Análise da qualidade da água dos Rios Verde e do peixe no Distrito Industrial do Município de Três Corações, Minas Gerais / Analysis of water quality from Rivers Verde and fish in the Industrial District of the Municipality of Three Hearts, Minas Gerais

Mauricio Cezar Resende Leite Junior, Peterson Valério Guidi dos Reis, Roberson Ricardo Rangel, Monike Faustino Laudino, Hermes Soares Rocha, Denis Leocádio Teixeira, Ângelo Danilo Faceto, Anderson Barbosa Evaristo

Resumo


O presente trabalho vem demonstrar que os ecossistemas aquáticos estão sujeitos a diferentesformas de alterações. Essas alterações podem ser ocasionadas de forma natural ou principalmenteantrópica. O aumento e as diversificações dos usos dos recursos hídricos, resultaram em umamultiplicidade de impactos, acarretando grandes pressões aos recursos hídricos, o que ocasionasituações de grande risco a saúde humana e conseqüentemente comprometimento de sua qualidade. O município de Três Corações - MG foi criado ás margens dos rios Verde e do Peixe, rios estes quesofreram e sofrem alteração em seu estado em decorrência de possíveis fontes poluentes industriaise domésticas. Através destes fatores o presente trabalho, busca a avaliação da qualidade da águadestes rios em pontos estratégicos ao longo do Distrito Industrial do município através de algunsparâmetros que apresentam na sua essência o diagnóstico básico sob aspectos físicos, químicos ebiológicos, consequentemente, da poluição decorrente da ação industrial no local. Espera-seconseguir avaliar satisfatoriamente a qualidade dos rios e comparar os resultados com as resoluçõese padrões de potabilidade pertinentes citadas pela legislação vigente e principalmente pelo seu órgãolegislador e executor sendo este representado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA. Os parâmetros a serem analisados permitirão concluir se os efluentes industriais despejados pelasindústrias nos cursos d’água passam por um tratamento correto e eficiente, com um efluente final dequalidade, apto a se reintegrar ao curso d’água. Após as diversas análises, espera-se também, que aqualidade da água em todos os pontos seja homogênea, principalmente as amostras coletadas amontante e a jusante do Distrito Industrial do município de Três Corações - MG, o que novamente irácomprovar se as indústrias comprometem ou não a qualidade dos recursos hídricos desses dois rios.


Palavras-chave


Análise, Rios, Distrito Industrial.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS. Atlas Brasil.Panorama Nacional Volume 1. Abastecimento Urbano de Água, 2015.

BICUDO, C. E. M.; TUNDISI, J. G.; SCHEUESTUHL, M. C. B. Síntese.In: BICUDO, C. E. M.; TUNDISI, J. G.; SCHEUENSTUHl, M. C. B., orgs. Águas do Brasil: análises estratégicas. São Paulo: Instituto de Botânica, 2010. p. 219 – 221.

BRASIL.Ministério da Saúde. Portaria nº 2914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.

______. Ministério da Saúde. Portaria nº 518, de 25 de março de 2004.Estabelece os procedimentos e responsabilidades relativos ao controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade, e dá outras providências. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 26 mar. 2004. Seção 1, p. 266-270.

CNRH - Conselho Nacional de Recursos Hidricos. Disponível em:www.cnrh.gov.br

CONAMA. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução CONAMA 357/05, de 17 de marco de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento bem como estabelece condições padrões de lançamento de efluentes e dá outras providências. Disponível em:< http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res05/res35705.pdf >

PORTO, M. F. A; PORTO, R. L. L. Gestão de Bacias Hidrográficas. Estudos Avançados. Vol. 22, n.63.São Paulo, 2008.

REBOUÇAS, A. C. Água e Desenvolvimento Rural. Estudos Avançados.Vol. 15, n. 43. São Paulo, 2001.

REBOUÇAS, A. C.1988. Ground water in Brazil.Episodes 11(3): 209-214.

TUCCI, C. E. M. Gestão da água no Brasil. Brasília: UNESCO, 2001. 156p.

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO.Acervo Digital. Redefor Módulo IV. Disciplina 08. Tema 1. Box 1.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-051

Apontamentos

  • Não há apontamentos.