Epidemiologia das amputações traumáticas atendidas em hospital público de referência em traumatologia e ortopedia / Epidemiology of traumatic amputations served in a public hospital of reference in traumatology and orthopedics

José de Santana Carvalho, Alexsandro Rodrigues de Sena, Augusto Cesar Barreto Neto

Abstract


Objetivo: analisar os casos de amputações traumáticas atendidas em um hospital público de referência em ortopedia e traumatologia da cidade do Recife, capital de Pernambuco, no período de 2015 a 2017. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, retrospectivo, com abordagem quantitativa, realizado por meio da análise de prontuários. Resultados: A prevalência de amputações traumáticas foi de 15,1% (IC95% 11,2-20). O sexo masculino prevaleceu com 1,89 vezes mais amputações traumáticas, em relação ao feminino. Adultos/jovens apresentaram risco de 14,7 amputações pós-trauma, comparado aos idosos, o membro superior foi fator de risco de 10,2 vezes para tais amputações, amputados por causas traumáticas, receberam alta melhorada 9,2 vezes mais, em relação as demais causas. Conclusão: Indivíduos adultos/jovens do sexo masculino, apresentam grande fator de risco para o desenvolvimento de amputações traumáticas, principalmente em membros superiores, porém, recebendo alta hospitalar melhorada com maior frequência, em relação aos demais tipos de amputações.


Keywords


Amputação traumática, Adulto, Idoso, Epidemiologia.

References


- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de atenção à pessoa amputada. Brasília: Ministério da Saúde; 2014. 2 ed.

- Pedrinelli A, Sposeto RB, Torrez LR. Princípios na Cirurgia de Amputação. Em: Barros Filho TEP, Camargo OP, Camanho GL. Clínica ortopédica. Barueri: Manole; 2012. p. 2114 – 2118.

- Barbosa BMB, Monteiro RA, Sparano LF, Bareiro RFN, Passos ADC, Engel EE. Incidenceand causes oflower-limbamputations in thecityof Ribeirão Preto from 1985 to 2008: evaluation of the medical records from 3,274 cases. Rev Bras Epidemiol 2016;19(2):317-325.

- Peixoto AM, Zimpel SA, Oliveira ACA, Monteiro RLS, Carneiro TKG. Prevalência de amputações de membros superiores e inferiores no estado de Alagoas atendidos pelo SUS entre 2008 e 2015. Fisioterapia e Pesquisa 2017; 24(4): 378-84.

- Marques CCO, Stolt LROSG. Perfil clínico de amputados de membro inferior provenientes do programa de saúde da família e sua percepção sobre o serviço de saúde. Rev APS 2012; 15(2): 164-170.

- Ali S, Haider SKF. Psychological adjustment to amputation: variations on the bases of sex, age and cause of limb loss. J Ayub Med Coll Abbottabad 2017; 29(2): 303-307.

- Chamlian TR, Starling M. Avaliação da qualidade de vida e função em amputados bilaterais de membros inferiores: revisão da literatura. Acta Fisiátr 2013; 20(4): 229-233.

- Senra H, Oliveira RA, Leal I, Vieira C. Beyond the body image: a qualitative study on how adult sex perience lower limb amputation. Clin Rehabil 2012; 26(2): 180-191. DOI: htt://dx.doi.org/10.1177/0269215511410731.

- Monteiro HC, Silva VFA, Ferreira MB, Barbosa D, Martins CA, Forest BB. Perfil dos pacientes amputados de membros inferiores atendidos por um centro de referência: estudo clínico e epidemiológico. Rev Fisi Senectus 2018; 6(1): 38-47.

- Sarvestani AS, Azam AT. Amputation: A Ten-Year Survey. Trauma Mon 2013; 18(3): 126–129.

- Gebreslassie B, Gebreselassie K, Esayas R. Padrões e causas de amputação no Hospital de Referência de Ayder, Mekelle, Etiópia: uma experiência de três anos. Ethiop J Health Sci 2018; 28(1): 31-36.

- Barbosa BMB, Monteiro RA, Sparano LF, Bareiro RFN, Passos ADC, Engel EE. Incidence and causes of lower-limb amputations in the city of Ribeirão Preto from 1985 to 2008: evaluation of the medical records from 3,274 cases. Rev Bras Epidemiol 2016; 19(2): 317-325. DOI: 10.1590/1980-5497201600020009.

- Senefonte FRA, Rosa GRPS; Comparin ML; Covre MR; Jafar MB; Andrade FAM. Primary amputation after trauma: profile of a hospital in the Mid-West of Brazil. J Vasc Bras 2012; 11(4). DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492012000400004.

- Motoki THC, Carvalho KC, Vendramin FS. Perfil de pacientes vítimas de trauma em membro inferior atendidos pela equipe de cirurgia reparadora do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência. Rev Bras Cir Plást 2013; 28(2): 276-81.

- Sousa LRB, Sousa GS, Monroe KCMC, Pereira MGS. Notificação do acidente traumático em um hospital público da Amazônia brasileira. Rev Bras Promoç Saúde, Fortaleza 2017; 30(1): 64-71.

- Barbosa MH; Lima ACC; Barichello E. Amputação de membros: perfil dos pacientes de um Hospital de Clínicas do município de Uberaba-MG. Rev Min Enferm 2008; 12(3): 342-345. DOI: http://www.dx.doi.org/S1415 27622008000300008.

- Cassefo V, Nacaratto DC, Chamlian TR. Perfil epidemiológico dos pacientes amputados do Lar Escola São Francisco – estudo comparativo de 3 períodos diferentes. Acta Fisiátr 2003; 10(2): 67-71.

- Pomares G, Coudane H, Dap F, Dautel G. Epidemiology of traumatic upper limb amputations. Orthopaedics & Traumatology: Surgery & Research. 2018, 104(2):273-276. DOI: https://doi.org/10.1016/j.otsr.2017.12.014.

- Farro L, Tapia R, Bautista L, Montalvo R, Iriarte H. Características clínicas y demográficas del paciente amputado. Rev Med Hered 2012; 23(4): 240-243.

- Macêdo MCM, Chamlian TR, Leal CAP, Bonilha MMM, Rezende F. Retorno ao trabalho de pacientes com amputação traumática de membros inferiores. Acta Fisiátr 2013; 20(4): 179-182.

- Montiel A, Vargas MAO, Leal SMC. Caracterização de pessoas submetidas a amputação. Enfermagem em Foco 2012; 3(4): 169-173.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-092

Refbacks

  • There are currently no refbacks.