Salas de recursos multifuncionais e ensino de ciências: inclusão para quem? / Multifunctional resource rooms and science teaching: inclusion for who?

Giovanna Conrado Quadros, Gustavo Pricinotto, Ana Carolina Hyrycena, Sara Silva Soares, Thais Oliveira da Silva, Estela dos Reis Crespan, Alexandre Luiz Polizel

Abstract


A Educação Especial na concepção de Educação Inclusiva vem se destacando nas políticas públicas nacionais. Proporcionar o atendimento educacional especializado, de forma complementar à escolarização, na prática escolar é de extrema importância para cumprimento do sistema educacional inclusivo, de igualdade e cidadão. Tendo em vista a real importância do atendimento complementar, oferecidos nas Salas de Recurso Multifuncional, estes devem ser implementado de maneira que supra as limitações de cada deficiência em sua especificidade, sem busca por padrões e normas que visem normalizar os estudantes como iguais. Para isso, acreditamos que este tipo de atividade deve ser desenvolvido por profissionais especializados, competentes e comprometidos com as especificidades de cada estudante com necessidade educacional especial. No entanto os responsáveis destas, geralmente são pedagogos que não apresentam formação específica para o Ensino das Ciências Exatas, com isso aumentam-se as lacunas de conhecimento, as quais impossibilitam a concretização de um sistema educacional inclusivo. A pesquisa foi definida com o objetivo de analisar as dificuldades dos professores tutores do Atendimento Educacional Especializado (AEE), nas Salas de Recursos Multifuncional, no processo de prática docente desses quanto ao desenvolvimento de conteúdos relacionados a disciplina de Química e as demais disciplinas da Área de Exatas. Neste artigo, buscou-se identificar os aspectos de formação e atuação desses sujeitos, a respeito dos seus conhecimentos e práticas de ensino com relação ao Ensino de Ciências Exatas, no que concerne ao processo de inclusão dos alunos na classe regular e seu atendimento na sala de recursos.


Keywords


Educação Especial e Inclusiva. Ensino de Ciências. Salas de Recurso Multifuncional.

References


BASTOS, Amélia Rota Borges de; LINDEMANN, Renata; REYES, Vitória. Educação inclusiva e o ensino de ciências: um estudo sobre as proposições da área. Journal Of Research In Special Educational Needs, [s.l.], v. 16, p.426-429, ago. 2016.

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso. Política de educação especial na perspectiva inclusiva e a formação docente no Brasil. Rev. Bras. Educ. [online]. vol.18, n.52, pp.101-119, 2013.

GLAT, R. (Org.) Educação Inclusiva: Cultura e Cotidiano Escolar. Rio de Janeiro, RJ: 7Letras, 2007.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. Desafios da didática diante das políticas de inclusão. Crítica Educativa, [s.l.], v. 1, n. 2, p.110-126, 16 dez. 2015. Revista Critica.

PARANÁ. Conselho Estadual de Educação. Deliberação 02/2003. Curitiba, 2003.

PARANÁ. SEED/SUED. Instrução 16/2011. Critérios para o atendimento educacional especializado em Sala de Recursos Multifuncional – Tipo I, na Educação Básica. Curitiba, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-090

Refbacks

  • There are currently no refbacks.