Incorporação de resíduos de construção e demolição e pó-de-pedra em dosagens experimentais de argamassa para mitigação de impactos ambientais / Incorporation of construction and demolition residues and stone powder in experimental mortar dosages to mitigate environmental impacts

Mag Geisielly Alves Guimarães, Henrique Comba Gomes, Denise de Carvalho Urashima, Guilherme Silva Oliveira

Abstract


A engenharia civil é responsável por um elevado consumo de recursos naturais não renováveis e pela geração de grandes volumes de resíduos, denominado de Resíduos de Construção e Demolição (RCDs). O seu descarte inadequado pode ocasionar eminentes impactos ambientais, sociais e econômicos, tais como a degradação das bacias de cabeceira e de corpos d’água, danos à paisagem, dentre outros. Além disso, no processo de beneficiamento de agregados graúdos (britas) ocorre a geração de grandes volumes de areias de britagem, denominadas de pó-de-pedra. Este material vem sendo utilizado como substituição parcial e total de areia natural em misturas de argamassas para distintas aplicações. Segundo pesquisas realizadas nos últimos anos, tanto a areia reciclada quanto o pó-de-pedra são materiais passíveis de serem incorporados na construção civil, por exemplo, em dosagens de argamassas para diversos fins. O artigo objetiva ponderar a incorporação de areia reciclada e de pó-de-pedra em dosagem experimental de argamassa para revestimento mediante a substituição total da areia natural como medida mitigadora de impactos ambientais. Traços experimentais de argamassas mistas (cimento e cal) contendo agregados miúdos do tipo areia natural média, areia reciclada e pó-de-pedra na proporção de 1:1:6 foram testados e ajustados para trabalhabilidade de 260 ± 5mm. Ensaios de retenção de água indicaram percentual de 93,1% para areia reciclada e resultados de resistência à compressão com ambos os agregados alternativos foram maiores ao traço com areia natural, indicando o uso promissor de aplicabilidade de tais agregados em dosagens experimentais para fins de argamassa para revestimento. 

 


Keywords


Areia reciclada, argamassas, dosagem experimental, impactos ambientais, pó-de-pedra.

References


ABNT (1996). NBR 7215: Cimento Portland - Determinação da resistência à compressão. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 8.

ABNT (2004). NBR 10004: Resíduos Sólidos - Classificação. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 71.

ABNT (2016b). NBR 13276: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação do índice de consistência. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 2.

ABNT (2005a). NBR 13278: Argamassa para assentamento e revestimento paredes e tetos - Determinação da densidade de massa e do teor de ar incorporado. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 4.

ABNT (2005b). NBR 13277: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação da retenção de água. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 7.

ABNT (2016a). NBR 16541: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Preparo da mistura para a realização de ensaios. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 2.

ABNT (2003a). NBR NM 45: Agregados - Determinação da massa unitária e do volume de vazios. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 8.

ABNT (2003c). NBR NM 46: Agregados - Determinação do material fino que passa através da peneira 75 um, por lavagem. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 6.

ABNT (2009). NBR NM 52 Agregado miúdo - Determinação da massa específica e massa específica aparente. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 6.

ABNT (2003b). NBR NM 248 Agregados - Composição granulométrica. Associação Brasileira De Normas Técnicas, Rio de Janeiro, p. 6.

Arnold, D.C.M. & Kazmierczak, C.S. (2009) Influência da distribuição granulométrica do agregado miúdo e do teor de fíler nas propriedades de argamassas com areia de britagem. Anais VIII Simpósio Brasileiro de Tecnologia das Argamassas, Curitiba.

Assunção, L.T., Carvalho, G.F. & Barata, M.S. (2007) Avaliação das propriedades das argamassas de revestimento produzidas com resíduos da construção e de demolição como agregado. Exacta. v. 5 (2), p. 223-230.

Bartoli, H. (2015) Panorama da Reciclagem de RCD no Brasil: Pesquisa Setorial 2014/2015. Seminário Nacional da Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição, Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição.

Budke, R., Cardoso, J. R. & Vale, S.B. (2011) Resíduos de Construção Civil: Classificação, Normas e Reciclagem. Anais XXIV Encontro Nacional de Tratamento de Minérios e Metalurgia Extrativa (XXIV ENTMME), Salvador.

Carasek, H., Araújo, R.C., Cascudo, O. & Angelim, R. (2016) Parâmetros da areia que influenciam a consistência e a densidade de massa das argamassas de revestimento. Revista Matéria. v. 21 (3), p. 714732.

Chen, J., Wang, Y., Roeder, C.W. & Ma, J. (2017) Behavior of normal-strength recycled aggregate concrete filled steel tubes under loading. Enginnering Structures, v. 130, p. 23-40.

Farias Filho, J., Menezes, R.R., Ferreira, H.S., Santana, L.N.L., Neves, G.A. & Ferreira, H.C. (2011) Estudo da durabilidade de argamassas alternativas contendo resíduos. Cerâmica. v. 57, p. 395-403.

Ferrari, S., Pereira, E., Costa, M.R.M.M., Silva, I.J. & Niebel, P.R. (2011) Análise da retenção de água em argamassas colantes de mercado. Anais IX Simpósio Brasileiro de Tecnologia de Argamassas. Belo Horizonte.

Kwan, W.H., Ramli, M., Kam, K.J. & Sulieman, M.Z. (2012) Influence of the amount of recycled coarse aggregate in concrete design and durability properties. Construction and Building Materials, n. 26, p. 565–573.

Malta, J.L., Silva, V.S. & Gonçalves, J.P. (2013) Argamassa contendo agregado miúdo reciclado de resíduo de construção e demolição. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais. v. 1(2), p. 176-188.

Marques, M.L. & Campos, K.A. (2012) Estudo da adição do pó de pedra em argamassas de revestimento e assentamento. Pindorama: Revista Eletrônica Científica do IFBA. v. 3, Ano III, p. 150-164.

Menezes, R.R., Farias Filho, J., Ferreira, H.S., NEVES, G.A. & Ferreira, H.C. (2009) Reciclagem de resíduos da construção civil para a produção de argamassas. Cerâmica. v. 55, p. 263-270.

CONAMA (2002). Resolução 307. DOU nº 136, de 17 de julho de 2002. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente, p. 95-96.

CONAMA (2015). Resolução 469. DOU nº 144, de 30 de julho de 2015. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente, p. 109-110.

Miranda, L.F.R., Torres, L., Vogt, V., Brocardo, F.L.M. & Bartoli, H. (2016) Paronama atual do setor de reciclagem de resíduos de construção e demolição no Brasil. Anais XVI Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. Desafios e Perspectivas da Internacionalização da Construção (ENTAC 2016), São Paulo.

Moreira, L.H.H. & Figueiredo, A.D. (2010) Influência da origem e do tratamento dos agregados reciclados de resíduos de construção e demolição no desempenho mecânico do concreto estrutural. Boletim Técnico da Escola Politécnica da USP, Departamento de Engenharia de Construção Civil, BT/PCC/563. São Paulo: EPUSP, 17 p.

Ossa, A., García, J.L. & Botero, E. (2016) Use of recycled construction and demolition waste (CDW) aggregates: A sustainable alternative for the pavement construction industry. Journal of Cleaner Production. V. 135, p. 379-386.

Sadati, S. & Khayat, H.H. (2016) Field performance of concrete pavement incorporating recycled concrete aggregate. Construction and Building Materials. v. 126, p. 691-700.

Silva, N.G., Buest, G. & Campiteli, V.C. (2005) A influência do filler de areia britada de rocha calcária nas propriedades da argamassa de revestimento. Anais Seminário: O Uso da Fração Fina da Britagem (II SUFFIB), São Paulo.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-113

Refbacks

  • There are currently no refbacks.