Desenvolvimento inicial de mudas de cajueiro irrigadas com diferentes tipos de águas / Initial development of cashew seedlings irrigated with different types of water

Ednaldo Barbosa Pereira Junior, Paloma da Silva Sousa, Daniel Elias Casimiro, Francisco de sales Oliveira Filho, Francisca Vitória Sousa Lima

Abstract


Este trabalho avaliou o desenvolvimento de mudas de caju, irrigadas com diferentes tipos de água. Este experimento foi instalado e conduzido no viveiro de mudas do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Pa­raíba, Campus – Sousa. O delineamento experimental utilizado foi blocos completamente casualizados, com cinco tratamentos e quatro repetições. A parcela experimental foi composta por quatro plantas e ao todo foram 5 tratamentos. Os tratamentos foram: T1= água bruta, T=2: água dos sistemas de ar condicionados, T3= Combinação (50% de água do ar condicionado + 50% poço), T4= Combinação (50% de água do ar condicionado + 50% de efluente) T5 = (100% efluente). Aos 60 e 90 dias após a semeadura (DAS) foram avaliadas as características morfológicas (comprimento da parte aérea-CPA, diâmetro do caule-DC ,  número de folhas –NF,  matéria fresca e seca da parte aérea e os valores de pH e os teores de fósforo, potássio e sódio no solo. O diâmetro do colmo irrigado com 100% da água dos sistemas de ar condicionado enquanto que números de folhas, matéria verde e seca da parte aérea com 100% efluente agroindustrial. A água do sistema de ar condicionado induziu a redução do pH próximo a neutralidade e refletiu no menor acúmulo do íons sódio no solo.


Keywords


Reuso , nutrientes. Sustentabilidade

References


ALVAREZ V., V.H.; NOVAIS, R.F.; BARROS, N.F.; CANTARUTTI, R.B. & LOPES, A.S. Interpretação dos resultados das análises de solo. In: RIBEIRO, A.C.; GUIMARÃES, P.T.G. & ALVAREZ V., V.H., eds. Recomendação para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais. 5ª aproximação. Viçosa, MG, CFSEMG, 1999. 25-32p.

AYERS, R. S.; WESTCOT, D. W. A qualidade da água na agricultura. 2.ed. Campina Grande: UFPB, 1991. 153p.

CARNEIRO, P. T. et al. Sensibilidade do cajueiro anão precoce ao estresse salino na pré-floração. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v.2, n.2, p.150-155, abr./jun. 2007.

CARNEIRO, P. T. et al. Sensibilidade do cajueiro anão precoce ao estresse salino na pré-floração. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v.2, n.2, p.150-155, abr./jun. 2007.

CUNHA, Ananda Helena Nunes. O reúso de água no brasil: a importância da reutilização de água no país. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, vol.7, N.13; 2011 Pág. 1225 à 1248.

DUARTE, A. S. R.; AIROLDI, P. S.; FOLEGATTI, M. V.;. BOTREL, T. A.; SOARES, T. M. Efeitos da aplicação de efluente tratado no solo: pH, matéria orgânica, fósforo e potássio1R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v.12, n.3, p.302–310, 2008.

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Manual de métodos de análise de solo, Centro Nacional de Pesquisa de Solos, 2ª ed. Rev. atual, Rio de Janeiro, 1997.

FERREIRA, D. F. Sisvar: um programa para análises e ensino estatístico. Revista Científica Symposium, v. 6, n. 2, p. 36-41, 2008.

FERREIRA, D. F. Sisvar: um programa para análises e ensino estatístico. Revista Científica Symposium, v. 6, n. 2, p. 36-41, 2008.

HERPIN, U.; GLOAGUEN, T.V.; FONSECA, A.F.; MONTES, C.R.; MENDONÇA, F.C.; PIVELI, R.P.; BREULMANN,G.; FORTI, M.C. & MELFI, A.J. Chemical effects on the soil–plant system in a secondary treated wastewater irrigated coffee plantation - A pilot field study in Brazil. Agric. Water Manag., 89:105-115, 2007.

LEAL, R.M.P.; HERPIN, U.; FONSECA, A.F.; FIRME, L.P.; MONTES, C.R. & MELFI, A.J. Sodicity and salinity in a Brazilian Oxisol cultivated with sugarcane irrigated with wastewater. Agric. Water Manag., 96:307-316, 2009.

LIMA, V. P. M. S. Botânica do cajueiro. In: LIMA, V. P. M. S. (Org.). A cultura do cajueiro no Nordeste do Brasil. Fortaleza: BNB/ETENE, 1988a. p. 15-61.

LOPES, T. C.; KLAR, A. E. Influência de diferentes níveis de salinidade sobre aspectos morfofisiológicos de mudas de Eucalyptus urograndis. Irriga, Botucatu, v.14, n.1, p.68-75, jan./mar. 2009.

MATOS, A.T. Tratamento e aproveitamento agrícola de resíduos sólidos. Viçosa, MG: Ed. UFV, 2014. 241p.

MORELLI, Eduardo Bronzatti. Reuso de água na lavagem de veículos. Dissertação. 107 fls. São Paulo, 2005. p. 4.

NETO, P. F., VEIGA, P. G. A.; FORTES, N. L. P.; TARGA, M. N.; GADIOLI, J. L.; PEIXOTO,P. H. M. Alterações químicas do solo e produção de aveia fertilizada com água residuária do tratamento de esgoto sanitário. Rev. Ambient. Água v. 8, p. 71 -83 , (suplemento) Taubaté, 2013.

NETO, J. F., DE QUEIRÓS M. M. F., NOBRE, R. G., PEREIRA JUNIOR, E. B., SOUSA, J. C. ,. SOUSA, J. X. Caracterização físico-química e microbiológica da beterraba irrigada com efluente agroindustrial. Rev. de Agroecologia no Semiárido, v. 1, n.1, p.13 - 23, 2017.

NÓBREGA, E. P.; SARMENTO, M. I. A.; RODRIGUES, M. L. M.; OLIVEIRA, P. R. R.; NETO, J. F.; MARACAJÁ, P. Desenvolvimento inicial de mudas de goiabeira irrigadas com diferentes tipos de água. Revista de agroecologia no Semiárido, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 01-09, jan. 2017.

PEREIRA JUNIOR, et al. Quantidade e qualidade da água dos aparelhos condicionadores de ar no ifpb Campus Sousa, pb.. Revista de Agroecologia no Semiárido, v. 1, n. 1, p. 1-12, abr. 2017.

PUSHARD, T. S., The State of Rainwater Harvesting In The U.S. On Tap , pp. 20-22, 2008.

SOUSA, A. B. O. et al. Desenvolvimento inicial do clone BRS 275 de cajueiro sob irrigação com diferentes níveis salinos. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v.4, n.3, p.166-171, jul./set. 2011.

TORRES, E. C. M.; FREIRE, J. L. O.; OLIVEIRA, J. L. DE.; BANDEIRA, L. B.; MELO, D. A. DE.; SILVA, A. L. DA.; Biometria de mudas de cajueiro anão irrigadas com águas salinas e uso de atenuadores do estresse salino. Nativa, Sinop, v. 02, n. 02, p. 71-78, abr./jun. 2014

VIDAL, M. D., & XIMENES, L. J. Comportamento recente da fruticultura nordestina: área, valor da produção e comercialização. Caderno Setorial ETENE , pp. 18-26., 2016.




DOI: https://doi.org/10.34115/basr.v2i2.433

Refbacks

  • There are currently no refbacks.