Turismo religioso e patrimônio arqueológico: descobertas e conexões/ Religious tourism and archaeological heritage: discoveries and connections

Grigório Diêgo Medeiros Farias, Layse Félix Oliveira, Maria Liege Freitas Ferreira

Resumo


O turismo vem crescendo vertiginosamente, e tomando novas formas, agregando em seu interior elementos próprios do setor econômico e das áreas culturais, e religiosa. Nas diversas formas na qual as práticas turísticas se apresentam, é importante destacar o diálogo existente entre tais formas de locomoção humana. Dessa forma, o presente trabalho tende a discutir e apresentar as relações entre o turismo religioso e o patrimônio arqueológico, como o espaço geográfico é, portanto, de fundamental importância para a consolidação das práticas turísticas. E como a simbologia é presente no cotidiano dos moradores das áreas turísticas, e como os ícones eleitos por essas pessoas são importantes para reafirmar a cultura local, como foi notado por Roger Chartier, esse processo de representação cria uma atmosfera que não neutra no sistema cultural das sociedades. E por fim como o deslocamento humano, seja ele motivado pela fé ou pelo interesse do contato com a natureza e com os achados arqueológicos, traz consigo o desenvolvimento econômico para a região, pois a circulação de moedas favorece o setor formal (restaurante e hotéis) e informal (comércio Ambulante), além de criar novos empregos.

 


Palavras-chave


Turismo religioso. Representações. Nordeste brasileiro.

Texto completo:

PDF

Referências


ABUMANSSUR, E. S. Turismo religioso e identidade nacional. In: Dossiê: Santuários e Turismo Religioso. Revista Horizonte, Belo Horizonte, v. 16, n. 49, p. 88-106, 2018.

ABUMANSSUR, E. S. Turismo religioso: ensaios antropológicos sobre religião e turismo, Campinas: Papirus, 2003.

ANSARAH, M. G. R; PANOSSO, A. N. Segmentação do mercado turístico: estudos, produtos e perspectivas. VII Seminário da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. Universidade Anhembi Morumbi – UAM/ São Paulo/SP 2010.

ARAGÃO, I.; MACEDO, J. R. Turismo religioso, patrimônio e festa: Nosso Senhor dos Passos na cidade sergipana de São Cristóvão. Caderno Virtual de Turismo. Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p.399-414, dez. 2011.

BASTOS, C. G. PERSPECTIVAS ANTROPOLÓGICAS SOBRE O TURISMO RELIGIOSO: ATRAVESSANDO AS FRONTEIRAS DO TURISMO E DA PEREGRINAÇÃO, Debates do NER, Porto Alegre, n. 31, p. 307-330, 2017.

CERTEAU, M. L’Invention du Quotidien – L’Arts de faire. Paris: Folio Gallimard, 1990.

CHARTIER, R. A História Cultural: Entre Práticas e Representações. Lisboa: DIFEL, 1990.

DA SILVA. A. M. M. X.; DA SILVA. R. C. Turismo e Trabalho: Uma Análise do Destino Religioso Santa Cruz – RN. Revista Hospitalidade, v. 14, n. 02, Agosto de 2017.

DA SILVEIRA, E. J. S. Turismo religioso no Brasil: uma perspectiva local e global. Revista Turismo em Análise, v. 18, n. 1, p. 33-51, 2007.

DOS SANTOS, A. P. TURISMO RELIGIOSO: UMA CONTRIBUIÇÃO DE GEOGRAFIA HUMANA. Geo UERJ, Rio de Janeiro, n. 27, p. 1-22, 2015.

GIDDENS, A. The Consequences of Modernity. Cambridge: Polity Press, 1990.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade / tradução Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro 8. ed. - Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

LE GOFF, J. História e memória / tradução Bernardo Leitão. Campinas, SP Editora da UNICAMP, 1990.

SANTOS, M. F. de Jesus; NUNES, V. M. M. Na Trilha dos Passos do Senhor: a devoção ao Senhor dos Passos de São Cristóvão/SE. In: Revista da Fapese de Pesquisa e Extensão. Aracaju, v. 2, jul/dez, p. 97-110, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n3-087

Apontamentos

  • Não há apontamentos.