Fitossociologia do estrato herbáceo-subarbustivo do Parque Estadual do Mirador, Maranhão, Brasil

Mauricio Santos da Silva, Thamires Oliveira Reis, Laiza Oliveira Silva, Arthur Filipe Mendes Couto, Abilene Espíndola Correia, Ana Maria Maciel Leite, Raysa Valéria Carvalho Saraiva, Francisca Helena Muniz

Abstract


Realizamos estudo fitossociológico no Cerrado stricto sensu do Parque Estadual do Mirador na região centro-sul do estado do Maranhão, com objetivo de conhecer a estrutura da vegetação herbáceo-subarbustiva, descrevendo sua distribuição espacial. Para tanto, realizamos coleta de dados ecológicos através do método de interseção na linha. Foram amostradas 39 espécies de angiospermas e uma espécie de briófita. A família Poaceae apresentou as maiores taxas de cobertura, com destaque para as espécies Trachypogon spicatus (L. f.) Kuntze e Andropongon sp. e as taxas de solo descoberto foram maiores nas coletas realizadas durante a estiagem, as parcelas são mais similares no aspecto florístico do que estrutural.


Keywords


Cerrado; Ecologia; Stricto sensu.

References


ACTIONAID. Impactos da expansão do Agronegócio no Matopiba: Comunidades e Meio Ambiente. Rio de Janeiro, 2017.

ALCÂNTARA, E.H. Caracterização da bacia hidrográfica do rio Itapecuru, Maranhão Brasil. Cam. Geogr.[s.l.], v. 7, n.11, p. 97-113, 2004.

AMARAL, A. G. A flora herbáceo-arbustiva do Cerrado: Aspectos ecológicos e fitogeográficos. 2015. 79 f. Tese (Doutorado) - Curso de Botânica, Departamento de Botânica, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2015.

BIJOS, N. R. Fatores modeladores da composição e da diversidade de espécies herbáceo-arbustivas em Veredas no Brasil. 2017. 94 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Botânica, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2017.

BIJOS, N. R., et al. Plant species composition, richness, and diversity in the palm swamps (veredas) of Central Brazil. Flora, [s.l.], v. 237, n. 236, p.94-99, 2017. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.flora.2017.10.002.

CANFIELD, R. Application of line interception in sampling range vegetation. Journal of Forestry,v. 39, n. 5, p.388-394. 1941.

CANFIELD, R. Sampling range by the line interception method. Saithwestern Forest and Range Experiment Statain, 1950.

CHEUNG, K. C.; MARQUES, M. C. M.; LIEBSCH, D. Relação entre a presença de vegetação herbácea e a regeneração natural de espécies lenhosas em pastagens abandonadas na Floresta Ombrófila Densa do Sul do Brasil. Acta Bot. Bras., [s. L.], v. 23, n. 4, p.1048-1056, mar. 2009.

CONCEIÇÃO, G.M.; CASTRO, A.A.J.F. Fitossociologia de uma área de Cerrado Marginal, Parque Estadual do Mirador, Mirador, Maranhão. Scien.Plena, [s.l.], v. 5, n. 10 p. 1-16, 2009.

EUGÊNIO, C. U. O. Influência do tempo, espaço, fogo e fertilização na comunidade herbáceo-arbustiva no Cerrado. 2016. 140 f. Tese (Doutorado) - Curso de Botânica, Departamento de Botânica, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2016.

EUGÊNIO, C. U. O.; MUNHOZ, C. B. R; FELFILI, J. M. Dinâmica temporal do estrato herbáceo-arbustivo de uma área de campo limpo úmido em Alto Paraíso de Goiás, Brasil. Acta. bot. bras., v. 25, n. 2, p. 497-507, 2011.

KENT, M., COKER, P. Vegetation description and analysis; a pratical approach. London, Belhaven Press, 1992.

LIBANO, A. M.; FELFILI, J. M. Mudanças temporais na composição florística e na diversidade de um cerrado sensu stricto do Brasil Central em um período de 18 anos (1985-2003). Acta Bot. Bras., [s. L.], v. 20, n. 4, p.927-936, 2006.

LINDOSO, G. da S. Cerrado sensu stricto sobre neossoloquartzarênico: fitogeografia e conservação. Dissertação de mestrado. 2008. 186 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ecologia, Departamento de Ecologia, Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2008.

LINDOSO, G.S.; FELFILI, J.M.; COSTA, J.M., & CASTRO, A.A.J.F. Diversidade e estrutura do Cerrado sensu stricto sobre areia (NeossoloQuartzarênico) na Chapada Grande Meridional, Piauí. Revista de Biologia Neotropical, v. 6 p.45-61, 2009.

MARANHÃO. Lei nº 8.958 de 08 de maio de 2009. Altera o Decreto nº 7.641/80 de junho de 1980, que cria o Parque Estadual de Mirador e dá outras providências. São Luís: D.O.E, de 08.05.2009, Ano CIII, n. 087.

MCCUNE, B.; GRACE J. B. AnalysisofEcologicalCommunities. Gleneden Beach (USA): MjM Software Design, 2002.

MEIRELLES, M. L. et al. Levamento do estrato herbáceo do cerrado utilizando o método de intersecção na linha. EMBRAPA, n. 1 p. 2,ISSN 1517-4921,1999.

MELLO, T. de R. B. de. Comunidades herbáceo-arbustivas e suas relações com solo e altitude, em áreas secas e úmidas, no Parque Nacional das Sempre Vivas, MG. 2012. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Botânica, Departamento de Botânica, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2012.

MUNHOZ, C. B. R; FELFILI, J. M. Fitossociologia do estrato herbáceo-subarbustivo de uma área de campo sujo no Distrito Federal, Brasil. Acta. bot. bras., v. 20, n.3, p. 671-685, 2006.

MUNHOZ, C. B. R; FELFILI, J. M. Fitossociologia do estrato herbáceo-subarbustivo em campo limpo úmido no Brasil Central. Acta. bot. bras., v. 22, n. 4, p. 905-913, 2008.

MUNHOZ, C. B. R; FELFILI, J. M. Florística do estrato herbáceo-subarbustivo de um campo limpo úmido em Brasília, Brasil. Biota Neotropica, v. 7, n. 3, p. 206-214, 2007.

MUNHOZ, C. B. R; FELFILI, J.M. Fenologia do estrato herbáceo-subarbustivo de uma comunidade de campo sujo na Fazenda Água Limpa no Distrito Federal, Brasil. Acta. bot. bras. v. 19, n.4, p. 981-990, 2005.

PPBio. Protocolo de demarcação de parcela. Disponível em: Acessado no dia 10. 01.2017.

RIOS, M. N. da S. Dinâmica de comunidades vegetais em cerrado típico com histórico de fogo no Distrito Federal. 2016. 175 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ciências Florestais, Departamento de Engenharia Florestal, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2016.

ROWE, N.; SPECK, T. Plant growth forms: an ecological and evolutionary perspective. The New phytologist, v. 166, n. 1, p. 61–72, 2005.

SILVA, D. P. da et al. Is the herb-shrub composition of veredas (Brazilian palm swamps) distinguishable? Acta BotanicaBrasilica, [s.l.], v. 32, n. 1, p.47-54, 6 nov. 2017. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0102-33062017abb0209.

SILVA, D. P. da. Composição, estrutura e diversidade da vegetação herbáceo-arbustiva em veredas no Jalapão, Tocantins. 2016. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Botânica, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília, Brasília – Df, 2016.

TANNUS, J. L., ASSIS, M. A., MORELLATO, L. P. C. Fenologia reprodutiva em campo sujo e campo úmido numa área de cerrado no sudeste do Brasil, Itirapina-SP. Biota Neotropica, v. 6, p. 1-27, 2006.

TEIXEIRA, A. M. C. et al. Angiosperm species of “Cerrado” sensustricto in Terra Ronca State Park, Brazil: floristics, phytogeography and conservation. Brazilian Journal of Botany, [s.l.], v. 40, n. 1, p.225-234, 22 dez. 2016. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1007/s40415-016-0341-4.

TROPICOS-Namesearch. Disponível em: Acessado em: 8.01.2017




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-192

Refbacks

  • There are currently no refbacks.