Rio Grande do Sul - REC 101: épocas de semeadura para genótipos de soja / Rio Grande do Sul - REC 101: sowing times for soybean genotypes

Lília Sichmann Heiffig del Aguila, Tatielen de Fátima Marafão Caputo, Rafael Kunh Gehling, Francisco de Jesus Vernetti Junior, Juan Saavedra del Aguila

Resumo


Altas produtividades só são obtidas quando as condições ambientais são favoráveis em todos os estádios de crescimento da soja, dentro das principais práticas culturais a serem consideradas visando o melhor desenvolvimento da cultura da soja estão: a semeadura na época recomendada para a região de produção e, a escolha das cultivares mais adaptadas a essa região. Neste sentido, a presente pesquisa teve por objetivo encontrar combinações ótimas de cultivares e épocas de semeadura quando cultivada na Região de Aptidão Edafoclimática (REC) 101. Foram avaliados 12 genótipos e cultivares de soja, Fepagro 36 RR, CD 2590 IPRO, PEL BR106005, BMX Apolo RR, BRS 246 RR, TMG 7060 IPRO, CD 2610 IPRO, BRS PAMPA RR, TEC IRGA 6070 RR, PF 103251, BMX Potência RR e DM 6458 RSF IPRO, em experimento conduzido em área experimental da Embrapa Clima Temperado, na Estação Terras Baixas, em Capão do Leão/RS, em duas épocas de semeadura. O experimento foi conduzido em blocos casualizados, com três repetições. Foram avaliados os seguintes caracteres: fenologia (nº de dias a partir da emergência até atingir os estádios de desenvolvimento R1-início da floração) e produtividade de grãos na umidade-padrão de 13%. Os efeitos estatisticamente significativos pelo teste F aplicado à análise de variância foram analisados pelo teste de Tukey a 5%. De forma preliminar, conclui-se que existem genótipos de soja que mantêm estabilidade de produtividade independente da época de semeadura quando submetidos a estresses de ambiente e; que fatores como excesso hídrico no solo podem influenciar para que a época considerada adequada para a semeadura da soja não seja a ideal para melhores produtividades.

Palavras-chave


Glycine max (L.) Merrill, fotomorfogêneses, terras baixas, ambiente de produção, Bioma Pampa.

Texto completo:

PDF

Referências


CÂMARA, G.M.S. Efeito do fotoperíodo e da temperatura no crescimento, florescimento e na maturação de cultivares de soja (Glycine max (L.) Merril). 1991. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1991.

FOLONI, J.S.S.; CARNEIRO, G.E.S.; PIPOLO, A.E.; MELO, C.L.P.; GOMIDE, F.B.; GARCIA, R.A.; ARIAS, C.A.A.; OLIVEIRA, M.F.; MOREIRA, J.U.V. Macrorregião Sojícola 1: Época de Semeadura e População de Plantas para Cultivares BRS de Soja. In: VII Congresso Brasileiro de Soja, 2015, Florianópolis/SC. VII Congresso Brasileiro de Soja. Londrina/PR: Embrapa Soja, 2015. v. 1. p. 1-4.

HEIFFIG, L.S. Plasticidade da Cultura da Soja (Glycine max (L.) Merril) em diferentes arranjos espaciais. 2002. Dissertação (Mestrado) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ)/Universidade de São Paulo (USP), Piracicaba, 2002.

KASTER, M.; FARIAS, J.R.B. Regionalização dos testes de valor de cultivo e uso e da indicação de cultivares de soja – Terceira Aproximação. 2012, n.330. Londrina/PR: Embrapa Soja, 2012.

KERBAUY, G.B. Fisiologia Vegetal. 2019. 3ed. - Editora Guanabara Koogan – Rio de Janeiro, 2019.

KIIHL, R. A. de S.; ALMEIDA, L. A. de; KASTER, M.; MIRANDA, L. C.; ARIAS, C. A. A.; TOLEDO, J. F. F. de; PÍPOLO, A. E.; GOMIDE, F. B.; YORINORI, J. T.; DOMIT, L. A.; CARNEIRO, G. E. de S.; VIEIRA, O. V. Cultivar de soja BRS 246 RR. 2004. In: REUNIÃO DE PESQUISA DE SOJA NA REGIÃO CENTRAL DO BRASIL, 26., 2004, Ribeirão Preto. Resumos... Londrina: Embrapa Soja: Fundação Meridional, 2004. p. 50-51. Embrapa Soja. Documentos, 234. 2004.




DOI: https://doi.org/10.34188/bjaerv3n2-022

Apontamentos

  • Não há apontamentos.