagem de Petróleo, Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, PB, 2014.

MACHADO, E. M; Apostila Curso Tanques de Armazenamento. Escola Técnica União, Santo André, SP, 2009.

MAIA, C; AURELIO, R; Tanques de Armazenamento, Instituto Federal Bahia, Salvador, BA, 2012.

MARTINS de, D. O; Estudo de controle de Emissões de Compostos Orgânicos Voláteis em Tanques de Armazenamento de Produtos Químicos. Trabalho de Mestrado (Mestrado Profissional em Gerenciamento e Tecnologias Ambientais no Processo Produtivo), Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004.

MCDONALD, R; Air Pollution Engineering Manual – Petroleum Storage (Manual de Engenharia de Poluição do Ar – Armazenamento de Petróleo). Air & Waste Management Association (Associação de Gerenciamento de Ar e Resíduos), 1ª Ed, 1992.

OLIVEIRA, R; Acervo pessoal, cedido pelo Grupo VETOR-MATHIAS, Obra em SUAPE, PE, 2011.

OLIVEIRA, R; Modelo matemático para avaliação ambiental e financeira da aplicação de dispositivos de controle de emissão em tanques de armazenamento: tetos flutuantes internos. Trabalho de Mestrado (Mestrado Profissional em Meio Ambiente Urbano e Industrial), Universidade Federal do Paraná, 2015

QUINTANILHA L; O Universo das Emissões Atmosféricas. Revista Meio Ambiente Industrial, São Paulo, SP, 2009.

TELLES, S; Vasos de Pressão. 2ª Edição, Editora LTC, Rio de Janeiro, RJ, 2007.

U.S. EPA – Enviromental Protection Agency (Agência de Proteção Ambiental). Software TANKS4.09d outubro – 2006, disponível em: http://www.epa.gov/ttnchie1/software/tanks/, acesso em 16 fev. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-064

Apontamentos

  • Não há apontamentos.