Flotação seletiva para o reprocessamento de rejeitos provenientes do processo de lixiviação da Kinross Paracatu / Selective flotation for the reprocessing of waste from the leaking process of Kinross Paracatu

Marisa Bezerra de Mello Monte, Samantha Grisol, Thaís Ferreira Marks Brasil Duque, Pedro Alves Fenelon, Getulio Gomes de Oliveira Junior

Resumo


Neste trabalho apresenta-se um estudo preliminar de flotação para recuperar um rejeito proveniente do processo de lixiviação de ouro. Após processo de lixiviação (C.I.L.), este rejeito é direcionado a tanques de estocagem denominados tanques específicos, nos quais ficam armazenados sem destinação econômica. O recurso armazenado é cerca de 10M de toneladas, contendo teores de ouro e enxofre em torno de 1 g/t e 17%, respectivamente, com potencial de aumento de 15M de toneladas no LOM (Life Of Mine - vida útil da mina). Primeiramente, foi realizada uma flotação bulk de sulfetos e ouro, onde o efeito da concentração dos coletores foi avaliado, assim como o uso de coletores secundários para verificar a seletividade da pirita em relação à arsenopirita. A mistura dos coletores PAX e AERO 3471, em pH=4,0, mostrou-se eficiente para uma amostra do tanque específico. O uso de 80 g/t da mistura (1:1) propiciou um aumento significativo da recuperação de sulfetos e de ouro, 97% e 91%, respectivamente. O teor de enxofre no rejeito final foi igual a 2,64%. Uma boa seletividade da pirita em relação à arsenopirita foi obtida ao empregar o sulfato de cobre e o xantato, como sistema de reagentes, mantendo-se o potencial eletroquímico da polpa em 130 mV, obtendo-se produtos contendo 85% de pirita e teores de As menores que 0,5%.


Palavras-chave


reprocessamento, flotação, sulfetos.

Texto completo:

PDF

Referências


Bradshaw DJ, O'Connor CT. The flotation of pyrite using mixtures of dithiocarbamates and other thiol collectors. Minerals Engineering, 7 (5–6), 681-690, 1994.

Makanza AT, Vermaak MKG, Davidtz JC. The flotation of auriferous pyrite with a mixture of collectors. International Journal of Mineral Processing, (86); 85-93, 2008.

Mitrofanov SI, Kuz'kin AS, Filimonov VN. Theoretical and practical aspects of using combinations of collectors and frothing agents for sulphide flotation. Proceedings of 15th Congress International Metallurgical; Saint Ettienne, France. Vol.2, p. 65-73, 1985.

Monte MBM, Dutra AJB, Albuquerque Jr. CRF, Tondo LA, Lins FF. The influence of the oxidation state of pyrite and arsenopyrite on the flotation of an auriferous sulphide ore. Mineral Engineering, (15); 1113-1120, 2002.

Mu Y, Peng Y, Lauten RA. The depression of pyrite in selective flotation by different reagent systems – A Literature review, 96 (97); 143-156, 2016.

Muir A, Mitchell J, Flatman SR, Sabbagha C. A practical guide to re-treatment of gold processing residues. Minerals Engineering, (18); 811-824, 2005.

Valdiviezo E, Oliveira JF. Synergism in aqueous solutions of surfactant mixtures and its effect on the hydrophobicity of mineral surfaces. Minerals Engineering, (6); 655-661, 1993.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n4-043

Apontamentos

  • Não há apontamentos.