A influência das atividades lúdicas na percepção de professores e alunos da escola municipal Professora Edneide Sales Campêlo – Alto Alegre/RR / The influence of recreational activities on the perception of teachers and students of the municipal school Professora Edneide Sales Campêlo - Alto Alegre/RR

Lenir Santos do Nascimento, Rosiane Maria Moura Silva Melo, Maria Cabral dos Santos, Marilene Kreutz de Oliveira, Erlânio Santos

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido na Escola Municipal Professora Edneide Sales Campelo, localizada no Município de Alto Alegre/RR, tendo como objetivo descrever como as atividades lúdicas influenciam na aprendizagem segundo a percepção de professores e alunos da referida Escola. Para se chagar aos resultados A abordagem utilizada nesta pesquisa foi de modelo qualitativo, por se tratar de uma investigação que tem como objetivo apenas analisar um contexto com a finalidade de compreender o fenômeno em sua linguagem natural modelo descritivo por se tratar de uma investigação que busca explicar a lógica de como acontece a aprendizagem com a utilização de atividades lúdicas. O modelo é do tipo não-experimental, pois o pesquisador teve como objetivo principal apenas observar a contribuição das atividades lúdicas para o processo de aprendizagem, usou-se como instrumento de coleta de dados a observação direta e a entrevista semiestruturada com alunos e professores do 1º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Professora Edneide Sales Campêlo. Com relação aos professores pode-se constatar através das respostas que as atividades lúdicas despertam na criança a afetividade, a criatividade e a sensibilidade tornando significativo o conviver social. E por se tratar de algo concreto, real, propicia ao aluno momentos de aprendizagem e contextualização, favorecendo o desenvolvimento novas aprendizagens, novas habilidade e competências, novos limites, regras e valores que passaram a fazer parte significativamente de sua vida. A observação realizada com os alunos também veio de encontro as respostas dadas pelos professores.


Palavras-chave


lúdico, aprendizagem, Alto Alegre/RR.

Texto completo:

PDF

Referências


BEAUCHAMP, J.; Pagel, S. D. e NASCIMENTO, A. R. (2007). Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade. (ORGS). Brasília – Ministério da Educação Básica.

DOHME, V. (2003). Atividades lúdicas na educação: O caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Petrópolis, Rj: Vozes.

DICIONÁRIO UNIVERSAL DA LÍNGUA PORTUGUESA. On-line – Puberan Informática e Texto. Editora, 1999-2000.

FERREIRA, A. B. H. Dicionário Aurélio Buarque de Holanda Ferreira da Língua Portuguesa, 2005.

LIMA M. K. da S. O uso dos jogos e brincadeiras na educação infantil: a visão dos professores e da família. Trabalho de Conclusão de Curso em Pedagogia (graduação), da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza-CE, 2018.

MALUF, A. C. M. Atividades lúdicas para a educação infantil: conceitos, orientações e práticas. Petrópolis, RJ: Vozes. (2008).

MALUF, A. C. M. M. (2009). Brincar: Prazer e aprendizado. 6ª edição. Petropólis, RJ: vozes.

MOURA, L.S.N. (2012). A contribuição do lúdico para melhoria do processo de ensino e aprendizagem dos alunos do 1° ano do ensino fundamental da Escola Municipal Professora Edneide Sales Campelo, Alto Alegre/Roraima/ Brasil. Dissertação de Mestrado submetida à Universidade Autónoma de Asunción - UAA, para a obtenção do título de Mestre em Ciencias de lá Educación. Asunción, 2011.

MASCARENHAS NETO, M. M. T. A importância do brincar na escola: uma forma lúdica de aprendizado. Universidade Tiradentes AL, 2020. Disponível em: https://openrit.grupotiradentes.com/xmlui/handle/set/3232 acesso: 08 de fevereiro de 2020

QUEIROZ, T. D. Dicionário Prático de Pedagógia. 1ª edição. São Paulo: Rideel, 2003.

RIZZI, L.; HAYDT, R. C. Atividades Lúdicas na Educação da Crianças. São Paulo: Ática, 2005.

SILVA, R. M. O lúdico como ferramenta facilitadora no processo ensino aprendizagem nas turmas de 1º ao 3º ano na escola presidente Emílio Garrastazu Médici – Itaíba – Pernambuco – Brasil. Dissertação Acadêmica de Mestrado em Ciência da Educação.Asunción, Paraguay, 2017.

STAREPRAVO, Ana Ruth. Jogando com matemática: números e operações..Curitiba: Aymará, 2009.

SMOLE, K. S., DINIZ, M. I, CANDIDO, P. Caderno do mathema, jogos de matemática de 1º ao 5º ano. Porto Alegre: Artimed, 2007.

Sampieri. R. H.; Collado, C. F.; Lucio. P. B. (2006). Metodologia de la Investigación. 4 ed, México: McGrawHill.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv5n2-007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.