Sistema de confinamento de resíduos empregando geotêxteis comparados a leito de drenagem para desaguamento de lodo de estação de tratamento de água / Waste containment system using geotextiles compared to drainage bed for dewatering sludge from water treatment plant

Beatriz Mydori Carvalho Urashima, Denise de Carvalho Urashima, Mag Geisielly Alves Guimarães, Gustavo Ribeiro Paulino, André Geraldo Cornélio Ribeiro

Abstract


Na era do antropoceno, emerge uma crescente preocupação ligada a questões ambientais, sendo uma destas os impactos associados à disposição final dos resíduos gerados em Estações de Tratamento de Água (ETA). O artigo avalia a eficácia dos sistemas fechados de geotêxteis, também designados como sistemas de confinamento de resíduos (SCRs), em relação aos leitos de drenagem, ambos considerados sistemas viáveis na disposição dos resíduos gerados em ETA. Nos ensaios realizados, tanto nos protótipos de SCR como de leito de drenagem foi utilizado como resíduo somente lodo de ETA condicionado químicamente. Para escolha foram empregados cinco distintos condicionantes poliméricos, sendo quatro catiônicos e um aniônico. Esta foi realizada por meio de ensaio de cone, no qual se avaliou a concentração e preliminarmente a dosagem a ser empregada. Os protótipos e suas réplicas receberam quatro recargas de 10 L de lodo a cada trinta minutos e posteriormente ficaram expostos às intempéries por 420 horas. Durante o experimento, manteve-se como premissa as mesmas condições de contorno, com a fixação das variáveis controláveis e ponderação das variáveis respostas das campanhas experimentais: volume percolado e sua turbidez, bem como eficácia de tempo do processo de deguamento/desecagem do lodo. Os resultados foram promissores. Inicialmente, ambos os sistemas apresentaram valores similares de turbidez e volume de percolado; entretanto, quando expostos em campo devido à ação das intémperies, principalmente precipitação, no final das 420 horas o teor de sólidos que inicialmente era de 7,4% passou para 66,4% no SCR e 32,4% no leito de desaguamento.


Keywords


Geotêxteis, Desaguamento, Leito de drenagem, Resíduo

References


ABNT (2013a). NBR ISO 12 956: Geotêxteis e produtos correlatos – Determinação da abertura de filtração característica. Associação Brasileira de Normas Técnicas, Rio de Janeiro.

ABNT (2013b). NBR ISO 11 058: Geotêxteis e produtos correlatos – Determinação das características de permeabilidade normal ao plano sem confinamento. Associação Brasileira de Normas Técnicas, Rio de Janeiro.

ABNT (2013c). NBR ISO 10 319: Geossintéticos-Ensaio de tração faixa larga. Associação Brasileira de Normas Técnicas, Rio de Janeiro.

ASTM (2013) D 7880 Standard Test Method for Determining Flow Rate of Water and Suspended Solids Retention from a Closed Geosynthetic Bag, American Society for Testing and Materials, West Conshohocken, Pennsylvania, USA.

Barros Neto, B.B., Scarminio, I. S. & Bruns, R. E. (2001). Como fazer experimentos. Editora da UNICAMP, Campinas, São Paulo.

Caliari, P.C., Araújo, W.F. & Vieira, D.P. (2008). Influência de parâmetros físicos na dosagem de sulfato de alumínio para a clarificação da água e proposição de modelos de estimativa. 48º Congresso Brasileiro de Química. Rio de Janeiro, RJ.

Cordeiro, J.S. (2003). Rejeitos em estações de tratamento de água – O estado da arte no Brasil. IV Congresso Nacional Punta Del Este: Sección Uruguay, AIDIS. Punta Del Este, UY.

Fontana, A.O. (2005). Sistema de drenagem e sedimentador como solução para redução de volume de lodo de decantador e reuso de água de lavagem de filtros: estudo de caso. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de São Carlos, 161 p.

Fontana, A.O. & Cordeiro, J.S. (2005). Gestão Integrada como Busca de Solução para Rejeitos de ETA’s – O Caso de Cardoso – SP. 23º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Campo Grande, MS.

Guanaes, E.A. (2009). Análise Laboratorial do Desaguamento do Lodo Residual de Estação de Tratamento de Água por Meio de Geossintéticos, Dissertação (Mestrado) – Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 129f.

Guimarães, M.G.A.& Urashima, D.C. (2013). Dewatering sludge in geotextile closed systems: Brazilian experiences. Soils & Rocks, v. 36, n. 3, p. 251-263.

GRI – GT15 (2009). The pillow teste for field assessment of fabrics/additives used for geotextile bags, containers, and tubes. Geosynthetics Research Institute (GRI), Folsom, USA.

Lawson, C.R. (2008). Geotextile containment for hydraulic and environmental engineering. Geosynthetics International, v. 15, p. 384-427.

Koerner, G.R. & Koerner, M.R. (2006). Geotextile tube assessment using a hanging bag test. Geotextiles and Geomembranes, v. 24, n. 2, p. 129-137.

Mendes, R.L., Ferreira Filho & Scian, J.B. (2001). Desaguamento Mecânico por Filtro Prensa de Lodos Gerados em Estações de Tratamento de Água. 21º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, João Pessoa, v. 1, p. 1-10.

Muthukumaran, A.E. & Ilamparuthi, K. (2006). Laboratory studies on geotextile filters as used in geotextile tube dewatering. Geotextiles and Geomembranes, v. 24, p. 210-219.

Reali, M.A.P. (1999) Noções gerais de tratamento e disposição final de lodos de estações de tratamento de água. Projeto PROSAB. Rio de Janeiro: Abes, 250 p.

Urashima, B.M.C., Urashima, D.C., Ferreira, S.R., Álvares, V.M., Lima, M.B.B., Cintra, J.P.G. (2018). Sistemas Fechados de Geotêxtil Empregados no Desaguamento de Resíduos de Estação de Tratamento de Água: Estudo de Caso. XIX Congresso Brasileiro de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica Geotecnia e Desenvolvimento Urbano. Salvador, BA.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-107

Refbacks

  • There are currently no refbacks.