Alterações sensoriais, microbiológicas e químicas da pescada amarela (Cynoscion acoupa) e do peixe-serra (Scomberomorus brasiliensis) desembarcados em portos no Maranhão / Sensory, microbiological and chemical changes in the yellow hake (Cynoscion acoupa) and fish saw (Scomberomorus brasiliensis) disembarked in ports in Maranhão

Elka Machado Ferreira, Ilderlane da Silva Lopes, Débora de Matos Pereira, Gabriel Gomes Leôncio, Leyde Emanuelle Costa Pereira, Mária Lemoennen Matos Queiroz, Francisca Neide Costa

Abstract


A pescada amarela (Cynoscion acoupa) e o peixe serra (Scomberomorus brasiliensis) são espécies com grande aceitação e consumo em municípios maranhenses, no entanto, poucas são as informações sobre sua qualidade e conservação no momento do desembarque no Estado. Objetivou-se avaliar atributos sensoriais e determinar os teores de bases voláteis totais (BVT) e trimetilamina (TMA) para as duas espécies de pescado, bem como verificar a contagem de bactérias aeróbias heterotróficas mesófilas em peixe serra. Constou-se na avaliação sensorial que 100% das amostras de pescada amarela demonstraram padrão de primeira qualidade e que 16,67% das amostras de peixe serra foram classificadas como de segunda qualidade. Todas as amostras apresentaram teores de BVT e TMA dentro dos padrões estabelecidos pela legislação vigente. Em 56,67% das amostras de peixe serra a contagem de bactérias aeróbias heterotróficas mesófilas apresentou intervalo de 3,3 x 102 a 8,5 x103 UFC/g, em 10% 2,7x104 a 1,2x 105 UFC/g, enquanto 33,33% não apresentou contaminação. Conclui-se que o peixe serra e a pescada amarela apresentam qualidade sensorial, microbiológica e química satisfatórias no momento do desembarque, portanto aptos para o consumo.


Keywords


BVT, frescor, mesófilos, pescado, TMA

References


ABBAS, K. A.; MOHAMED, A.; JAMILAH, B.; EBRAHIMIAN, M. A Review on Correlations between Fish Freshness and pH during Cold Storage. American Journal of Biochemistry and Biotechnology, v.4, n.4, p. 416-142, 2008.

a) ALMEIDA, N.M.; BATISTA, G.M.; KODAIRA, M.; LESSI, E. Alterações post-mortem em tambaqui (Colossoma macropomum) conservados em gelo. Ciência Rural, Santa Maria, v.36, n.4, p.1288-1293, 2006.

b) ALMEIDA, Z.S.; FERREIRA, D.S.C.; NAHUM, V.J.I. Classificação e evolução das embarcações maranhenses. Boletim do Laboratório de Hidrobiologia, v.19, p.31-40. 2006.

BARCELLOS, C.C.C.; FONSECA, A.B.M.; SOUZA, M.C.L.; FRANCO, R.M.; MESQUITA, E.F.M. Influência da aplicação de irradiação por feixe de elétrons na qualidade microbiológica de filés de corvina (Micropogonias furnieri) refrigerados. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v.68, n.2, 2016.

BORDIGNON, A.C.; SOUZA, B.E.; BOHNENBERGER, L.; HILBIG, C.C.; FEIDEN, A.; BOSCOLO, W.R. Elaboração de croquete de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) a partir de CMS e aparas do corte em ‘V’ do filé e sua avaliação físico–química, microbiológica e sensorial. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v.32, n.1, p. 109-116, 2010.

BORGES, A.; TEIXEIRA, M.S.; FREITAS, M.Q.; FRANCO, R.M.; MÁRSICO, E.T.; SÃO CLEMENTE, S.C. Qualidade da corvina (Micropogonias furnieri) eviscerada em diferentes períodos de estocagem a 0°C. Ciência Rural, v.37, n.1, 2007.

BRAMORSKI, A.; VASCONCELOS, K.S.; MEZADRI, T.; TONEZER, A.L.; SANTOS, R.G. Condições de Armazenamento de pescarias do Norte Catarinense. Revista Higiene Alimentar, v.22, n.166/167, p.62-65, 2008.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Decreto no. 30691 de 29/03/52. Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal. Brasília, 1952. BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária. Laboratório Nacional de Referência Animal. Métodos Analíticos para oficiais de controle de produtos de origem animal e seus ingredientes: II – Métodos físicos e químicos. Brasília, 1981, cap. 11, p.5-6.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria nº 185, de 13 de maio de 1997. Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade de Peixe Fresco (Inteiro e Eviscerado). Brasília, 1997.

BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa nº 62 de agosto de 2003. M. Métodos Microbiológicos para Controle de Produtos de Origem Animal e Água. Brasília, 2003.

CICERO, L.H; FURLAN, E.F.; TOMITA, R.Y.; PRISCO, R.C.B.; SAVOY, V.L.T.; NEIVA, C.R.P. Estudo das metodologias de destilação na quantificação do Nitrogênio das Bases Voláteis Totais em pescada, tilápia e camarão. Brazilian Journal Food Technology, v.17, n.3, p.192-197, 2014.

FREIRE, J. L.; SILVA, B. B.; SOUZA, A. S. Aspectos Econômicos e Higiênico-Sanitários da Comercialização do Pescado no Município de Bragança (PA). Biota Amazônia, v.1, n.2, p.17-28, 2011.

FURLAN, E. F.; GALVÃO, J. A. SALAN, E. O.; YOKOYAMA, V. A.; OETTERER. Estabilidade físico-química e mercado do mexilhão (Perna perna) cultivado em Ubatuba - SP. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.27, n.3, p.516-523, 2007.

FURLAN, E.F. Valoração da Qualidade do Camarão Sete-Barbas (Xiphopenaeus Kroyeri) Desembarcado no Litoral de São Paulo, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v.37, n.3, p.317-326, 2011.

GASPAR, A.; SILVA, T. J. P. Validade comercial e aceitabilidade da carne de Tartaruga-da-Amazônia (P. expansa). Acta Amazônica, v.39, n.3, p.669-674, 2009.

GODOY, L. C.; FRANCO, M. L. R. S.; FRANCO, N. P.; SILVA, A. F.; ASSIS, M. F.; SOUZA, N.E.; MATSUSHITA, M.; VISENTAINER, J. V. Análise sensorial de caldos e canjas elaborados com farinha de carcaças de peixe defumadas: aplicação na merenda escolar. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.30 (Supl.1), p.86-89, 2010.

GONÇALVES, A.A.; SOARES, K.M.P. Esquema de método do índice de qualidade para carapeba fresca inteira ( Eucinostomus gula , Quoy & Gaimard, 1824) armazenada em gelo. Brazilian Journal Food Technology, v.20, 2017.

HUSS, H.H. Fresh fish: quality and quality changes. Rome: FAO: DANIDA, 1988. 132p.

ICMSF. International Comission on Microbiological Specifications for Foods. Ecologia Microbiana de los Alimentos 2, Espanha: Zaragoza, 1985.

MALAVOTA, L. C. M.; COSTA, J. C. B.; JARDIM, M. F.; OLIVEIRA, L. A. T.; FRANCO, R. M.; OLIVEIRA, V. M. Ocorrência de Vibrio parahaemolyticus e Salmonella spp. em “sashimis” comercializados em restaurantes no município do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Ciência Veterinária, v.16, n.2, p.89-94, 2009.

MOURA, A. F. P; MAYER, M. D. B.; LANDGRAF, M.; TENUTA FILHO, A. Qualidade química e microbiológica de camarão-rosa comercializado em São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v.39, n.2, p.203-208, 2003.

MOURA, C.M.C.; COSTA, J. A.; SOUSA, A.M.; SANTOS FILHO, J.H.; BACELAR, R.G.A.; SANTOS, J.T.O.; MURATORI, M.C.S. Avaliação da qualidade microbiológica de filés de tilápia-do-nilo (Oreochromis niloticus) e do gelo e a interação dos fatores após armazenagem. Medicina Veterinária (UFRPE), v.12, n.1, p.10-16, 2018.

NAYAK, P.C.; RAJU, C.V.; LAKSHMISHA, I.P.; SINGH, R.R.; SOFI, F.R. Influence of Button mushroom (Agaricus bisporus) on quality and refrigerated storage stability of patties prepared from sutchi catfish (Pangasius hypophthalmus). Journal of Food Science and Technology, v.52, n.6, p.3529–3538, 2015.

OGAWA, M.; MAIA, E.L. Manual da Pesca: ciência e tecnologia do pescado. São Paulo: Varela, 1999. 464p.

PEREIRA, A.A.F.; TENUTA-FILHO, A. Avaliação de condições de consumo da sardinha (Sardinella brasiliensis). Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.25, n.4, p.720-725, 2005.

RUIZ-CAPILLAS, C.; MORAL, A. Correlation between biochemical and sensory quality indices in hake stored in ice. Food Research International, v.34, n.5, p.441-447, 2001.

SANTOS, T.M.; MARTINS, R.T.; SANTOS, W.L.M.; MARTINS, N.E. Inspeção visual e avaliações bacteriológica e físico-química da carne de piramutaba (Brachyplatistoma vaillanti) congelada. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v.60, n.6, p.1538-1545, 2008.

SANTOS, E.B.; MANTILLA, S.P.S.; SILVA, R.A.; CANTO, A.C.V.C.S.; NUNES, E.S.C.L.; FRANCO, R.M.; JESUS, E.F.O. Radiação gama na redução da microbiota de carne de siri (Callinectes sapidus) pré-cozida, congelada e inspecionada. Boletim do Instituto de Pesca, v.36, n.3, p.175 – 183, 2010.

SANTOS, A.P.B. Índices químicos, sensoriais e microbiológicos para avaliação do frescor da pescada amarela (Cynoscion acoupa) armazenada em gelo. 2011. 95f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos - Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2011.

SILVA, S.R.; FERNANDES, E.C.S. Aproveitamento da corvina (Argyrosomus regius) para elaboração do fishburger. Caderno de Pesquisa, São Luís, v.17, n.3, 2010.

SILVA, J.B.; WANZELER, E.W.; GUEDES, R.M.; PRAZERES, A.R.; MESCOUTO, L.G.B.; SILVA, E.V.C.; SILVA, N.S.; DANTAS, V.V. Detecção de Staphylococcus coagulase positivo em peixes salgados e secos. Brazilian Journal of Development. v.6, n.2, p.6681-6692, 2020.

TEIXEIRA, M. S.; BORGES, A.; FRANCO, R. M.; SÃO CLEMENTE, S. C.; FREITAS, M. Q. Método de índice de qualidade (QIM): desenvolvimento de um protocolo sensorial para corvina (Micropogonias furnieri). Revista Brasileira de Ciência Veterinária, v.16, n.2, p.83-88, 2009.

VARGAS, D.S.T.; QUINTAES, K.D. Potencial Perigo Microbiológico resultantes do uso de caixas plásticas tipo monobloco, no armazenamento e transporte de pescado em São Paulo. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.23, n.3, p.517-522, 2003.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-210

Refbacks

  • There are currently no refbacks.