Escola e governamentalidade sobre os marcadores sociais da diferença / School and governance on the social markers of difference

Romualdo da Silva Sales, Charliton José dos Santos Machado

Abstract


O presente trabalho objetiva problematizar as dinâmicas de controle estabelecidas no âmbito da escola, destacando a função desempenhada pelas práticas discursivas no tocante a produção de identidades em conexão com a produção de diferenças. Evidenciamos as relações estabelecidas pela escola, chamando atenção para sua função no tocante a governamentalidade que investe, através de um conjunto de técnicas de controle, formas de governo da vida dos sujeitos, produzindo corpos e subjetividades normalizadas e abjetas. No que se refere à dimensão metodológica, desenvolvemos uma pesquisa empírica, de abordagem qualitativa, adotando como técnica de pesquisa à etnografia, objetivando estabelecer maior aproximação com o campo de pesquisa e com os dados coletados. Este estudo nos proporcionou perceber que a escola atua numa dimensão de fortalecimento das normas sociais, embora se utilize do discurso da suposta neutralidade. Dessa forma, percebemos o caráter biopolítico da instituição, sobretudo, por compreender que a mesma reitera os discursos socialmente estabelecidos, ao mesmo tempo em que investe um conjunto de técnicas que objetivam estabelecer o governo dos sujeitos, na perspectiva de formatar e produzir corpos e subjetividades.


Keywords


Escola, governamentalidade, controle, identidade.

References


BERGER, Peter. Perspectivas Sociológicas: uma visão humanista. (Trad. Donaldson M. Garschagen). Petrópolis: Vozes, 1986.

FERRARI, Anderson. Silêncio e silenciamento: em torno das homossexualidades masculinas. In FERRARI, Anderson; MARQUES, L. Pacheco. (org). Silêncios e Educação. Juiz de Fora, MG: Editora UFJF, 2011.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do Saber. (Trad. Luiz Felipe Baeta Neves). 7ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008a.

FOUCAUL, Michel. Segurança, Território e Popução: curso dado em Collègue de France. (Trad. Eduardo Brandão). São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1984.

GROSFOGUEL, Ramón. Para descolonizar os estudos de economia política e os estudos póscoloniais: Transmodernidade, pensamento de fronteira e colonialidade global. Revista Crítica de Ciências Sociais. Coimbra – Portugal, 2008.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, Sexualidade e Educação: Uma perspectiva pósestruturalista. 14. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pela diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

SILVA, Tomaz T. Documentos e Identidade: Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

SILVA, Tomaz T. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 9. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-003

Refbacks

  • There are currently no refbacks.