HARKADÁ: Uma expressão cultural folclórica da dança israelense / HARKADÁ: a folkloric cultural expression of israeli dance

Fernando Davidovitsch

Abstract


Harkadá, comumente conhecida como bailes de danças circulares israelenses, é um tipo de expressão cultural emergida juntamente com a criação do Estado de Israel. Suas coreografias são produzidas em Israel desde o início do séc. XX, sendo passadas de geração para geração. Muitos novas danças para harkadá continuam sendo criadas anualmente por vários coreógrafos israelenses. Ainda que relativamente nova, a harkadá se tornou um hábito cultural praticado por diversas comunidades judaicas espalhadas pela diáspora, sendo reconhecida atualmente como uma prática tradicional dos judeus e é por muitos considerada uma expressão folclórica. Ela carrega informações culturais (música, língua hebraica, passos técnicos de dança, por exemplo) relativas ao território de Israel e é hoje uma forte referência para a identificação étnica judaica para muitos judeus da diáspora.

 


Keywords


Harkadá. Dança Israelense. Folclore. Identidade. Diáspora judaica.

References


BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG 2007. Tradução: Myriam Ávilo, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é folclore. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas híbridas. São Paulo: Editora da USP, 2011. Tradução: Ana Regina Lessa e Heloísa Pezza Cintrão.

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. São Paulo: Global, 2001.

GILBERT, Martin. História de Israel. São Paulo: Edições 70, 2010. Tradução: Vera Martins

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro.

HEMSI, Sylvana. Identidade judaica: significados e pertinência – um estudo sobre jovens judeus liberais. 2002. Tese (Doutorado em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica) – Departamento de Línguas Orientais, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo, 2002. 248f

KATZ, Helena; GREINER, Christine. Por uma Teoria do Corpomídia. In: GREINER, Christine. O corpo: pistas para estudos indisciplinares. São Paulo: Annablume, 2005. p.125-133.

______. Corpo e processos de comunicação. Revista Fronteiras: estudos midiáticos, vol. 3, número 2, Ed. Unisinos, 2001.

PFEFFER, Renato Somberg. Vidas que sangram história: a comunidade judaica de Belo Horizonte. Belo Horizonte: FACE-FUMEC, 2003.

VIANNA, Hermano. Tradição da mudança: a rede das festas populares brasileiras. In: CUNHA, Manuela Carneiro da (Org.). Revista do Patrimônio, nº 32/2005. Disponível em: http://www.overmundo.com.br/banco/tradicao-da-mudanca-a-rede-das-festas-populares-brasileiras Acesso em 28/08/2018

WILENSKY, Gabriela; FREINQUEL, Paola. Danzas folkloricas israelies: la experiência argentina.Buenos Aires: Milá, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-455

Refbacks

  • There are currently no refbacks.