Análise do módulo de elasticidade de concretos de Pós Reativos contendo Metacaulim, e Cinza de Casca de Arroz / Analysis of the elasticity modulus of Reactive Powders concretes containing metakaolin and rice husk ash

Matheus Bittencourt Wilges, Bóris Casanova Sokolovicz, Alessandro Soardi, Laura Alpe Coppeti, Giovana Casarin

Resumo


Atualmente os concretos especiais, entre eles o de ultra alto desempenho (CUAD, acima de 150 MPa de resistência a compressão axial) vêm tornando-se uma ótima alternativa na construção civil no cenário mundial. Isto se deve às propriedades diferenciadas que eles apresentam em relação aos concretos convencionais, principalmente em relação a durabilidade, micro e nanoestrutura, promovendo concretos mais densos e resistentes. O CUAD demanda um consumo de cimento muito elevado, e nesse contexto, as adições minerais têm se mostrado um aliado nas propriedades mecânicas, microestrutura e durabilidade dos concretosmais densa e compacta, impactando diretamente nas demais propriedades do concreto. A presente pesquisa visa analisar a resistência a compressão axial, resistência a tração na compressão diametral e o módulo de elasticidade de concretos de ultra alto desempenho. A dosagem foi feita através do método de empacotamento das partículas, com o auxílio do software Elkem Materials Mix Analyser (EMMA), sendo que através dos resultados de granulometria laser, o EMMA realiza a comparação entre a curva granulométrica ideal e a curva granulométrica gerada pelos traços. Assim foi definido um traço referência, nomeado Traço REF, e mais dois traços: Traço MET (15% de metacaulim (MET)) e o Traço CCA (15% de cinza de casca de arroz (CCA)). As idades de ensaio foram com 7, 14 dias, sendo que serão realizadas também com 28 dias. Os resultados mostraram que as duas adições são viáveis tecnicamente, atingindo valores muito próximas ao referência, com destaque para a mistura com cinza de casca de arroz, no que se refere a evolução das resistências.


Palavras-chave


concreto de pós reativos, comportamento, ensaios, materiais, adições minerais

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5739: Concreto – Ensaios de compressão de corpos-de-prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2007.

______. NBR NM 67: Concreto – Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone. Rio de Janeiro, 1998.

______.. NBR 5738: Concreto – Procedimento para moldagem e cura de corpos-de-prova. Rio de Janeiro, 2008.

AITCIN, P.C. Concreto de alto desempenho. Editora Pini, São Paulo, 2000.

CASTRO, A. L., PANDOLFELLI, V. C. (2009) Revisão: Conceitos de dispersão e empacotamento de partículas para a produção de concretos especiais aplicados na construção civil. Cerâmica, 55, 18-32.

MAROLIYA, M.K, Microstructure analisys of reactive powder concrete. International Journal of engineering research and development. Volume 4, issue 2 pp 68-77. 2012

MEHTA, P. K.; MONTEIRO, P.J.M.; Concreto: microestrutura, propriedades e materiais. 2 ed. São Paulo, IBRACON, 2014.

RICHARD, P.; CHEYREZY, M. (1995). Composition of reactive powder concretes. Cement and Concrete Research. v. 25, n. 7, p. 1501-1511.

SOKOLOVICZ, B, C. Avaliação das propriedades mecanicas e microestruturais de concreto de ultra alto desempenho com adições minerais e resíduos industriais. Tese (doutorado) – Universidade federal de Santa Maria, Centro de tecnologia, programa de pós-graduação em engenharia civil. 2020

VANDERLEI, R.D.; Análise experimental do concreto de pós reativos: dosagem e propriedades mecânicas. Tese (Doutorado) – Escola de Engenharia de São Carlos – Universidade de São Paulo, 2004.

DE LAHARD, F e SEDRAN, T ; Optimization of ultra high performance concrete by the use of a packing model. Cemtn and concrete research. Vol 24 n 6, p 997-1009. 1994




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n3-108

Apontamentos

  • Não há apontamentos.