Efeito do tráfego de um trator com rodado simples e duplo nas propriedades físicas de um Latossolo Vermelho em diferentes sistemas de manejo / Traffic effect of a tractor with single and double wheels on the physical properties of aRed Latosol (Oxisol) in different management systems

Valéria Testa, Cícero Ortigara, Lucas Aquino Alves, Lucas Roberto Perin, Vanderlei Rodrigues da Silva

Resumo


A compactação do solo pode ser definida como um aumento da densidade do solo e consequente redução da porosidade do solo, sendo uma das formas de degradação da estrutura física do solo mais estudada atualmente. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do tráfego do trator com diferentes rodados, simples e duplo, nas propriedades físicas do solo e nos diferentes tipos de uso e manejo do mesmo. O trabalho foi conduzido no município de Santo Antônio do Planalto- RS, o solo é classificado como Latossolo Vermelho distrófico, argiloso. Os tratamentos consistiram em passadas únicas com um trator agrícola, inicialmente equipado com rodado simples e posteriormente com rodado duplo e uma área sem tráfego, nos diferentes sistemas de manejo: i) sistema plantio direto continuo (SPD); ii) sistema plantio direto escarificado a um ano (SPD+E); iii) sistema plantio direto escarificado recente (SPD+ER). Posteriormente coletaram-se amostras de solo indeformadas para realização das análises de porosidade total, macroporosidade e ensaio de pressão de pré-consolidação. Os resultados demonstraram que o rodado simples foi o que causou maiores danos ao solo e o rodado duplo pode ser uma estratégia para evitar a compactação. Porém, ambos os rodados diminuem a porosidade total do solo, principalmente onde foi escarificado. Quando utilizado o rodado simples os valores da pressão de pré-consolidação aumentam.


Palavras-chave


Compactação, Escarificação, Sistema Plantio Direto.

Texto completo:

PDF

Referências


Assis, R. L. de; & Lanças, K. P. Avaliação da compressibilidade de um Nitossolo Vermelho distroférrico sob sistema plantio direto, preparo convencional e mata nativa. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, p. 507-514, 2005.

CAMARA, R.K.; KLEIN, V.A. Escarificação em plantio direto como técnica de conservação do solo e da água. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.29, p.789-796, 2005.

Debiasi, H. et al. Capacidade de suporte e compressibilidade de um argissolo, influenciadas pelo tráfego e por plantas de cobertura de inverno. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, p. 2629-2637, 2008.

DIAS JUNIOR, M. S.; PIERCE, F. J. O processo de compactação do solo e sua modelagem. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 20, p. 175-182, 1996.

EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA, Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de Métodos de Análise de Solo. 2ª edição. Rio de Janeiro: Embrapa solos, 1997. 212 p.

KOCHHANN, R. A.; DENARDIN, J. E. Implantação e manejo do sistema plantio direto. EMBRAPA-CNPT, Passo Fundo, 2000. 36p.

KELLER, T.; Lamandé, M. Challenges in the development of anaytical soil compaction models. Soil & Tillage Research, v. 111, p. 54-64, 2010.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Secretaria da Agricultura, Secção de Geografia, 1961, 38 p.

SANTOS, H. G. et al. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2006. 306p.

SECCO, D. et al. Produtividade de soja e propriedades físicas de um Latossolo submetido a sistemas de manejo e compactação. Revista Brasileira de Ciência do Solo. Viçosa, v. 28, n. 5, p. 797-804, 2004.

SILVA, R. B.; LANÇAS, K. P.; MASQUETTO, R. J. Consolidometro: Equipamento pneumático-eletrônico para avaliação do estado de consolidação do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 31, p. 617-615, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-014

Apontamentos

  • Não há apontamentos.