Avaliação Espacial da Qualidade da Água da Bacia Hidrográfica do Rio Araçuaí – Minas Gerais / Water Quality Assessment of the Aracuai River Basin - Minas Gerais state

Fabianna Resende Vieira, Cristiano Christofaro

Resumo


O monitoramento da qualidade da água é um dos principais instrumentos de gestão de recursos hídricos, possibilitando a avaliação dos efeitos das atividades antrópicas nos parâmetros de qualidade das águas, de modo a embasar ações de recuperação ambiental. O presente estudo objetivo avaliar as concentrações de parâmetros físico-químicos nos cursos d'água da bacia do Rio Araçuaí-MG, considerando os dados de sete estações de monitoramento levantados pelo IGAM-MG, no período de 1998 a 2018. Os resultados dos testes Kruskal-Wallis e post hoc indicam que as sub-bacias dos rios Fanado e Setubal devem ser consideradas prioritárias para conter a degradação da qualidade das águas do rio Araçuaí.


Palavras-chave


Monitoramento, qualidade da água, parâmetros de qualidade, estatística ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


Barreto, L. V.; Fraga, M. S.; Barros, F. M.; Rocha, F. A.; Amorim, J. S.; Carvalho, S. R.; Bonomo, P.; Silva, D. P.; 2014. Relationship between stream flow and water quality in a riversection. Revista Ambiente & Água. ISSN:1980-993X DOI:10.4136/1980-993X.

Costa, E.P., Pinto, C.C., Soares, A.L.C. et al. Evaluationofviolations in waterquality standards in themonitoring network of São Francisco River basin, the thirdlargest in Brazil. Environ Monit Assess 189, 590 (2017).

CUNHA, D. G.F.; CALIJURI, M. C. Análise probabilística de ocorrência de incompatibilidade da qualidade da água com o enquadramento legal de sistemas aquáticos – estudo de caso do rio Pariquera-Açu (SP). Revista de Engenharia Sanitária e Ambiental, v.15, n.4, p.337-346, 2010.

Groppo, J. D., 2005. Estudo de tendências nas séries temporais de qualidade de água de rios do estado de São Paulo com diferentes graus de intervenção antrópica. Piracicaba, SP. Escola Superior de Agricultura da USP, 2005.

IDE-SISEMA. Infraestrutura de Dados Espaciais - Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Disponível em: http://idesisema.meioambiente.mg.gov.br/. Acesso em: 12 mai 2019

IGAM - Instituto Mineiro de Gestão das Águas. Relatório de Monitoramento das Águas Superficiais da Bacia do Rio Jequitinhonha, 2017. Disponível em: . Acesso em: 11 mai. 2019.

Liu, A.J., Tong, S.T.Y., Goodrich, J.A., 2000. Land use as a mitigationstrategy for thewater-qualityimpactsof global warming: a scenarioanalysisontwowatersheds in the Ohio River Basin. Environ. Eng. Policy2 (2), 65–76.

Menegasse, L. N.; Oliveira, F. R.; Mourão, M. A. A.; Duarte, U.; Castro, R. E.; DINIZ, A. M. A.; ELMIRO, M. A. T.; PEREIRA, P. B.; DINIZ, H. N., 2003. HIDROQUÍMICA DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS DO MÉDIO JEQUITINHONHA, MINAS GERAIS, BRASIL. Hidrogeologia. ISSN: 1676-0099. Biblioteca Digital de Periódicos, UFPR.

PINTO, M. C. F. Manual medição in loco. Site da CPRM, 2007. Disponivel em: . Acesso em: 13 mar. 2020.

R Core Team (2019). R: A languageandenvironment for statisticalcomputing. R Foundation for StatisticalComputing, Vienna, Austria. URL https://www.R-project.org/.

TUNDISI, J.G.; MATSUMURA-TUNDISI. T. Recursos hídricos no século XXI. São Paulo: Oficina de Textos, 2011. p. 328.

Trindade, A. L. C.; Almeida, K. C. B.; Barbosa, P. E.; Oliveira, S. M. A. C., 2016. Tendências temporais e espaciais da qualidade das águas superficiais da sub-bacia do Rio das Velhas, estado de Minas Gerais. Eng. Sanit. Ambient. vol.22 no.1 Rio de Janeiro Jan./Feb. 2017 E pub Oct 13, 2016. ISSN 1809-4457

ZHOU, P.; HUANG, J.; PONTIUS, R. G.; HONG, H. New insight intothecorrelationsbetweenland use andwaterquality in a coastalwatershedof China: Does point sourcepollutionweaken it? Science ofthe Total Environment. v. 543, p. 591–600, nov. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-017

Apontamentos

  • Não há apontamentos.