O uso do gallery walk na abordagem de conteúdos e avaliação de aprendizagem / The use of gallery walk in the content approach and learning assessment

Jaqueline Tavares Ribeiro de Oliveira, Luana Cristina Barbieri da Silva, Rafael Ceolato da Silva, Maélen Samara Bento, Brenda dos Santos Lau, José Augusto da Silva Neto, Ingridy Simone Ribeiro

Resumo


Os métodos de ensino devem acompanhar os objetivos almejados. Se o objetivo é tornar alunos proativos, necessita-se de metodologias que os envolvam. As metodologias ativas são pontos iniciais para o desenvolvimento destes processos, sendo a aprendizagem ativa quando o estudante interage com o conteúdo estudado, e não somente recebe as informações pelo professor. O Gallery Walk é um tipo de metodologia de cooperação que torna os alunos ativos no processo de aprendizagem. Como objetivo do trabalho, aplicou-se em duas salas do Ensino Médio esta metodologia como uma forma alternativa de abordagem de conteúdo e avaliação da aprendizagem dos alunos na disciplina de Biologia.  Constatou-se que este método auxilia não só os professores no desenvolvimento de conteúdo e verificação da aprendizagem, mas também os alunos na compreensão do mesmo e na possibilidade de experimentar habilidades pouco exploradas em sala, promovendo a cooperação e, mostrando a eles que, suas experiências e conhecimentos prévios são também importantes no processo de ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino-aprendizagem, método alternativo, prática ativa.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, U. F. A quarta revolução educacional: a mudança de tempos, espaços e relações na escola a partir do uso de tecnologias e da inclusão social. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, v. 12, p. 31-48, 2011.

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n. 2, p. 48-67, 2013.

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, 2011.

BORGES, T. S.; ALENCAR, G. Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante de ensino superior. Cairu em Revista, n. 4, p. 119-143, jul-ago 2014.

CANDAU, M. V. A didática em questão. Revista Visconde de Cairu. 9ª edição. Petrópolis: Editora Vozes, 1991.

CAPELLATO, P.; RIBEIRO, L. M. S.; SACHS, D. Metodologias Ativas no Processo de Ensino-Aprendizagem Utilizando Seminários como Ferramentas Educacionais no Componente Curricular Química Geral. Research, Society and Development, v. 8, n. 6, p 1-20, 2019.

DIESEL, A.; BALDEZ, A.; MARTINS, s.. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, v. 14, n. 1, p. 268-288, 2017.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia. São Paulo, Editora Paz e Terra, 2007.

GADOTTI, M.. Perspectivas atuais da educação. Revista São Paulo em Perspectiva, v. 14, n. 2, p. 3-11, 2000.

GARCÊS, B. Gallery Walk: Galeria de Ideias, 2015. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2019.

GONÇALVES, L. D. dos A. Aplicação do Método Gallery Walk em Disciplina do Curso Superior em Engenharia de Alimentos. In: GARCÊS, B. P. (Org.) Aprendizagem Centrada nos Estudantes no Ensino Superior, Uberlândia: Edibrás, 2018.

LEÃO, M. F. et al. Construção da galeria de ideias com mapas conceituais para estudar a abordagem CTS no ensino de ciências. In: Congresso Brasileiro de Química, 56, 2016, Belém, PA, Anais... Belém: CBQ, 2016, nº 9507. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2019.

MARTINEZ, I. G.; SANTOS, E. B. dos. Ensino de ciências por investigação e aulas de acompanhamento pedagógico: análise do processo de aprendizagem de um grupo de estudantes do ensino fundamental. Revista Brazilian Applied Science Review, Curitiba, v. 3, n. 3, p. 1640-1652, mai-jun 2019.

MORÁN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas: Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens, Ponta Grossa, v. 2, p. 15-33, 2015.

NOGUEIRA, R. S.; OLIVEIRA, E. B. A importância da Didática no Ensino Superior, 2011. Disponível em: . Acesso em 14 jul 2020.

PEREIRA, D. P.; GARCÊS, B. P.; PEREIRA, C. H. C. B. F. Criação de recursos midiáticos para o ensino em ciências agrárias. In: Seminário de Pesquisa e Inovação Tecnológica, 2, 2018. Uberlândia, MG, Anais... Uberlândia: SEPIT, 2018, nº 1. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2019.

PAIVA, M. R. F. et al. Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem: Revisão Integrativa. SANARE, Sobral, v. 15, n. 2, p. 145-153, jun-dez 2016.

PISCHETOLA, M.; MIRANDA, L. T. Metodologias ativas: uma solução simples para um problema complexo. Revista Educação e Cultura Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 16, n. 43, p. 30-56, 2019.

ROCHA, R. S.; CARDOSO, I. M. D.; MOURA, M. A. E. de. O uso do gallery walk como metodologia ativa em sala de aula: uma análise sistemática no processo de ensino-aprendizagem. Revista Sítio Novo, Palmas, v. 4, n. 1, p. 162-170, jan-mar 2020.

VALE, I., BARBOSA, A. O contributo de um Gallery Walk para a comunicação matemática. Revista Educação e Matemática, v. 149-150 , n. 1, p. 2-8, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n4-045

Apontamentos

  • Não há apontamentos.