Avaliação cinética da utilização de Hidrocotyle ranunculoides L. no pós-tratamento de efluente de frigorifico / kinetic evaluation of the use of Hidrocotyle ranunculoides L. in the post-treatment of slaughterhouse effluent

Débora Cristina de Souza, Sonia Barbosa de Lima, Matheus Bueno Patrício, Ana Paula Peron

Resumo


Este trabalho tem como objetivo avaliar um sistema de leitos cultivados nos pós tratamento do efluente de frigorífico utilizando a macrófita aquática Hidrocotyle ranunculoides L. avaliando a remoção e a cinética de DQO e fósforo total. Em escala de bancada foram montados recipientes com um litro de efluente recém coletado no frigorífico. O tempo de detenção total do efluente do frigorífico no sistema de tratamento foi de 48 horas, com amostragem no período de 3, 6, 12, 24 e 48 horas e foram analisados quanto a concentração de fosforo total, temperatura, potencial hidrogeniônico (pH) e DQO (Demanda Química de Oxigênio). O pH variou de 7,85 para até 8,3, esta característica básica do meio pode ser a explicação para os resultados obtidos quanto a variação da DQO (45,9%) e do P total foi de 94%. O coeficiente de correlação (R2) obtido para DQO foi 0,5077 e do fosforo total 0,863. Os valores de k foram -0,015 e -0,012 para DQO e Fósforo Total, respectivamente. O valor encontrado para a equação ajustada de DQO neste trabalho não foi satisfatório quando comparado com outros trabalhos. Apesar disto, não se deve descartar Hidrocotyle ranunculoides neste tipo de tratamento, mas sua utilização deve ocorrer em conjunto com outras espécies.


Palavras-chave


fitotratamento, leitos cultivados, macrófitas aquáticas

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil, M. S.; Matos, A. T.; Soares, A. A. Plantio e desempenho fenológico da taboa (Thypha sp.) utilizada no tratamento de esgoto doméstico em sistema alagado construído. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, v.12, p.266-272, 2007

CETESB. Significado ambiental e sanitário das variáveis de qualidade das águas e dos sedimentos e metodologias analíticas e de amostragem. Secretaria do Meio Ambiente. Governo de São Paulo.2009. http://www.cetesb.sp.gov.br/userfiles/file/agua/aguas-superficiais/variaveis.pdf < acessado dia 22 de maio de 2015 as 22:45 >

Chagas, Renata C., Matos, Antonio T. de, Cecon, Paulo R., Monaco, Paola A. V. Lo, & França, Luis G. F. (2011). Cinética de remoção de matéria orgânica em sistemas alagados construídos cultivados com lírio amarelo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 15(11), 1186-1192.

COLARES, C.J.G.; SANDRI, D.; BARBOSA, L.S.; CARVALHO, E.H. Tratamento de esgoto com tanques sépticos seguidos de leitos cultivados: remoção de matéria orgânica, coliformes e sólidos. Revista Educação & Mudança, n.22. 2009.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução 357: Classificação dos corpos de água. Ministra Marina Silva. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 2005. 23 p.

DINARDI, A. L. Fitorremediação. FÓRUM DE ESTUDOS CONTÁBEIS, 3. 2003, Rio Claro. Anais... São Paulo: Faculdades Integradas Claretianas. 2003. p. 1-14.

EATON, A.D.; CLESCERI, L.S.; RICE, E.W.; GREENBERG, A.B. (Ed.). Standard methods for the examination of water and wastewater. 21st ed. Washington: American Public Health Association, American Water Works Association and Water Environment Federation, 2005.

Fia, R.; Matos, A. T.; Fia, F. R. L.; Matos, M. P.; Lambert, T. F.; Nascimento, F. S. Desempenho de forrageiras em sistemas alagados de tratamento de águas residuárias do processamento do café. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.14, p.842-847, 2010.

Freitas, W. S. Desempenho de sistemas alagados construídos, cultivados com diferentes espécies vegetais, no tratamento de águas residuárias da suinocultura. Viçosa: UFV, 2006, 159p. Tese Doutorado

GANSKE, CATIA C. F.; ZANOTELLI, CLAIR T. Estudo de filtro de zonas de raízes como tratamento complementar de esgoto doméstico para comunidades rurais. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. 24, 2007, Belo Horizonte.

IWA – Specialist Groupon Use of Macrophytes in Water Pollution. Constructed Wetlands for Pollution Control: Processes, Performance, Design and Operation. Scientificand Technical Report. n. 8. London, England: IWA Publishing. 2000.

Kincanon, R.; McAnally, A. S. Enhancing commonlyused model predictions for constructed wetland performance: as-built design considerations. Ecological Modelling, v.174, p.309-322, 2004.

LEVENSPIEL, O. Engenharia das reações químicas. Tradução da 3ª ed. Americana. Editora Edgard Blücher LTDA. 2000. MARIA, R. R. Avaliação da eficácia no tratamento de efluentes líquidos em frigorificos. 2008. 71 f. Trabalho de Conclusão de curso em Engenharia Ambiental - União Dinâmica de Faculdades Cataratas. Foz do Iguaçu, 2008.

LACASTRO, J. K.; SOUZAD.C.; LIMA, S.B. Tratamento dos esgotos sanitários gerados na Univrsidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Mourão – por zonas de raízes. Anais: Simpósio Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2012, 1 CD –ROM.

LORENZETT, D. B.; ROSSATO, M.V. A gestão de Resíduos em Postos de Abastecimento de Combustível – Revista de Gestão Ambiental. Ponta Grossa –

Paraná - Brasil/ v.06, n.02: p.110 – 125 – 2010.

NAIME, Roberto; GARCIA, Ana C. Utilização de Enraizadas no Tratamento de Efluentes Agroindutriais. Estudos Tecnológicos em Engenharia, São Leopoldo, v. 1, p. 2-20, jul-dez. 2005.

OLGUÍN, Eugenia J.; SÁNCHEZ-GALVÁN, Gloria. Aquatic phytoremediation: Novel insights in tropical and subtropical regions”, Pure Appl. Chem., USA v. 82, n. 1, p.27-38, Janeiro/2010. doi:10.1351/PAC-CON-09-02-13

ORMONDE, V. S. da S. Avaliação de 'Wetlands' Construídos no Pós tratamento de Efluente de Lagoa de Maturação.2012. 96 f. Mestrado em Engenharia de Edificações e Ambiental - Universidade Federal de Mato Grosso. Faculdade De Arquitetura, Engenharia E Tecnologia Programa De Pós-Graduação Em Engenharia De Edificações E Ambiental. Cuiabá, 2012.

PACHECO, J. A. S.; WOLFF, D. B. Tratamento dos efluentes de um frigorífico por sistema australiano de lagoas de estabilização. Disc. Scientia. Série: Ciências Naturais e Tecnológicas, v.5, p.67-85, 2004

. PARDI, M. C.; SANTOS, I. F.; SOUZA, E. R.; PARDI, H. S. Ciência, higiene e tecnologia da carne. Goiânia, ed: 2 UFG; v.1 p. 624, 2006.

PHILIPPI, L. S. & SEZERINO, H. P. Aplicação de sistemas tipo wetlands no tratamento de águas residuárias: utilização de filtros plantados com macrófitas. 1ª ed. Florianópolis/SC. Ed. do Autor 2004. 144p

PINTO, A.C.A.; RODRIGUES, L.S.; OLIVEIRA, P.R.; SPERLING, M.V.; CRISÓTOSTOMO, C.M.; SILVA, I.J. Eficiência de lagoas de polimento no pós-tratamento de reator UASB no tratamento de águas residuárias de suinocultura. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec, vol.66, n.2. Belo Horizonte, 2014.

Rousseau, D. P. L.; Vanrolleghem, P. A.; Pauw, N. D. Model-based design of horizontal subsurface flow constructed treatment wetlands: A review. Water Research, v.38, p.1484-1493, 2004

SALATI, E.; SALATI FILHO, E.; SALATI, E. Utilização de sistemas de wetlands construídas para tratamento de águas. Instituto Terramax - Consultoria e Projetos Ambientais LTDA. Piracicaba. P. 1-23. Abril de 2009.

SCRAGG, ALAN, Environmental Bioechnology, second edition. Oxford.2007. p

Valentim, M. A. A. Desempenho de leitos cultivados ("construtedwetland") para tratamento de esgoto: contribuições para concepção e operação. Campinas: UNICAMP/FEAGRI, 2003. 210p. Tese Doutorado

VYMAZAL, jan.; KRÖPFELOVÁ, Lenka. Removal of nitrogen in constructed wetlands with horizontal sub-surface flow: a review. Wetlands, Netherlands, v. 29, n.4, p.1114-1124, dezembro/2009




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n3-013

Apontamentos

  • Não há apontamentos.