Agroecologia como elemento integrador para o ensino de química/ Agroecology as an integrating element for the teaching of chemistry

Mateus Santos Oliveira Junior, André Gomes de Sá, Renato Maciel Campos

Abstract


O presente artigo tem como objetivo a discussão do uso da agroecologia como elemento integrador no processo de ensino e aprendizagem de funções químicas inorgânicas no ensino médio a partir de experiência investigativa e exploração de ambientes diferenciados a sala de aula convencional. A metodologia utilizada permitiu que o aluno conhecesse diversas formas de identificação e correção de solos e, também, mecanismos de cultivo orgânico, como rotação de culturas, estercagem e fixação biológica de nitrogênio.  Além dos aspectos químicos, foram abordados os contextos socioeconômicos, políticos e humanitários a partir do uso de técnicas agroecológicas. Constatou-se que, por meio da integração entre química e agroecologia, houve significativa melhora na compreensão, por parte dos discentes, não só do conteúdo programático, mas também no contexto socioambiental. 


Keywords


Ensino de Química. Agroecologia. Meio ambiente. Acidez e Basicidade. Química Inorgânica.

References


CAPORAL, F. R.; COSTABEBER, J. A.; PAULUS, G. Agroecologia: matriz disciplinar ou novo paradigma para o desenvolvimento rural sustentável. In: Tommasino, H.; Hegedus. P. de. (Eds). Extensión: reflexiones para la intervención em el medio urbano y rural. Montevideo: Departamento de Publicaciones de la Facultad de Agronomía – Universidad de la República Oriental del Uruguay, 2006.

GOTSCH, Ernst. O renascer da agricultura. 2ª edição. Rio de Janeiro: AS-PTA, 1996.

PRIMAVESI, Ana Maria. Manejo ecológico do solo. 1ª edição. São Paulo: Editora Nobel, 2002.

SANTOS, W. MÓL, G. Química cidadã, volume 1. 1ª edição. São Paulo: Editora Nova Geração, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-446

Refbacks

  • There are currently no refbacks.