Escolha de carteira de investimento: aplicação no mercado financeiro brasileiro / Choice of investment portfolio: application in the brazilian financial Market

Daiane Rodrigues Santos, Tuany Esthefany Barcellos de C. Silva, Campos Elias Suárez Villagrán, Tiago Costa Ribeiro, Marco Aurélio Sanfins

Resumo


Tomar decisões de alocação de recursos financeiros e gerir portifólios de investimentos são tarefas desafiadoras, principalmente devido à incerteza no mercado e vieses no comportamento humano relacionado a investimento e tomada de decisões. Risco é um fator intrínseco aos investimentos financeiros, o mesmo pode ser mitigado quando o gestor da carteira de investimentos escolhe ativos diferentes entre si em relação a um determinado prisma sobre os próprios ativos. O presente artigo aborda em seu cerne o binômio risco retorno e as escolhas ótimas dos agentes frente a estas variáveis. Neste estudo são apresentadas cinco carteira composta pela combinação dos 70 ativos, sendo elas carteira com pesos iguais, portfólio de tangência, de variância mínima e o portfólio de turnover (2,0). Para a comparação das performances das carteiras utilizamos como benchmark o Ibovespa. Como parte da análise, consideramos modelos de avaliação de risco/retorno com distorções comportamentais como as feitas na Teoria do Prospecto para o qual e utilizada a uma medida conhecida como “Prospect ratio”.  Como resultado, no período analisado, a carteira de Markowitz apresentou o melhor desempenho e a carteira de variância mínima o menor retorno acumulado.


Palavras-chave


Fronteira eficiente, carteira de investimento, risco, retorno financeiro

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Dermi. Sarney Convida Igrejas Cristãs para Diálogo sobre o Pacto. Folha de São Paulo, São Paulo, 22 out. 1985. Caderno econômico, p. 13.

CIBULSKIENÉ, Diana; BRAZAUSKAS, Martynas. A theoretical approach to quantitative downside risk measurement methods, Šiauliai University, Lithuania, 2016.

COGNEAU, Philippe; HÜBNER, Georges. The Prediction of Fund Failure through Performance Diagnostics* This version: June 15, 2014.

COGNEAU, Philippe; HÜBNER, Georges. The prediction of fund failure through performance diagnostics. Journal of Banking & Finance Volume 50, Pages 224-241, 2015.

FERREIRA, Rodrigo Andrade Ramos. Análise de Eficiência de Fundos de Investimento no Brasil: uma abordagem usando DEA e medida Ômega Dissertação de Mestrado, Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro, 2010.

LINDEN, Ricardo. Técnicas de Agrupamento. Revista de Sistemas de Informação da FSMA, n. 4 (2009) pp. 18-36.

MANGRAM, Myles E. A simplified perspective of the Markowitz portfolio theory, Global Journal of Business Research, SMC University, Switzerland, 2013.

MELLO, Luiz Antonio. A Onda Maldita: como nasceu a Fluminense FM. Niterói: Arte & Ofício, 1992. Disponível em: Acesso em: 13 out. 1997.

MERTEN, Daniel C. Extension of the Markowitz Portfolio Optimization to include diversification measures such as the Herfindahl Index and other means, Master Thesis, Eidgenössische Technische Hochschule Zürich, 2017.

MINGOTI, S. A. Análise de Dados Através de Métodos de Estatística Multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

NEVES, Roberta Braga; PEREIRA; Valdecy and COSTA; GOMES. Auxílio multicritério à decisão aplicado ao planejamento e gestão na indústria de petróleo e gás. Produção. 2015, vol.25, n.1, pp.43-53. Epub Sep 03, 2013.

OTT, Margot Bertolucci. Tendências Ideológicas no Ensino de Primeiro Grau. Porto Alegre: UFRGS, 1983. 214 p. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1983.

ROMA, Carolina Magda da Silva; IQUIAPAZA, Robert Aldo; FERREIRA, Bruno Pérez. Aplicação da Fronteira Eficiente por Meio das Técnicas de Bootstrapping e Monte Carlo: Uma Paralelização entre BM&FBovespa e Nyse a partir das principais ADRs Brasileira, Race Joaçaba, 2015.

SAVIANI, Demerval. A Universidade e a Problemática da Educação e Cultura. Educação Brasileira, Brasília, v. 1, n. 3, p. 35-58, maio/ago. 1979.

SCHWARTZMAN, Simon. Como a Universidade Está se Pensando? In: PEREIRA, Antonio Gomes (Org.). Para Onde Vai a Universidade Brasileira? Fortaleza: UFC, 1983. P. 29-45.

SILVEIRA, Thiago dos Santos. Uma Análise de Risco e Retorno: O Caso dos Fundos de Investimento Administrados pelo Banco Cooperativo Sicredi entre 2013 e 2017, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2018.

WAELCHLI, Boris. A Random Forests based Performance Ratio for Regulatory Asset Portfolio Management and Optimization, 2015.

WATANABE, Yasuaki. "Style Analyses of Desirable Hedge Fund Strategies for Actual Investors." (2009).




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv5n1-036

Apontamentos

  • Não há apontamentos.