Avaliação da Educação Superior no Brasil – abordagem histórica / Evaluation of Higher Education in Brazil - historical approach

Adelcio Machado dos Santos, Alisson André Escher

Resumo


O consenso aponta para a necessidade de alguma metodologia de avaliação com o fim de verificar a qualidade do ensino superior no país. Entretanto, o mesmo consenso não é verificado quando se trata de construir uma metodologia adequada, que realmente avalie o complexo contexto da comunidade universitária, onde permeiam diferentes interesses, diversas atividades formativas, várias formas de ensino-aprendizagem, enfim, uma realidade marcadamente complexa. Essa metodologia não deve apenas exercer uma função reguladora, de controle, de modelação e de ajustamento, como tem sido feito pelo Estado até o presente, mas também deve ser formativa e emancipadora, possibilitando que a instituição corrija seus problemas e melhore os instrumentos de aprendizagem e formação, com vistas a formar verdadeiros profissionais, preocupados com as desigualdades sociais que os esperam fora do contexto universitário, bem como as dificuldades de trabalho.


Palavras-chave


Educação superior, Universidade, Avaliação.

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, Almerindo Janela. Avaliação educacional: regulação e emancipação: para uma sociologia das políticas avaliativas contemporâneas. São Paulo: Cortez, 2000.

BARRIGA, Angel Diaz. A avaliação no marco das políticas para a educação superior: desafios e perspectivas. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 7, n. 2, p. 9 - 28, jun. 2002.

BRASIL. Decreto nº 2.206, de 10 de outubro de 1997. Estabelece procedimentos para o processo de avaliação dos cursos e instituições de ensino superior. [Brasília], 1997. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2012.

DIAS SOBRINHO, José. Avaliação da educação superior. Petrópolis, Vozes, 2000a.

_____. Avaliação da educação superior: regulação e emancipação. In: DIAS SOBRINHO, José, RISTOFF, Dilvo I. (Org.). Avaliação e compromisso público: a educação superior em debate. Florianópolis: Insular, 2003.

_____. Avaliação quantitativa, avaliação qualitativa: interações e ênfases. In SGUISSARDI, Valdemar (Org.). Avaliação universitária em questão: reformas do Estado e da educação superior. Campinas: Autores Associados, 1997.

_____. Avaliação: políticas educacionais e reformas da educação superior. São Paulo: Cortez, 2003.

______. Universidade e avaliação: entre a ética e o mercado. Florianópolis: Insular, 2002.

______. Universidade: processos de socialização e processos pedagógicos. In: BALZAN, Newton César; DIAS SOBRINHO, José (Org.). Avaliação institucional: teorias e experiências. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2000b. p. 15 -36.

JACOBSEN, Alessandra de Linhares. Avaliação Institucional em universidades: desafios e perspectivas. Florianópolis: Papa-livro, 1996.

LEITE, Denise. Avaliação institucional, reformas e redesenho capitalista das universidades. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 7, n. 2, p. 29 - 80, jun. 2002.

MACIEL, Domício M. Exame Nacional de Cursos – Provão: uma avaliação para melhorar ou excluir? Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 8, n. 1, p. 39 - 62, mar. 2003.

RISTOFF, Dilvo I. Algumas definições de avaliação. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 8, n. 2, p. 19 - 30, jun. 2003.

ROTHEN, José Carlos. O vestibular do Provão. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 8, n. 1, p. 27 - 38, mar. 2003.

SGUISSARDI, Valdemar. Para avaliar propostas de avaliação do ensino superior. In: ______. (Org.). Avaliação universitária em questão: reformas do estado e da educação superior. Campinas: Autores Associados, 1997.

SILVA, Janssen Felipe da. Avaliação na perspectiva formativa-reguladora: pressupostos teóricos e práticos. Porto alegre: Mediação, 2004.

SILVA, Mauro Rogério da; BUDAG, Elenir Roders. Avaliação do desempenho docente pelos alunos: algumas considerações sobre a atuação docente e os resultados da avaliação do seu desempenho pelos alunos. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 8, n. 2, p. 131 - 140, jun. 2003.

SIQUEIRA, Moema Miranda de. Avaliação docente: implicações éticas. In Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior (RAIES), Campinas, v. 7, n. 1, p. 97 - 105, mar. 2002.

STEIN, Maria das Graças Dias Ferreira. O referencial teórico e histórico da avaliação institucional no Brasil Pós-Constituição de 1988. Revista da Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n4-021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.