Educação para relações étnico-raciais: experiências na rede federal de educação / Education for ethnic-racial relations: experiences in the federal education network

Mariana da Silva de Lima

Abstract


O relato de experiência descreve experiências exitosas no desenvolvidas Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Caucaia, sobre a questão racial na escola. Os principais temas abordados foram a religiosidade afro-brasileira e o combate ao racismo no cotidiano escolar da rede pública do Estado do Ceará. A educação decolonial é uma temática ainda recente no ambiente acadêmico, no entanto é um assunto extremamente necessário a ser trabalhado visto que tanto a ciência produzida quanto os saberes ensinados na maioria das escolas do país ainda são baseados em uma epistemologia eminentemente eurocêntrica, sem levar em consideração as vivências e peculiaridades da formação de nossa sociedade. Assim, educadores do IFCE campus Caucaia, em dois momentos distintos, promoveram atividades de discussão e reflexão sobre o assunto. Inicialmente uma palestra foi promovida com uma professora de história, negra e militante do movimento INEGRA do Ceará. A palestrante abordou com os alunos conceitos como racismo institucional, racismo recreativo e injúria racial. Também abordou a temática da militância e sua importância para a construção de uma sociedade mais igualitária e justa. Posteriormente uma mesa redonda foi promovida com um sociólogo e uma pedagoga, ambos praticantes da umbanda, para falar sobre religiões de matriz africana para os estudantes.Os resultados das discussões tecidas ao longo dos dois eventos mostraram a importância da inclusão freqüente de temáticas raciais no âmbito escolar, de forma que a escola possa ser um lugar de construção de diálogo e respeito às diferenças.


Keywords


Educação decolonial, Relações étnico-raciais, Educação antirracista.

References


ALMEIDA, S. L. O que é racismo estrutural? 1ª.Ed. Belo Horizonte/MG: Letramento. 2018. p. 29.

BENITE, A. C.; SILVA, J. P. Educação e Descolonização: Tessituras sobre a reinvenção do poder no Currículo de Química. In: KOMINEK, A. M. V.; VANALI, A. C. Roteiros temáticos da diáspora: caminhos para o enfrentamento ao racismo no Brasil. 1ª. Ed. Porto Alegre, RS: Editora Fi. 2018.

JONES, C. P. Confronting institutionalized racism. Phylon, Atlanta. v. 50, n. 1, p. 7-22, 2002.

NASCIMENTO, A.. O genocídio do Negro brasileiro: processos de um racismo mascarado. 1ª Ed. São Paulo: Perspectivas. 2016.

OLIVEIRA, T.; VIANA, A.P.S.; BOVETO, L.; SARACHE, M.V. Escola, conhecimento e formação de pessoas: considerações históricas. Políticas Educativas. Porto Alegre, v. 6, n.2, p. 145-160, 2013.

SANTOS, M.. As cidadanias mutiladas. In: LERNDER, JÚLIO. O preconceito. 1ª. Ed. São Paulo, 1997.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-167

Refbacks

  • There are currently no refbacks.