Estudo do uso de eteno verde ou fóssil na síntese de pead e pelbd nominalmente iguais: há diferença efetiva entre esses materiais? / Study on the use of green or fossil ethene in the synthesis of hdpe and pelbd nominally equal: is there an effective difference between these materials?

Eliana Leal Hellvig, Thais Helena Sydenstricker Flores- Sahagun, Marco Aurélio da Silva Carvalho Filho, Marco Aurélio da Silva Carvalho Filho, Ricardo Manríquez Gonzalez, Valcineide Oliveira de Andrade Tanobe, Luiz Claudio de Santa Maria, Maria Guadalupe Lomeli Ramirez

Abstract


Neste trabalho, polietilenos fósseis e verdes nominalmente iguais, produzidos pela empresa Braskem, foram analisados com o objetivo de avaliar se mesmo apresentando mesmos índices de fluidez, densidades, propriedades mecânicas e térmicas iguais, a utilização de eteno verde ou fóssil acarreta alguma sutil diferença nestes materiais. As amostras de PEAD (polietileno de alta densidade) e PELBD (polietileno linear de baixa densidade) verde e fóssil foram analisadas por meio de TGA (Análise Termogravimétrica), DRX (Difração de Raios-X) e RMN (Ressonância Magnética Nuclear). As análises apontaram sutis diferenças entre os polímeros verdes e fósseis. O PEAD verde pode ser considerado um compósito contendo 10% p/p de resíduo inorgânico e o PELBD verde é um material um pouco mais estereorregular comparado ao PELBD fóssil.

 

 


Keywords


Braskem, PEAD, PELBD.

References


ABIPLAST (2014). Relatório Estatístico para a Indústria do Plástico no Brasil. Disponível em: < http://www.abiplast.org.br/site/estatisticas>. Acessado em 23 de Dez de 2015.

ARNANDHA, Yudhi etal. Physical and mechanical proerties of WPC board from sengon sawdust and recycle HDPE plastic. Editora Elsevier, Revista Science Direct, 2016.

BARNEY, J. Firm Resource-based theories of competitive advantage: A tem yaear retrospective on the resouce-based view. Journal of Management, v. 17, n.1, 2001.

BRASKEM S.A - Website do polietileno verde. Disponível em Acessado em 10 janeiro de 2016.

BRASKEM - EVA - Disponível em < https://www.braskem.com.br/detalhe-noticia/Braskem--nova-resina-EVA-revoluciona-o-segmento-calcadista> Acessado em 10 de dez de 2017 as 16 horas.

BRASKEM: Relatório de gestão - Disponível em < www.braskem.com.br/relatóriodegestão> Acessado em 08 de dez de 2017 as 22 horas.

BRASKEM: Polietileno verde. Disponível em

BRITO,G. F et al. Biopolímeros, Polímeros Biodegradáveis e Polímeros Verdes. Revista Eletrônica de Materias e Processos, v.6, p. 127-139. 2011.

Disponível em:< http://www2.ufcg.edu.br/revista-remap/index.php/REMAP/article/viewFile/222/204> Acessado em 20 de Dez de 2015.

CANEVAROLO, Sebastiao V. Ciência dos Polímeros: um texto básico para tecnólogos e engenheiros. São Paulo, Editora: Artliber, 2ª edição p. 18, 2006.

DE PAOLI, Marco Aurelio. Degradação e Estabilização de polímeros. 2 ª edição. São Paulo. Editora: Artliber, 2008.

GEYER, Roland;BLASS Vered Doctori. The economics of cell phone reuse and recycling. Int J Adv Manuf Technol. V. 47, p. 515 – 525, 2010.

HEINZEN, D. A. D. M.; MATTOS, A. P. M. N.; CAMPOS, L. M. D. S. & PALADINI, E. P. (2011). Estudo de viabilidade de produto inovador “verde” para o mercado consumidor comum. Revista Gestão Organizacional, 4(2), 122-131.

LANCELLOTTI, A. Bioplastics in Brazil: Beyond the Green Speech. Frost & Sullivan, 2010.

MENEGUETTI, N.A. A Reconstrução Produtiva do Setor Sucroalcooleiro no Brasil de 1975 a 1999. Dissertação de mestrado, UEM, 1999.

MOHANTY, A.; MISRA, M.; DRZAL, L. Sustainable bio-composites from renewable resources: opportunities and callenges in the green materials world. Journal of polymers and the Environment, v. 10, n.1-2, p. 19-6, 2002.

MOHANTY, A. etal. Effect of mapp as a coupling agent on the performance of jute-pp composites. Journal of Reinforced Plastics and Composites, v. 23, n. 6, p. 625-637, 2005.

NARAJAN, R. Drivers & Rationale for Use of Biobased Materials Based on Life Cycle Assessment (LCA). Global Pastics Envrinmental Conference, Detroit, February 18-19, 2004.

REIS, G. G. etal. Inovação no Desenvolvimento de Plásticos "Verdes" e com menores Carbon Footprints: O caso do Polietileno de álccol de cana de açúcar da Braskem. ANPAD - Estudos em Estratégia IV Encontro, 2009.

SCOTT, G. Green polymers. Polymer Degradation and Stability, v. 68, n. 1, 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-122

Refbacks

  • There are currently no refbacks.