Mais natural que um pedaço de luz: Embora tão estranho quanto / More natural than a piece of light: Though as strange as

José Dalmo Silva de Souza, Daniel Knebel Baggio, Argemiro Luís Brum, Dieter Rugard Siedenberg

Abstract


O trabalho aborda a satisfação de necessidades materiais econômicas por parte do Homem como um processo de extração de pacotes quânticos de utilidades através do consumo de produtos. Descreve o processo, situa historicamente os formuladores do conceito de utilidade marginal decrescente e explicita as bases do raciocínio que fundamenta a teoria do valor subjetivo. Por fim, ilustra a argumentação teórica com um exemplo da área da Saúde. A metodologia utilizada foi a de pesquisa bibliográfica. Conclui-se que, na medida em que aumenta o estoque de utilidade extraída por produtos, declina a necessidade e aumenta o bem estar. E cada pacote de utilidade adquirido, satisfaz um pouco menos em relação ao anterior, considerando que satisfação é variável discreta e uma grandeza cardinal e ordinal, sua unidade de medida é a utilidade, e a utilidade marginal é decrescente, não sendo nada extraordinário se comparado à teoria do fóton.


Keywords


utilidade marginal decrescente; teoria quântica; teoria do valor subjetivo; satisfação; necessidade.

References


BAKER, JOANNE. 50 ideias de Física Quântica que você precisa conhecer. São Paulo: Planeta, 2017.

DEANE, PHYLLIS. A evolução das ideias econômicas. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1980.

DMITRIEV, D. K. Ensayios Econômicos sobre el valor, la competência y la utilidad. México (D.F): Siglo Veintiuno Editores, 1977.

GALIANI, FERDINANDO. Da Moeda. São Paulo: Musa Editora; Curitiba: Segesta; 2000.

GRANGER, GILLES-GASTON. A Ciência e as ciências. São Paulo: UNESP Editora, 1994.

HUGUENIN, JOSÉ AUGUSTO OLIVEIRA. Estranhezas e Mitos da Física Quântica. Rio de Janeiro: Vieira e Lent, 2014.

JEVONS, S. Resumo de Economia Política. Porto Alegre: Officinas Typographicas da Federação, 1887.

MARSHALL, ALFRED. Princípios de Economia. São Paulo: Nova Cultura, 1996.

MARTINS, G. DE A. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2016.

MENGER, CARL. Princípios de Economia Política. São Paulo: Nova Cultural, 1988. Série Os Economistas.

MILL, JOHN STUART. Da definição de Economia Política e do método de investigação próprio a ela. Série Os pensadores – volume XXXIV. São Paulo: Abril Cultural, 1977.

MISES, LUDWIG VON. Ação Humana. São Paulo: Instituto Ludwig von Mises Brasil, 2010.

SCHRÖDINGER, E. O Que é Vida? São Paulo: UNESP, 1997.

SMITH, ADAM. A Riqueza das Nações – investigação sobre sua natureza e suas causas. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

WALRAS, LÉON. Compêndio dos Elementos de Economia Política Pura. São Paulo: 1983. Série Os Economistas.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-128

Refbacks

  • There are currently no refbacks.