Análise dinâmica de capital de giro no segmento de comércio e distribuição de alimentos de 2014 a 2018 utilizando o modelo fleuriet / Dynamic analysis of working capital in the food trade and distribution segment from 2014 to 2018 using the fleuriet model

Clara Souza do Nascimento, Jane Costa de Menezes, Célio Gomes de Lima Junior, Douglas Willyam Rodrigues Gomes, Romerito da Silva Oliveira, Oscar Lourenço da Silva Neto

Resumo


Este artigo teve como objetivo classificar as empresas brasileiras de capital aberto do segmento de comércio e distribuição de alimentos de acordo com as diferentes estruturas patrimoniais das contas relacionadas ao capital de giro, dentro da ótica do modelo dinâmico de Michael Fleuriet. Com vistas a verificar se houve uma estrutura predominante nas companhias nacionais durante os anos de 2014 a 2018. Identificou-se três variáveis desse modelo: necessidade de capital de giro (NCG), capital de giro (CDG) e saldo de tesouraria (ST). A pesquisa de natureza quantitativa foi realizada através dados coletados das demonstrações financeiras das empresas listadas na (B3) do segmento de comércio e distribuição de alimentos. Os resultados encontrados identificaram que a companhia Carrefour apresentou uma estrutura financeira péssima (2014) e duas sólidas (2015 - 2018). A companhia Pão de Açúcar teve uma estrutura sólida (2014), uma de alto risco (2015) e três excelentes (2016 - 2018). Conclui-se que as duas empresas se encontram em condições financeiras favoráveis em virtude das oscilações do mercado nos dois primeiros anos.

Palavras-chave


Modelo Fleuriet, Alimento, Comércio.

Texto completo:

PDF

Referências


ABAD. Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados. Disponível em:

dor-cresce-07-em-2017-e-fatura-r-2598-bi/>. Acesso: 23 março 2019.

ABIA. Associação Brasileira da Indústria de Alimentos. Disponível em:

.abia.org.br/vsn/tmp_2.aspx?id=393 >. Acesso em 23 março 2019.

ABIEC. Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes - Jornal do Comércio. Disponível em: <(https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia

/2019/01/664414-brasil-se-consolida-como-maior-exportador-de-carne-bovina.html)>. Acesso em 24 março 2019.

ABRAS. Associação Brasileira de Supermercados. Disponível em:

www.abrasnet.com.br/clipping.php?area=20&clipping=63952> Acesso em 06 maio 2019.

ALMEIDA, M. A.; VALVERDE, A. R.; HORTA, E. D. Análise dinâmica segundo o modelo de Michel Fleuriet: o caso da empresa Ceming Distribuição S.A. XXIV Encontro Anual Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração _ ENANGRAD. Florianópolis, 2013.

ASSAF NETO, A. Estrutura e Análise de Balanços: um enfoque econômico-financeiro. 11. ed. São Paulo: editora Atlas, 2015.

______. Estrutura e análise de balanços: Um enfoque econômico-financeiro. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

______. Finanças corporativas e valor. 7ª. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

ASSAF NETO, Alexandre; SILVA, César Augusto Tiburcio. Administração do Capital de Giro. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2012.

______. Administração do Capital de Giro. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 2002.

BERK, J., Demarzo, P., & Harford, J. Fundamentos de Finanças Empresariais. Porto Alegre: Bookman, 2010.

BNDES. Relatório Perspectivas do Investimento 2015-2018 e Panoramas Setoriais. Disponível em . Acesso em 19 março de 2019.

BOMBAZAR, C.P.; RITTA, C.O. Análise financeira e de crédito. Criciúma, SC, UNESC, 2015.

BRAGA, R.; MARQUES, J. A. da C. Análise Dinâmica do Capital de Giro: O Modelo Fleuriet. Revista de Administração de Empresas (RAE), v.35, n.3, p. 49-63, maio/jun. 1995.

DA SILVA, Francisca Tomé et al. UMA ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA DO CAPITAL DE GIRO DA EMPRESA ALFA S/A SEGUNDO O MODELO DE MICHEL FLEURIET. Revista Expressão Católica, v. 5, n. 1, 2017.

FLEURIET, M.; KENHDY, R. e BLANE, G. O modelo Fleuriet: a dinâmica financeira das empresas brasileiras: um novo modelo de análise, orçamento e planejamento financeiro. Belo Horizonte, Campus, 2003.

FLEURIET, M.; ZEIDAN, R. O modelo dinâmico de Gestão Financeira. Rio de Janeiro: editora Alta Books, 2015.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FONSECA, J. L.; CERETTA, P. S. A Gestão da Liquidez e o seu reflexo no retorno sobre o capital próprio e no lucro por ações das empresas pertencentes à BM&FBovespa. Revista Alcance – eletrônica, Biguaçu, v. 19, n. 2, p. 202-221, abri./jun. 2012. Disponível em: . Acesso em: 08 mar 2019.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HOJI, MASAKAZU. Administração financeira e orçamentária: matemática financeira aplicada, estratégias financeiras, orçamento empresarial. – 12. ed. – São Paulo: Atlas, 2017.

LANDIM, Idalmir Moreira et al. Indicadores econômicos e financeiros: um estudo de caso da empresa brasileira de mineração Vale SA. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 7, p. 50244-50255, 2020.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2006.

MARREIRO, Caick Cruz et al. A DINÂMICA DO CAPITAL DE GIRO SEGUNDO O MODELO FLEURIET: UM ESTUDO EM UMA COMPANHIA ENERGÉTICA NO CEARÁ. Revista Expressão Católica, v. 5, n. 1, 2017.

MARQUES, J. A. V. C.; BRAGA, R. Análise dinâmica do Capital de Giro: O Modelo Fleuriet. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 49-63, mai./jun. 1995. Disponível em: . Acesso em 27 março 2019.

MATIAS, A. B. Finanças Corporativas de curto prazo: A gestão do valor do capital de giro. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

MENDES, Daniel Paiva et al. CUSTO E ESTRUTURA DE CAPITAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA COMPANHIA DE CAPITAL ABERTO DO CEARÁ. Revista Expressão Católica, v. 4, n. 1, 2015.

PINHEIRO, Rodrigo Henrique et al. Investimento financeiro e indicadores de desempenho em ações e serviços públicos de saúde/Financial investment and performance indicators in public health actions and services. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 7, p. 45090-45104, 2020.

ROSS, S. A.; WESTERFIELD, R. W.; JAFFE, J. F. Fundamentos de Administração Financeira: Corporate Finance. 9.ed. São Paulo: Editora Atlas, 2013.

SEBRAE. Sobrevivência das Empresas no Brasil. Brasília, 2016. Disponível em . Acesso em 27 março. 2019.

SEBRAE. Sobrevivência das Empresas no Brasil. Disponível em: Acesso em 28 março 2019.

SILVA, Orestes da Silva; SANTOS dos Vanderlei. Nível informacional entre a análise tradicional avançada do capital de giro. Disponível em:

documentos/download/7589>. Acesso em 25 março 2019.

SNA. Sociedade Nacional de Agricultura. Disponível em: . Acesso em 24 março 2019.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n4-037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.