Biotecnologia aplicada ao manejo de plantas daninhas / Biotechnology applied to weed management

Darlene Sausen, Lucas Palhares Marques, Letícia de Oliveira Bezerra, Euler dos Santos Silva, Débora Candido

Abstract


O controle de plantas daninhas é uma atividade essencial na produção agrícola. A biotecnologia é uma importante aliada do produtor para garantir uma boa safra. Apesar dessa inovação tecnológica não ser utilizada diretamente nas plantas daninhas, sua aplicação nas culturas agrícolas modifica totalmente a forma de se executar o manejo delas em uma lavoura. Plantas geneticamente modificadas apresentam tolerância a herbicidas de largo espectro, permitindo um controle mais eficiente, de menor custo e com um número reduzido de aplicações de herbicidas, gerando maior produtividade e menor impacto ambiental. O objetivo deste trabalho é analisar as mudanças no manejo de plantas daninhas decorrentes da aplicação da biotecnologia. Para tanto, será discutido como é feita a identificação de plantas daninhas para definir o manejo a ser adotado e dessa forma, poder minimizar problemas ambientais e econômicos. O manejo integrado de plantas daninhas é sem dúvidas a melhor forma de se evitar interferência e competição entre as plantas daninhas e as cultivadas e assim garantir maior rentabilidade ao produtor. Em uma agricultura de grande escala, a produção sem o uso do controle químico dificilmente seria possível, e diante disto, especialmente, a utilização da biotecnologia para combater as plantas daninhas precisa ser ampliada desde que, o manejo seja feito de forma correta.

 


Keywords


Controle; Herbicidas; Organismos geneticamente modificada; Plantas transgênicas, Resistência.

References


ADEGAS, F. S. et al. Impacto econômico da resistência de plantas daninhas a herbicidas no Brasil. Circular Técnica 132, 2017.

ANDRADE JUNIOR, E. R.; CAVENAGHI, A. L.; GUIMARÃES, S. C.; CARVALHO, S. J. P. Primeiro relato de Amaranthus palmeri no Brasil em áreas agrícolas no estado de Mato Grosso. Circular Técnica Nº 19. 2015. Instituto Mato-Grossense do Algodão - IMAmt. Disponível em: < http://www.imamt.com.br>. Acesso em: 02 de mar. de 2020.

ANDREOTTI, E. G. G. det al. Alternatives of chemical management of sourgrass in soybean crop. Revista Brasileira de Herbicidas. v.18, n.3, p.1-6, 2019.

CARPENTER, J. E. Peer-reviewed Surveys Indicate Positive Impact of Commercialized GM Crops. Nature Biotechnology. v.28, p.319-321, 2010.

CARVALHO, L. B. Plantas Daninhas. Lages, SC, 2013 82 p.

CERDEIRA, A. L. et al. Plantas transgênicas resistentes a herbicidas e interações com o meio ambiente. In: PÍPOLO, V. C. (Org.). Culturas transgênicas: uma abordagem de benefícios e riscos. Londrina: EDUEL, 2009. p. 154-171.

CHRISTOFFOLETI, P. J. (ED.) (2008). Aspectos de Resistência de Plantas Daninhas a Herbicidas, Associação Brasileira de Ação à Resistência de Plantas Daninhas - HRAC-BR, Piracicaba, SP.

COMISSÃO TÉCNICA NACIONAL DE BIOSSEGURANÇA – CTNBio. Plantas geneticamente modificadas aprovadas para comercialização. 2017. Disponível em: < http://ctnbio.mctic.gov.br/liberacao-comercial>. Acesso em: 01 de abr. de 2020.

COMISSÃO TÉCNICA NACIONAL DE BIOSSEGURANÇA – CTNBio. Entenda o caminho que um OGM percorre dentro da CTNBio. 2020. Disponível em: . Acesso em: 01 de abr. de 2020.

COMPANIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO - CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. Brasília: Conab. v.7, n.6, p.1-94, 2020.

DEMÉTRIO, C. S.; FORNASIERI FILHO, D.; CAZETTA, J. O.; CAZETTA, D. A. Desempenho de híbridos de milho submetidos a diferentes espaçamentos e densidades populacionais. Pesquisa Agropecuária Brasileira. v.43, n.12, p.1691-1697, 2008.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Lançamento de aplicativo do feijão e cultivar de arroz resistente a herbicida são destaques no primeiro dia da ExpoTec. 2019. Disponível em: . Acesso em: 01 de abr. de 2020.

FARRAPO. Coletânea de textos, artigos e opiniões sobre transgênicos. 2002. Disponivel em: . Acesso em: 04 abr. 2020.

FELDENS, L. A agricultura familiar. In: ______. O homem, a agricultura e a história. Lajeado: Ed. Univates, 2018. p.107-123.

FOLHA VITÓRIA. Após 20 anos, transgênico se torna regra no campo. 2018. Disponível em: . Acesso em: 01 de abr. de 2020.

GAZZIERO, L. P. D. Manual de identificação de plantas daninhas da cultura da soja. Londrina, PR, 2006, 115 p.

HEAP, I. International survey of herbicide resistant weeds. Disponível em: . Acesso em: fev. 2020.

INTERNATIONAL SERVICE FOR THE ACQUISITION OF AGRI-BIOTECH APPLICATIONS – ISAAA. ISAAA Presentation. 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 de abr. de 2020.

JAMES, C. et al. Global Status of Commercialized Biotech/GM Crops. ISAAA Brief No. 51. ISAAA: Ithaca, NY. 2015.

KLEBA, J. P. Riscos e benefícios de plantas transgênicas resistentes a herbicidas: o caso da soja RR da Monsanto. Cadernos de Ciência e Tecnologia. Brasília, v.15,1998.

MARTINS, E. A.; CARDOSO, C. D. V. Diagnóstico da adoção de tecnologias de agricultura de precisão em propriedades rurais do rio grande do sul. Revista Interação. v.10, n.1, p.120-129, 2019.

MONQUERO, P. A. Plantas transgênicas resistentes a herbicidas: situação e perspectivas. Bragantia. v.64, n.4, p.517-531, 2005.

OLIVEIRA, R. S. JR.; CONSTANTIN, J.; INOUE, M. H. Biologia e Manejo de Plantas Daninhas. Curitiba, PR: Omnipax, 2011, 348 p.

SCHNEIDER, T. et al. Biologia molecular aplicada à ciência das plantas daninhas. Revista Brasileira de Herbicidas, v.17, n.1, p.12-24, 2018.

SILVA, A. A.; SILVA, J. F. Tópicos em manejo de plantas daninhas. Viçosa: Editora da UFV, 2007.

THE EUROPEAN ASSOCIATION FOR BIOINDUSTRIES - EuropaBio. Culturas GM e políticas na EU. 2017. Disponível em: . Acesso em: 01 de abr. de 2020.

TREZZI, M. M. et al. Biological characteristics, resistance to herbicides and management of Amaranthus palmeri in agroecosystems. Revista Brasileira de Herbicidas. v.15, n.1, p.48-57, 2016.

VARGAS, B. et al. Biotecnologia e alimentos geneticamente modificados: uma revisão. Revista Contexto & Saúde, v.18, n.35, p.19-26, 2018.

VARGAS, L. et al. Manejo de resistência em sistemas de cultivo soja/milho. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NO NORDESTE, 2., 2013, Campina Grande. Desafios, avanços e soluções no manejo de plantas daninhas: palestras. Brasília, DF: Embrapa: SBCPD, 2013.

VARGAS, L.; ROMAN, E. S. Resistência de plantas daninhas a herbicidas: conceitos, origem e evolução. Passo Fundo: Embrapa Trigo, 2006.

VASCONCELOS, M. C. C.; SILVA, A. F. A.; LIMA, R. S. Interferência de Plantas Daninhas sobre Plantas Cultivadas. Agropecuária científica no semiárido. v.8, n.1, p.01-06, 2012.

VICTORIA FILHO, R. Estratégias de manejo de plantas daninhas. In: ZAMBOLIM, L. Manejo integrado de doenças, pragas e plantas daninhas, Viçosa, 2000, p. 349-362.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-027

Refbacks

  • There are currently no refbacks.