ICMS ecológico nas finanças dos municípios de Rondônia / Ecological ICMS in the finances of the municipalities of Rondônia

Alexandre de Freitas Carneiro, Adriano Piarete Chincoviaki, Ademir Luiz Vidigal Filho

Abstract


O objetivo principal dessa pesquisa é analisar a distribuição referente aos aportes de recursos financeiros do ICMS Ecológico nos municípios rondonienses, entre os anos de 2013 a 2016. Para isso, realizou-se um estudo bibliográfico e documental para identificar as informações necessárias sobre o assunto, foi analisado o anexo único da resolução conjunta de cada ano proposto e aplicado o índice referente ao ICMS Ecológico no montante da cota-parte do ICMS repassado pelo Estado. As descobertas apontam que foi distribuído de ICMS Ecológico um total de R$ 151.369.296,91 no período proposto. Dos 52 municípios rondonienses, 17 não receberam esses repasses. O estudo aponta a cidade de Guajará-Mirim como a maior recebedora desses recursos com 24,28% do total distribuído e do outro lado fica com o menor valor repassado a cidade de Ariquemes com apenas 0,002% do valor no mesmo período.


Keywords


ICMS Ecológico; Gestão Ambiental Pública; Municípios.

References


ARAÚJO, M. B. C. Conhecimento, gestão e aplicação do ICMS ecológico: um estudo em Cacoal/RO. 2013. 31 f. Artigo (Bacharelado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Rondônia, Cacoal, 2014.

Disponível em: . Acesso em: 22 mar. 2018.

BASSANI, M. L. O ICMS-Ecológico: critérios legais. Caderno de Pós-Graduação em Direito/UFRGS. v. VII, n. 1, 2012. Disponível em:

. Acesso em: 27 set. 2017.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em:

. Acesso em: 02 out. 2017.

_________. Lei Complementar nº. 41, de 22 de Dezembro de 1981. Cria o Estado de Rondônia, e dá outras providências. Disponível em:

. Acesso em: 17 abr. 2018.

FRANCO, C. A. O. Município e questão socioambiental: bases jurídicas para uma gestão local sustentável. Curitiba: Juruá, 2009.

FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE).

Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2018.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOMES, E. A importância da utilização do ICMS Ecológico pelos estados. Diálogos multidisciplinares (PR) v. 1, n. 2 p. 1–14 out., 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2017.

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA. Secretaria de Finanças. Índice de

participação dos municípios – IPM. Disponível em:

. Acesso em: 22 set. 2017.

LOUREIRO, W. O ICMS ecológico na biodiversidade: Experiências de Brasil – Caso de Paraná. [2016]. Disponível em:

Acesso em: 15 out. 2017.

MATIAS, F. A história de Rondônia: conhecendo a fisiografia de Rondônia. s/d. Disponível em: . Acesso em: 17 mai. 2018.

MATIAS-PEREIRA, J. Governança no setor público. São Paulo: Atlas, 2010.

OLIVEIRA, T. V. M.; MURER, Y. C. O ICMS Ecológico e a implementação de políticas públicas ambientais no estado de Rondônia. Revista de Direito Público, Londrina, v. 5, n. 1, p. 185-216, abr. 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2017.

PARÁ (Estado). Lei nº. 7.638, de 12 julho de 2012. Dispõe sobre o tratamento especial de que trata o § 2º do art. 225 da Constituição do Estado do Pará. Disponível em:

. Acesso em: 18 mai. 2018.

PARANÁ (Estado). Lei Complementar nº. 59, de 01 de outubro de 1991. Dispõe sobre a repartição do ICMS, a que alude o art. 2º da Lei nº 9.491, de 21 de dezembro de 1990, aos municípios com mananciais de abastecimento e unidades de conservação ambiental. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2017.

PORTAL ICMS ECOLÓGICO. Histórico do ICMS-E no Brasil. Disponível em:

. Acesso em: 02 set. 2017.

POZZETTI, V. C.; CAMPOS, J. F. ICMS Ecológico: um desafio à sustentabilidade econômico ambiental no amazonas. Revista Jurídica. v. 2, n. 47, Curitiba, 2017. p. 251-276. Disponível em:

. Acesso em: 27 mai. 2018.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RAMALHO, L. Von S.; PASSOS, R. M. B. A eficácia do ICMS

ecológico como instrumento de política ambiental e o dever do estado quanto à sua

efetivação. s/d. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2018.

RIBEIRO, M. A. O princípio protetor-recebedor para preservar um bem

natural. Revista ECO 21. ed. 78, mai. de 2003. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2018.

RONDÔNIA (Estado). Lei Complementar nº. 115 de 14 de junho de 1994. Disciplina a distribuição das parcelas do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS, destinadas aos municípios. Disponível em:

. Acesso em: 20 out. 2017.

_________. Lei Complementar nº. 147 de 15 de janeiro de 1996. Altera e acrescenta dispositivos à Lei Complementar nº 115, de 14 de janeiro de 1994, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2017.

_________. Decreto nº. 11.908 de 12 de dezembro de 2005. Disciplina a coleta de dados, a metodologia de cálculo do valor adicionado e demais fatores de agregação para fins de apuração dos índices de participação dos municípios rondonienses no produto da arrecadação do ICMS. Disponível em: . Acesso em: 05 nov. 2017.

SABBAG, E. Manual de direito tributário. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

WENGLAREK, K. J.; GERIGK, W. ICMS Ecológico e as finanças municipais: um estudo de seu aporte financeiro nas regiões do estado do Paraná. In: Congresso Internacional de Administração. 25 a 29 de setembro, Ponta Grossa – Paraná, 2017. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2017.

WWF-Brasil. Efetividade de gestão das unidades de conservação no Estado de Rondônia.

WWF-Brasil, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Brasília: WWF-Brasil, 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 mar. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34115/basr.v2i2.398

Refbacks

  • There are currently no refbacks.