Inclusão da pessoa com deficiência na perspectiva dos docentes da universidade estadual do Oeste do Paraná / Inclusion of persons with disabilities in the perspective of teachers from the state university of the West of Parana

Eliane Pinto de Góes, Douglas Fernando da Silva

Resumo


O artigo é um recorte a Tese de Doutorado da autora principal, que analisa as políticas de inclusão e  permanência dos alunos com deficiência na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, concentrando-se no discurso de docentes, pesquisa documental e bibliográfica em dispositivos legais e obras consideradas esclarecedoras para o assunto e entrevistas semiestruturadas. Percebe-se a ausência de política institucional para capacitação e a precarização do trabalho docente, demonstrando que a política presente na instituição desestimula, significativamente, a participação e o comprometimento com a inclusão. Conclui-se que o debate sobre inclusão das pessoas com deficiência precisa se enraizar na estrutura interna da universidade e nas políticas públicas do Estado Paraná, que ainda possui ondas conservadoras que sufocam os movimentos contra hegemônicos, dificultando os avanços da inclusão.


Palavras-chave


Inclusão, Deficiência, Ensino Superior.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Orientações para Implementação da Política de Educação especial na perspectiva da educação Inclusiva. nº 3, MEC/SEESP/GAB, Brasília, 2010.

CHACON, M. C. M. Formação de recursos humanos em Educação Especial: respostas das universidades à recomendação da Portaria Ministerial nº 1793 de 27/12/1994. 2001. 185 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2001.

DORZIAT, A. Educação especial e inclusão escolar: prática e/ou teoria. In: DECHICHI, C.; SILVA, L. C. da et al. Inclusão escolar e educação especial: teoria e prática na diversidade. Uberlândia: EdUFU, 2008. p. 21-36.

FLEURY, S. Coesão e seguridade social. In: LOBATO, Lenaura de Vasconcelos Costa; FLEURY, Sonia (Org.). Seguridade social e cidadania. Rio de Janeiro: Cebes, 2010, reimpressão, 204p.

INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior, 2013. Disponível de em:

. Acesso em: mar. de 2015.

INEP. Censo da Educação Superior 2010: divulgação dos principais resultados do censo da Educação Superior 2010. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2011. p. 23.

MANCEBO. Diversificação do ensino superior e qualidade acadêmico-crítica. In: OLIVEIRA, J. F.; CATANI, A. M.; SILVA, J. R. (org.). Educação superior no e Brasil: tempos de internacionalização. São Paulo, Xamã, 2010, p. 37-53.

MAZIÈRE, F. Análise do discurso: história e práticas. Tradução Marcus Marcionilo. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.

OLIVEIRA, C. B. Ações afirmativas e inclusão sustentável de estudantes com limitação por deficiência na educação superior. 2009. Tese (Doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana) - Universidade Estadual do Rio de Janeiro UERJ, Rio de Janeiro, 2009.

PAVANI, J.; POZENATO, J. C. Introdução à Universidade. Caxias do Sul: UCS/EST,1977.

PEREIRA, M. M. Inclusão e universidade: análise de trajetórias acadêmicas na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. 2007. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

SHEEN, M. R. C. C. Política educacional e hegemonia: a criação das primeiras universidades estaduais do Paraná na década de 1960. (Tese de doutorado). Campinas 2020.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n3-103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.