Entendimento gráfico na mobilização do letramento estatístico no ensino fundamental / Graphic understanding in the mobilization of statistical lettering in fundamental education

Emivan da Costa Maia, Marcos André Braz Vaz, Maria do Rosário de Souza, Leonardo Dourado de Azevedo Neto, Cristiane Cruz de Oliveira Menezes

Abstract


Esta pesquisa teve por objetivo investigar três níveis de entendimento gráfico mediante à aplicação de uma prática metodológica de ensino lúdico e assim ajudar na construção de saberes matemáticos e estatísticos mobilizados por alunos do ensino fundamental de uma escola pública da cidade de Humaitá-AM. Como referenciais de análise dos dados utilizou-se a Teoria das Situações Didáticas proposta por Guy Brousseau, a Engenharia Didática apresentada por Michèle Artigue e os níveis de entendimento gráfico proposto por Curcio. A produção das informações sucedera-se por meio de observações e gravações de áudios no decorrer dos encontros com os alunos participantes. Foi possível concluir que todos os grupos de estudantes experienciaram as três fases de uma situação adidática e que mobilizaram dois dos três níveis de entendimento gráfico. Recomendamos que os saberes matemático e estatístico, na construção de gráficos, seja trabalhado desde as séries inicias nas instituições educacionais, proporcionando aos alunos as bases fundamentais para mobilizarem conhecimentos matemáticos e assim se tornarem indivíduos letrados estatisticamente.

 

 


Keywords


Ensino de Estatística; Ensino de Matemática; Ludicidade; Teoria das Situações Didáticas; Engenharia Didática.

References


ARAÚJO, Ednei Leite. Educação estatística: história e memória. In: XIII Encontro Nacional de Educação Matemática, 2016, São Paulo-SP. Anais… São Paulo-SP, 2016.

ARTIGUE, Michèle. Engenharia Didática. In: BRUN, Jean. (Org.) Didáctica das Matemáticas. Lisboa: Instituto Piaget, 1996. p. 193-217.

AZEVEDO NETO, Leonardo Dourado de. “Vem Jogar Mais Eu”: mobilizando conhecimentos matemáticos por meio de adaptações do jogo Mankala Awalé. 2016. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2016.

BARBOSA, Jozeildo Kleberson. Formação de professores alfabetizadores para o ensino e aprendizagem da estatística. REnCiMa, v.9, n.2, p. 107-126, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. Brasília, 2017. Disponível em:http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em: 06 jun. 2018.

BROUSSEAU, Guy. Fundamentos e Métodos da Didáctica da Matemática. In: BRUN, Jean. (Org.) Didáctica das Matemáticas. Lisboa: Instituto Piaget, 1996. p. 35-113.

BROUSSEAU, Guy. Introdução ao estudo da teoria das situações didáticas: conteúdos e métodos de ensino. 1. ed. 1. impr. São Paulo: Ática, 2008.

CAMPOS, Celso Ribeiro. et al. Educação Estatística no contexto da educação crítica. Bolema, Rio Claro (SP), v. 24, n. 39, p. 473-494, ago. 2011.

CAMPOS, C. R.; WODEWOTZKI, M. L. L.; JACOBINI, O. R. Educação Estatística: teoria e prática em ambientes de modelagem matemática. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

CARVALHO, L. M. T. L; MONTEIRO, C.E. F; CAMPOS, T. M. M. Refletindo sobre a interpretaçaõ como uma atividade de resolução de problemas. In: LOPES, C. E; COUTINHO, C. Q. S; ALMOULOUD, S.A. (Orgs.) Estudos e Reflexões em Educação Estatística. Campinas: Mercado de Letras, 2010. p. 213-227.

CAZORLA, Irene. M. A relação entre a habilidade viso-pictórica e o domínio de conceitos estatísticos na leitura de gráficos. Tese de Doutorado em Educação - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

CONTI, Keli Cristina; CARVALHO, Dione Lucchesi de. O Letramento presente na construção de tabelas por alunos da educação de jovens e adultos. Bolema, Rio Claro (SP), v. 24, n. 40, p. 637-658, dez. 2011.

CURCIO, F. Developing Graph Comprehension. Nova York: Natoinal Concil of Teachers of Matematics, 1989.

FERNANDES, José António; MORAIS, Paula Cristina. Leitura e Interpretação de Gráficos Estatísticos por Alunos do 9º Ano de Escolaridade. Educ. Matem. Pesq., São Paulo, v. 13, n. 1, pp. 95-115, 2011.

FREITAS, José Luiz Magalhães de. Teoria das Situações Didáticas. In: MACHADO, Silvia Dias Alcântara (Org.). Educação Matemática: uma (nova) introdução. 3. ed. revisada. 2. reimpr. São Paulo: EDUC, 2016. p. 77-111.

GAL, I. Adult´s Statistical Literacy: Meanings, Components, Responsibilities. Internacional Statistical Review, v. 70, n. 1, p. 1-51, 2002.

GARFIELD, J.; GAL, I. Teaching and assessing statistical reasoning. In: STIFF, L. (Ed.). Developing mathematical reasoning in grades K-12. Reston: NCTM, 1999. p. 207-219.

MACHADO, Silvia Dias Alcântara. Engenharia Didática. In: MACHADO, Silvia Dias Alcântara (Org.). Educação Matemática: uma (nova) introdução. 3. ed. revisada. 2. reimpr. São Paulo: EDUC, 2016. P. 233-247.

MAIA, Emivan da Costa. Mobilização de conhecimentos de Equações Algébricas no processo de transição da Aritmética para a Álgebra por meio de Sequências Didáticas. 2018. 71 f. Monografia (Licenciatura Plena em Ciências - Matemática e Física) – Universidade Federal do Amazonas, Humaitá, 2018.

MONTEIRO, C.E. F. Investigating critical sense in the interpretation of media graphs. Tese (Doutorado em) –The University of Warwick, Inglaterra, 2005.

NUNES, Luciana Neves; GAYESKI, Rose Grochot; TRAINOTTI, Andressa. O conteúdo de estatística nas provas da olimpíada brasileira de matemática das escolas públicas (obmep). REnCiMa, v.9, n.2, p. 193-209, 2018.

PAIS, Luiz Carlos. Didática da Matemática: uma análise da influência francesa. Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

SANTOS, Rodrigo Medeiros dos; BRANCHES, Messias Viana. Problemas identificados em gráficos estatísticos publicados nos meios de comunicação. Amazônia | Revista de Educação em Ciências e Matemática | v.15, n. 33, Jan-Jun 2019.p.201-218.

SANTOS, Sérgio Aparecido dos; SILVEIRA, Elvis Miranda; TAVARES, Vagner. Estatística em sala de aula: análise exploratória de dados no 3º ano do ensino médio. VI Seminário Nacional de Histórias e Investigações de/em Aulas de Matemática - SHIAM. Campinas – SP, 2017.

SANTOS, Sidney Silva Santos; BARBOSA, Geovane Carlos; LOPES, Celi Espasandin. Gráficos Estatísticos: leitura e interpretação. En J. M. Contreras, M. M. Gea, M. M. López-Martín y E. Molina-Portillo (Eds.), Actas del Tercer Congreso Internacional Virtual de Educación Estadística, 2019. Disponible en http://www.ugr.es/local/fqm126/civeest.html.

SOUZA, Douglas Willian Nogueira de. Mobilização do Letramento Estatístico articulado ao contexto socioambiental. 2018. 175 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Humanidades) – Universidade Federal do Amazonas, Humaitá, 2018.

SILVA, C. B. Pensamento estatístico e raciocínio sobre variação: um estudo com professores de matemática. Tese de Doutorado em Educação–Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2007.

SILVA, Evaraldo Ismael da; SILVA, Júlio Pereira da. Letramento Estatístico: uma experiência no 1º ano do ensino médio. Caminhos da Educação Matemática em Revista/ Online, v. 9, n. 2, 2019.

SILVA, Nilson Alves da; FERREIRA, Marcus Vinícius Vieira; TOZETTI, Karla Dubberstein. Um estudo sobre a situação didática de Guy Brousseau. In: XII Congresso Nacional de Educação, 2015, Paraná. Anais... Paraná: PUCPR, 2015. p. 19951–19961.

WALICHINSKI, Daniel; JUNIOR, Guataçara dos Santos. A Estatística nos Anos Finais do Ensino Fundamental: contribuições de uma sequência de ensino contextualizada. ALEXANDRIA Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v.6, n.2, p. 81-111, junho 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-431

Refbacks

  • There are currently no refbacks.