Caracterização Física de Amostras de Rejeito de Mineração de Bauxita e Ouro/Physical Characterization of Bauxite and Gold Mining Tailing Samples

Helena Paula Nierwinski, Amanda Reus, Marcelo Heidemann, Edgar Odebrecht, Breno Salgado Barra, Daniel Hastenpflug, Yader Alfonso Guerrero Pérez

Resumo


A exploração mineral tem grande influência na economia brasileira. Apesar dos benefícios que o setor traz para a sociedade, como emprego e renda, há diversos problemas atrelados à destinação dos subprodutos gerados pelo beneficiamento dos minérios. Recentemente, acidentes decorrentes do rompimento de barragens utilizadas para disposição de rejeitos, levaram a discussões acerca da necessidade de desenvolver projetos mais seguros. A etapa inicial deste processo consiste em conhecer as características e o comportamento dos rejeitos de mineração. Este trabalho teve por objetivo caracterizar dois rejeitos de mineração, provenientes de minas brasileiras, de extração de bauxita e ouro. Foram realizados ensaios de caracterização: granulometria com sedimentação, limites de Atterberg, densidade real dos grãos e compactação em ambas as amostras. Para complementar a análise, as propriedades de compressibilidade dos materiais foram avaliadas, por meio de resultados de ensaios de adensamento. Ao final do estudo avaliaram-se os parâmetros encontrados para ambos os materiais analisados.


Palavras-chave


Rejeito de mineração, Caracterização, Ensaios de Laboratório, Geotecnia ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT (2016). NBR 6457: Amostras de solo – Preparação para ensaios de compactação e ensaios de caracterização. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 12 p.

ABNT (2016). NBR 6458: Grãos de pedregulho retidos na peneira de abertura 4,8 mm - Determinação da massa específica, da massa específica aparente e da absorção de água. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 13 p.

ABNT (2016). NBR 7180: Solo – Determinação do limite de plasticidade. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 7 p.

ABNT (2016). NBR 7182: Solo – Ensaio de compactação. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 13 p.

ABNT (1990). NBR 12007: Solo – Ensaio de adensamento unidimensional. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 15 p.

ABNT (2017). NBR 7181: Solo – Análise granulométrica. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 16 p.

ABNT (2017). NBR 6459: Solo – Determinação do limite de liquidez. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, 9 p.

Barreto, M. L. (2001) Mineração e desenvolvimento sustentável: desafios para o Brasil. CETEM, Rio de Janeiro, 215 p.

Bedin, J. (2010) Estudo de comportamento geomecânico de resíduos de mineração. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 207 p.

Chaves, A. P.; Peres, A. E. C. (2002) Teoria e prática do tratamento de minérios. Signus Editora, São Paulo, v.1, 2 ed.

Constantino, V. R. L.; Araki, K.; Silva, D. O.; Oliveira, W. (2002). Preparação de composto de alumínio a partir da bauxita: considerações sobre alguns aspectos envolvidos em um experimento didático. Química Nova, São Paulo, v. 25, p. 490-498.

Espósito, T.; Assis, A. (1999) Métodos probabilísticos acoplado ao método observacional aplicados a barragens de rejeito. Departamento Engenharia Civil/FT, Universidade de Brasília.

Figueiredo, M. M. (2007) Estudo de metodologias alternativas de disposição de rejeitos para a mineração cada de pedra - Congonhas/MG. Dissertação de Mestrado, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, 147 p.

IBRAM (2016). Gestão e manejo de rejeitos da mineração. Instituto Brasileiro de Mineração, Brasília, 1ed., 128 p.

Lade, R. S. (1978) Preparing test specimens using undercompaction. Geotechnical Testing Journal, Philadelphia, V1, n.1, p.16-23.

Lima, H. B. S.; Mendes, B. H. A.; Labor, J. S.; Barbosa, K. S. L.; Costa, D. S.; Banna, W. R. E.; Costa, D. S. (2020). Estudo da influência da sedimentação gravitacional da lama vermelha na resistência à chamas de compósitos poliméricos. Brazilian Applied Science Review, V: 4, nº 3, 1166-1173.

Nierwinski, H. P. (2013) Potencial de liquefação de resíduos de mineração estimado através de ensaios de campo. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 207 p.

Nierwinski, H. P. (2019) Caracterização e Comportamento Geomecânico de Rejeitos de Mineração. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 232 p.

Roenick, F. S. F. (2013) Extração de ouro contido em minério de baixo teor empregando pilhas de lixiviação com cianeto. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Engenharias Metalúrgica, Materiais e de Minas, Universidade Federal de Minas Gerais, 151 p.

Sánchez, L. E. (2007). Mineração e meio ambiente. In: Tendências tecnológicas Brasil 2015: geociências e tecnologia mineral. Rio de Janeiro: CETEM/MCT. p.196-213.

Sousa Pinto, C. (2006) Curso Básico de Mecânica dos Solos. Oficina de Textos. 363 p.

Thomé, R.; Passini, M. T. (2018). Barragens de rejeito de mineração: características do método de alteamento para montante que fundamentaram a suspensão de sua utilização em Minas Gerais. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, UNIOESTE/MRC, v.18, p. 49-65.

W. (2002). Preparação de composto de alumínio a partir da bauxita: considerações sobre alguns aspectos envolvidos em um experimento didático. Química Nova, São Paulo, v. 25, p. 490-498.

Espósito, T.; Assis, A. (1999) Métodos probabilísticos acoplado ao método observacional aplicados a barragens de rejeito. Departamento Engenharia Civil/FT, Universidade de Brasília.

Figueiredo, M. M. (2007) Estudo de metodologias alternativas de disposição de rejeitos para a mineração cada de pedra - Congonhas/MG. Dissertação de Mestrado, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, 147 p.

IBRAM (2016). Gestão e manejo de rejeitos da mineração. Instituto Brasileiro de Mineração, Brasília, 1ed., 128 p.

Lade, R. S. (1978) Preparing test specimens using undercompaction. Geotechnical Testing Journal, Philadelphia, V1, n.1, p.16-23.

Lima, H. B. S.; Mendes, B. H. A.; Labor, J. S.; Barbosa, K. S. L.; Costa, D. S.; Banna, W. R. E.; Costa, D. S. (2020). Estudo da influência da sedimentação gravitacional da lama vermelha na resistência à chamas de compósitos poliméricos. Brazilian Applied Science Review, V: 4, nº 3, 1166-1173.

Nierwinski, H. P. (2013) Potencial de liquefação de resíduos de mineração estimado através de ensaios de campo. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 207 p.

Nierwinski, H. P. (2019) Caracterização e Comportamento Geomecânico de Rejeitos de Mineração. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Escola de Engenharia de Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 232 p.

Roenick, F. S. F. (2013) Extração de ouro contido em minério de baixo teor empregando pilhas de lixiviação com cianeto. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Engenharias Metalúrgica, Materiais e de Minas, Universidade Federal de Minas Gerais, 151 p.

Sánchez, L. E. (2007). Mineração e meio ambiente. In: Tendências tecnológicas Brasil 2015: geociências e tecnologia mineral. Rio de Janeiro: CETEM/MCT. p.196-213.

Sousa Pinto, C. (2006) Curso Básico de Mecânica dos Solos. Oficina de Textos. 363 p.

Thomé, R.; Passini, M. T. (2018). Barragens de rejeito de mineração: características do método de alteamento para montante que fundamentaram a suspensão de sua utilização em Minas Gerais. Ciências Sociais Aplicadas em Revista, UNIOESTE/MRC, v.18, p. 49-65.

Tutmez, B. (2018). Bauxite quality classification by shrinkage methods. Journal of Geochemical Exploration, Turkey, v. 191, p. 22-27.

Vick, S.G. (1983) Planning, design and analysis of tailings dams. John Wiley & Sons, Inc., 369 p.

Zhang, Y.; Sun, M.; Hong. J. Han, X.; He, J.; Shi, W.; Li, X.. (2016). Environmental footprint of aluminium production in China. Journal of Cleaner Production, China, v. 133, p. 1242-1251.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n6-020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.