Uso da realidade virtual no controle da dor na sala da coleta na atenção primária: um relato de caso / Use of virtual reality in pain control in the primary care collection room: a case report

Antonio Sérgio Mathias, Fernanda Klein Gomes, Marta Lisiane Pereira Pinto de Carvalho

Resumo


É habitual o desconforto na hora de realizar o procedimento da coleta de sangue para realizar um exame, principalmente em crianças, gerando ansiedade, medo e tensão. Diante desse contexto, muitos laboratórios particulares passaram a investir na tecnologia dos óculos de realidade virtual (RV) em sala de exame de sangue, viabilizando uma experiência que seja menos estressante para o paciente e para o profissional que realiza o procedimento. Entende-se que a utilização da RV pode integrar e aprimorar a assistência também em unidades básicas de saúde. Com o objetivo de analisar a eficácia dessa intervenção não farmacológica inédita no manejo da dor e da ansiedade na atenção básica, este trabalho trata-se de um relato de caso realizado durante a coleta de sangue de uma criança de 5 anos. A criança foi posicionada na maca com o auxílio da equipe de enfermagem e da acompanhante. Durante o procedimento foi utilizado os óculos de realidade virtual com um smartphone, apresentando vídeos lúdicos infantis. Para avaliar a dor, foi utilizada a escala de faces de Wong Baker, sendo aplicada em dois momentos: imediatamente antes da coleta sem a RV e após a utilização da RV. É notório a redução da ansiedade e do medo, facilitando a coleta de sangue para o profissional, paciente e o responsável.


Palavras-chave


Realidade Virtual, Sala De Coleta, Unidade Básica De Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Arame K, A Behboudi, Goldman RD. Virtual reality for pain and anxiety management in children. Can Fam Physician [Internet]. Ontario 2017 [cited 2019 Sept 15]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5729140/.

Koller D, Goldman RD. Distraction techniques for children undergoing procedures: a critical review of pediatric research. J Pediatr Nurs [Internet]. Toronto 2012 [cited 2019 Sept 15]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21925588.

Gold JI, Belmont KA, Thomas dA. The neurobiology of virtual reality pain attenuation. Cyberpsychol Behav [Internet]. Los Angeles 2007 [cited 2019 Sept 15]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17711362.

Atzori B, Hoffman HG, Vagnoli L, Patterson DR, Alhalabi W, Messeri A, Lauro GR. Virtual Reality Analgesia During Venipuncture in Pediatric Patients With Onco-Hematological Diseases. Front Physicol [Internet]. Florence 2018 [cited 2019 Sept 15]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30618938.

Nunes FdLdS. Realidade Virtual para saúde no Brasil: conceitos, desafios e oportunidades. SBEB [Internet]. Rio de Janeiro 2011 [citado 2019 Set. 15]. Disponível em: http://host-article-assets.s3-website-us-east-1.amazonaws.com/rbeb/5889fb8a5d01231a018b4694/fulltext.pdf.

Garra G, Singer AJ, Taira BR, Chohan J, Cardoz H, Chisena E, et al. Validation of the Wong-Baker FACES Pain Rating Scale in pediatric emergency department patients. Acad Emerg Med [Internet]. New York 2010 [cited 2019 Aug 09]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20003121.

Gandhi M, Thomson C, Lord D, Enoch S. Management of Pain in Children with Burns. Int J Pediatr [Internet]. Reino Unido 2010 [cited 2019 Sept 25]. Available in: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20885937.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv5n2-022

Apontamentos

  • Não há apontamentos.