Os jogos e brincadeiras no contexto da educação infantil em Surubim-PE / The games and play in the context of early childhood education in Surubim-PE

Gilberto Ramos Vieira, Bruno Tavares Félix do Nascimento, Lívia Maria de Lima Leôncio, Luís Henrique Bastos Medeiros, Nataly do Nascimento Silva, Haroldo Moraes de Figueiredo

Abstract


Introdução: O presente trabalho é fruto de uma pesquisa de campo realizada no primeiro semestre de 2018 e apresentada na disciplina “Educação Física Escolar 1 – Infantil”, do Curso de Licenciatura em Educação Física do CAV/UFPE. A tarefa consistia em entrevistar duas professoras da cidade sugerida, as quais desenvolvessem atividades que representassem aulas de Educação Física no ensino infantil. Objetivo: entender melhor como as professoras trabalhavam os conteúdos da Educação Física em suas aulas, em duas escolas na cidade de Surubim-PE. Método: Se trata de uma pesquisa de natureza qualitativa, do tipo exploratória, realizada em Surubim-PE. Os sujeitos da pesquisa foram duas professoras que trabalham na educação infantil, sendo elas uma pedagoga e a outra professora de Educação Física. Como instrumento de coleta de dados, foi utilizado um questionário com perguntas objetivas e subjetivas a respeito das aulas de Educação Física, ministradas por elas. Resultados e discussão: Percebemos semelhanças e diferenças entre a forma de ensino dos conteúdos da Educação Física escolar, pois ambas fazem uso de jogos e brincadeiras durante sua rotina. Contudo, enquanto a unidocente utiliza-os como passatempo, a professora especialista aplica-os, como subsidio para ensinar a cultura corporal do movimento. Conclusão: Percebemos, que apesar da Educação Física estar inserida na grade curricular da educação básica formalmente, sua realização prática encontra-se comprometida, pois mesmo com esforço da unidocente em ministrar suas aulas, inserindo os conteúdos da Educação Física, esta não possuem aporte técnico e ou teórico para realiza-la numa perspectiva de desenvolvimento cognitivo e motor mais aprofundado.


Keywords


Jogos, Brincadeiras, Ensino, Educação Infantil, Educação Física.

References


BRANDÃO, C. R. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 2007.

CAVALARO, A. G.; MULLER, V. R. Educação Física na Educação Infantil: uma realidade almejada. Curitiba: Educar, n. 34, p. 241-250, 2009.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

FARIA JUNIOR, A. Niterói: jogos e brinquedos cantados. Corpus et Scientia, ano 7, vol. 7, n. 1, p. 82-97, maio 2011;

FERREIRA, M. P. A.; MARCELLINO, N. C. (Org). Brincar, jogar, viver: Programa Esporte e Lazer da Cidade Volume I. 2007.

FERREIRA, H. S.; TORRES, A. L. Educação física na educação infantil e no ensino fundamental na percepção de pedagogos: um estudo de caso. Teresina, Revista FSA, v. 10, n. 4, art. 10, p. 183-194, Out./Dez. 2013

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. - São Paulo : Atlas, 2008;

GALLAHUE, D.; OZMUN, J. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos. São Paulo: Phorte, 2005.

LEÃO JUNIOR, C. M. Manual de jogos e brincadeiras: atividades recreativas para dentro e fora da escola. Rio de Janeiro: WAK Editora, 2013.

MAGALHAES, J. S.; KOBAL, M. C.; GODOY R.P. Educação Física na Educação Infantil: uma parceria necessária. Campinas: Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. V. 6 n. 3 p. 43-52, 2007.

RAMOS, S. L. V. Jogos e brincadeiras na escola: Orientação psicopedagógica. São Paulo: Editora Rapel, 2014.

SANTOS, G.F.L. Jogos tradicionais e a Educação Física. Londrina: EDUEL,2012.

SURDI, A.C.; MELO, J.P.; KUNZ, E. O brincar e o se-movimentar nas aulas de educação física infantil: Realidades e possibilidades. Porto Alegre, Movimento v. 22, n. 2, 459-470, abr./jun. de 2016.

VIEIRA, G. R.; LIMA, R. T. S. A utilização do conteúdo jogos como estratégia pedagógica para ensino dos esportes coletivos. Revista Brasileira do Esporte Coletivo - v. 2. n. 2. 2018;

ZIMMERMANN, A. C.; SAURA, S. C. Jogos Tradicionais. São Paulo: Pirata, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-421

Refbacks

  • There are currently no refbacks.