O estudo da defectologia sob a perspectiva de Vigotski / The study of defectology from Vigotski's perspective

Sonia Ribeiro de Lima, Elisabeth Rossetto, Solange de Castro

Abstract


O presente estudo tem como objetivo discutir as contribuições de Lev Semionovitch Vigotski (1896-1934) sobre a defectologia. Caracteriza-se como um estudo teórico/bibliográfico fundamentado nos pressupostos epistemológicos da Psicologia Histórico-Cultural. Nesse contexto, tem-se que as pesquisas desenvolvidas por Vigotski, nas décadas de 1920 e 1930 na Rússia, refutavam as visões deterministas, naturalistas de caráter biológicos, que caracterizavam o sujeito com deficiência como incapaz e que, a deficiência tinha como causa somente as questões orgânicas. Para o autor, o mais importante não é a deficiência em si, mas sim, como o meio social lida com ela, enfatizando que o desenvolvimento cultural deve ser visto como o principal fator para compensar as limitações advindas da deficiência de ordem primária. Vigotski é contundente ao afirmar que as limitações e obstáculos enfrentados pela pessoa com deficiência, não são decorrentes da deficiência primária, mas do seu caráter secundário, isto é, de como a sociedade lida com a deficiência, do caráter social atribuído à deficiência.  Na perspectiva da Psicologia Histórico-Cultural, parte-se do pressuposto que todos os sujeitos podem aprender, porém de modo distinto, considerando-se sua singularidade. Assim, a educação escolar deve criar condições para que os alunos se apropriem do conhecimento de forma a desenvolver suas potencialidades, trabalhando com a visão limitadora e incapacitante desses sujeitos que é atribuída socialmente. A deficiência, portanto, deve ser compreendida como algo dinâmico, e a partir das condições que forem proporcionadas no meio onde a criança encontra-se inserida, poderá avançar no seu processo de escolarização, se apropriando do conhecimento científico e sistematizado e, fazendo parte da sociedade com dignidade.

 


Keywords


Vigotski; Defectologia; Pessoa com Deficiência

References


BARROCO, Sonia Mari Shima. Educação Especial do novo homem soviético e psicologia de L. V. Vigotski: implicações e contribuições para a psicologia e a educação atuais. 2007. 415f. Tese (Doutorado) em Educação. Universidade Estadual Paulista Junior de Mesquita Filho, Araraquara, 2007. Disponível em: . Acesso em: 12 ago. 2019.

BEATÓN, Guilhermo Arias; GARCÍA, María Teresa. Necessidades educativas especiais: desde o enfoque histórico-cultural. São Paulo: Linear B, 2004.

BEYER, Hugo Otto. A PROPOSTA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: CONTRIBUIÇÕES DA ABORDAGEM VYGOTSKIANA E DA EXPERIÊNCIA ALEMÃ. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 9, n. 12, p.163180, 20 dez. 2003. Disponível em: . Acesso em: 06 maio 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Lei. Brasília, Disponível em:. Acesso em: 23 out. 2019.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução n. 2, de 11 de setembro de 2001. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília, 2001. Disponível em: . Acesso em 23 out. 2019.

CARNEIRO, Maria Sylvia Cardoso. Deficiência mental como produção social: uma discussão a partir de histórias de vida de adultos com síndrome de Down. Porto Alegre: UFRGS, 2007. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educaçãoda Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2007. Disponível em:. Acesso em 23 out. 2019.

CAVALCANTE, Eleny Brandao. Educação de surdos: um estudo das teses e dissertações de 1990 a 2013.04/07/2016. 238f. Doutorado em Educação. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

CAVALCANTE, Eleny Brandão. A Educação Especial e os fundamentos marxistas da educação em Vigotski. In: SOUZA, ChristianneThatiana Ramos de; BARBOSA, Marily Oliveira; BRIEGA, Diléia Ap. Martins. Pesquisa em Educação Especial fios e desafios. Curitiba: Appris, 2018. Cap. 1. p. 1-232.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de Metodologia Científica. 5.ed. São Paulo: Editora Atlas, 2003.

NETTO, Nilson Berenchtein; LEAL, Daniela. CONTRIBUIÇÕES PARA UMA HISTORIOGRAFIA DA DEFECTOLOGIA SOVIÉTICA. Nuances: Estudos Sobre Educação, Presidente Prudente, v. 24, n. 1, p.73-91, fev. 2013. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2019.

NUERNBERG, Adriano H. Contribuições de Vigotski para a educação de pessoas com deficiência visual. Psicologia em Estudo, Maringá, v.13, n. 2, p. 307-316, abr./jun. 2008.

PICCOLO, Gustavo Martins; SILVA, Sandra Cassiano da. A defectologia em Vygotski: do proposto ao pensado na Educação Especial. Efdeportes.com, Buenos Aires, v. 192, n. 1, p.1-15, maio 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2019.

PRESTES, Zoia Ribeiro. Quando não é quase a mesma coisa: Analise de traduções de Lev SemionovicthVigotski no Brasil Repercussões no campo educacional. 2010. 295 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2010. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2019.

ROSSETTO, Elisabeth. Sujeitos com deficiência no ensino superior: vozes e significados. Porto Alegre: UFRGS, 2009. 238 p. Tese (Doutorado) em Educação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul -UFRGS. Porto Alegre, 2009.

SIERRA, Dayane Buzzelli; FACCI, Marilda Gonçalves Dias. A educação de pessoas com deficiência intelectual: aprendizagem promove desenvolvimento. Revista Educação em Questão, Natal, v. 40, n. 26, p.128-150, mar. 2011. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2019.

VASCONCELOS, Henrique. Educação inclusiva como instrumento de inclusão na sociedade plural contemporânea. 2016. Jusbrasil. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2019.

VYGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras Escogidas Tomo V. Fundamentos de defectología. Madrid: Visor Distribuciones S.A., 1997.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p.861-870, dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2019.

VYGOTSKI, Lev Semionovitch. Obras Escogidas V. Fundamentos de defectología. Moscú: Editorial Pedagógica, 1983.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-160

Refbacks

  • There are currently no refbacks.