Indicadores edáficos em sistemas de manejo no cerrado maranhense / Edaphic indicators in management systems in the cerrado maranhense

Rafael Gomes da Mota Gonçalves, Luiz Alberto da Silva Rodrigues Pinto, Anderson Claiton Ferrari, Ricardo de Castro Dias, Everaldo Zonta, Marcos Gervasio Pereira

Abstract


O entendimento dos diferentes sistemas de manejo do solo é uma estratégia de monitoramento dos efeitos causados pela exploração inadequada de áreas agrícolas no Cerrado. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a influência de diferentes sistemas de manejo nos atributos edáficos de um Latossolo no Cerrado Maranhense. Foram coletadas amostras nas camadas de 0,00-0,10, 0,10-0,20 e 0,20-0,40 m, em três áreas sob distintos sistemas de manejo (cultivo de banana; milho; e pastagem de braquiária) e uma área de referência (mata). Quantificou-se os valores de pH, Ca2+, Mg2+, Al3+, H+Al, K+, P, carbono orgânico total (COT), estoque de carbono (EstC), e posteriormente calculada a soma de bases (S). Adicionalmente foram também determinadas a densidade do solo (Ds), densidade de partículas (Dp) e porosidade total (Pt). Na camada de 0,00-0,10 m foram verificados os menores valores de Ds e Pt nas áreas de milho, banana e mata, enquanto na área de pastagem observaram-se os maiores valores de Ds. Os valores de pH, Ca2+, Mg2+, H+Al e S nas áreas de cultivo de milho e pastagem de braquiárias, foram influenciados pelo manejo, em comparação a mata. Na camada de 0,00-0,10 m os maiores valores de COT e EstC foram verificados nas áreas de mata, banana e milho, e para a camada de 0,10-0,20 m na área de mata, seguida pela área de banana. O manejo do solo nas áreas de milho e banana favoreceu os menores valores de Ds, e consequentemente uma maior porosidade total na camada de superficial. Nas áreas de mata, milho e banana foi observada uma melhor qualidade física, maior conteúdo de carbono orgânico total em função da menor intensidade de manejo da camada superficial do solo. Com o uso das análises de componentes principais e agrupamento hierárquico, os sistemas de manejo puderam ser separados de acordo com os atributos edáficos avaliados.


Keywords


Manejo do solo; atributos físicos; fertilidade do solo; carbono orgânico total; qualidade do solo.

References


ANDRADE, R. S.; STONE, L. F.; SILVEIRA, P. M. Culturas de cobertura e qualidade físicas de um Latossolo em plantio direto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 13, n. 4, p. 411–418, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662009000400007

ARAUJO, F.E. O desenvolvimento no maranhão: aspectos da expansão do capital no campo. Jornada internacional políticas públicas. UFMA. 2017.

ARAUJO, J. K. S.; CORRÊA, M. M.; GALINDO, I. C. E. L.; SOUZA-JÚNIOR, V. S. Caracterização de latossolos amarelos húmicos em um ambiente altimontano na região agreste do estado de Pernambuco, Brasil. Bioscience Journal, v.31, n.1, p.146-160, 2015. https://doi.org/10.14393/BJ-v31n1a2015-22249

ARAUJO, L. S.; SILVA, G. B.; TORRESAN, F. E.; VICTORIA, D.; VICENTE, L. E.; BOLFE, L. E.; MANZATTO, C. Conservação da Biodiversidade do Estado do Maranhão: Cenário Atual em Dados Geoespaciais. Embrapa Meio Ambiente, 2016. https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/159940/1/Serie-Documentos-108-Luciana.pdf. 06 fev. 2020.

BERNOUX, M.; CARVALHO, M. C. S.; VOLKOFF, B; CERRI, C. C. Brazil’s soil carbon stocks. Soil Science Society of America Journal, Madison, v. 66, n. 3, p.888-896, 2002.

BÜNEMANN, E. K.; BONGIORNO, G.; BAI, Z.; R. E.; CREAMER, G. DE DEYN, R. GOEDE, L. FLESKENS, V. GEISSEN, T.W. KUYPER, P. MÄDER, M. PULLEMAN, W. SUKKEL, J.W. VAN GROENIGEN, L. BRUSSAARD. Soil quality – a critical review. Soil Biol. Biochem.v.120, p.105-125. 2018. https://doi.org/10.1016/j.soilbio.2018.01.030

BUSS, R. N.; SILVA, R. A.; SIQUEIRA, G. M.; LEIVA, J. O. R.; OLIVEIRA, O. C. C.; FRANÇA, V. L. Spatial and multivariate analysis of soybean productivity and soil physical-chemical attributes. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. v.23, n.6, p.446-453, 2019. http://dx.doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v23n6p446-453

CAMPOS, L. P.; LEITE, L. F. C.; MACIEL, G. A.; IWATA, B. DE F.; NÓBREGA, J. C. A. Atributos químicos de um Latossolo Amarelo sob diferentes sistemas de manejo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, n.12, p.1681- 1689, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2011001200014

CARVALHO FILHO, A.; MOTTA, P. E. F.; CHAGAS, C. S.; KER, J. C.; BLANCANEAUX, P.; CARVALHO JR., W.; AMABILE, R. F.; COSTA, L.D.; PEREIRA, N. R. A cobertura pedológica e as interações com as rochas, o relevo e a cobertura vegetal. In: Blancaneaux, P., ed. Interações ambientais no Cerrado: microbacia piloto de Morrinhos, estado de Goiás, Brasil. Brasília, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, 1998. p.69-143.

CARVALHO, W. T. V.; MINIGHIN, D. C.; GONÇALVES, L. C.; VILLANOVA, D. F. Q.; MAURICIO, R. M.; PEREIRA, R. V. G. Pastagens degradadas e técnicas de recuperação: Revisão. v.11, n.10, p.1036-1045, 2017. http://dx.doi.org/10.22256/pubvet.v11n10.1036-1045

CASTILHO, K. B.; CORTEZ, J. W.; OLSZEVSKI, N.; SALVIANO, A. M.; TRINDADE, M. H. Análise multivariada da qualidade química de um Latossolo sob sistemas de manejo do solo. Revista Agrarian. Dourados. v.10, n.36, p.162-169, 2017.

CHERUBIN, M. R.; EITELWEIN, M. T.; FABBRIS, C.; WEIRICH. S. W.; SILVA, R. F.; SILVA, V. R.; BASSO, C. J. Qualidade física, química e biológica de um Latossolo com diferentes manejos e fertilizantes. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.39, n.2, p.615-625, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/01000683rbcs20140462

COSTA, T. G. A.; IWATA, B. F.; COELHO, J. V.; ROCHA, I. L.; SANTOS, J. G. P.; LEOPOLDO, N. C. M.; ALVES, M. F.; MACIEL, A. C. R.; CLEMENTINO, G. E. S. Atributos de qualidade do solo sob fitofisionomias de cerrado sensu stricto e cerradão no Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba. v.5, n.10, p. 625-642. 2018. Doi: 10.21438/rbgas.051016

DEBIASI, H.; FRANCHINI, J. C. Atributos físicos do solo e produtividade da soja em sistema de integração lavoura-pecuária com braquiária e soja. Revista Cienc. Rural, Santa Maria, v.42 n.7, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782012000700007

ELLERT, B. H.; BETTANY, J. R. Calculation of organic matter and nutrients stored in soils under contrasting management regimes. Canadian Journal of Soil Science, v.75, p.529-538, 1995. https://doi.org/10.4141/cjss95-075

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisas de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3.ed. Rio de Janeiro, Embrapa Solos, Brasília, Sistema de Produção de Informação. 353p. 2018.

FAGUNDES, M. O.; REIS, D. A.; PORTELLA, R. B.; PERINA, F. J.; BORGIANI, J. C. Qualidade de um latossolo sob plantio convencional e sistema plantio direto no cerrado baiano, Brasil. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais. v. 10 n. 3. 2019. https://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2019.003.0024

FERREIRA, C. J. B; CAMELO, G. M.; MORAIS FILHO, G. M.; FREITAS, M. P.; RODRIGUES, R. L. S.; SILVA, A. G. Efeitos da compactação do solo no desempenho de cultivares de soja. I Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão – II Seminário de Pós-Graduaçâo da Universidade de Rio Verde. 2019. http://unirv.edu.br/conteudos/fckfiles/files/ANAIS%20I%20CEPEX-UniRV%20-%20II%20SPG%20-%202019.pdf#page=39. 06 fev. 2020.

FONTANA, A., LOSS, A., SILVA, C. F., PEREIRA, M. G., BRITO, R. J., BENITES, V. Avaliação dos compartimentos da matéria orgânica em área de Mata Atlântica. Acta Scientiarum. Agronomy, 33: 545-550, 2011.

FREITAS, L.; CASAGRANDE, J. C.; OLIVEIRA, I. A.; CAMPOS M. C. C. Análise multivariada na avaliação de atributos de solos com diferentes texturas cultivados com cana-de-açúcar. Rer. Ci Agron. v.57, p.33. 2014. http://dx.doi.org/10.4322/rca.ao1357

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. 2004. Mapa de Biomas e de Vegetação do Brasil. 2004. Disponível em: https:/biblioteca.ibge.gov.br/index.php/ biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=66083>. Acesso em 12.01.2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA - IBGE. Bases e referências de mapas. 2011. Disponivel: http://mapas.ibge.gov.br/bases-e-referenciais/bases-cartograficas/cartas. Aceso em 13. jan 2020.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA – INMET. Balanço hídrico climático. Disponível em: http://wwwinmetgovbr/portal/indexphp?r=agrometeorologia/balancoHidricoClimatico. Acesso em: 12 jan. 2020.

KASSAMBARA, A.; MUNDT, F. Factoextra: Extract and Visualize the Results of Multivariate Data Analyses. R package version 1.0.6., 2019.

KLEIN, V. A. Física do solo. Ed. Universidade de Passo Fundo. 3º edição, 2014.

LIMA, A. A. C.; OLIVEIRA, F. N. S. Solos e aptidão agrícola das terras cultivadas com cajueiro no Estado do Maranhão. Embrapa-Cnpat, p.42. 1999.

OBADE, V.P. Integrating management information with soil quality dynamics to monitor agricultural productivity. Science of the Total Environment. v. 651, p. 2036-2043. 2019. https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2018.10.106

PINTO, L. A. S. R.; PEREIRA, M. G.; SANTOS, O. A. Q.; SOUZA, R. S.; MORAIS, I. S.; FERREIRA, R.; SILVA JUNIOR, W. F.; MARTELLETO, L. A. P. Carbono orgânico e agregação do solo em áreas sob diferentes densidades de plantio da cultura da bananeira. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 3, p. 10268-10285, 2020.

PROFFITT, A. P. B.; BENDOTTI, S.; HOWELL, M. R.; EASTHAM, J. The effect of sheep trampling and grazing on soil physical properties and pasture growth for a Red-Brown Earth. Australian Journal of Agricultural Research, v.44, n. 2, p.317-331, 1993. https://doi.org/10.1071/AR9930317

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. 2019.

RAIJ, B. V. Fertilidade do solo e manejo de nutrientes. Piracicaba: International Plant Nutrition Institute. 420p. 2011.

REINERT, D. J.; ALBURQUERQUE, J. A.; REICHERT, J. M.; AITA, C.; ANDRADA, M. M. C. Limites críticos de densidade do solo para o crescimento de raízes de plantas de cobertura em Argissolo Vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 32, n. 4, p.1805-1816, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000500002

REIS, D. A.; LIMA, C. L. R.; BAMBERG, A. L. Developing a Soil Physical Quality Index (SPQi) for lowlands under different deployment times of no-tillage. Scientia Agricola, Piracicaba, v.76, n.2, p.157-164, 2019. http://dx.doi.org/10.1590/1678-992x-2017-0196

RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P.T.G.; ALVAREZ, V.H. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais. Viçosa, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 359 p. 1999.

RIBEIRO, D. O.; CASTOLDI, G.; RODRIGUES, C. R.; SILVA, A. J.; PEREIRA, R. M.; KUSS, G. M. Atributos físicos e químicos de um Latossolo submetido a aplicações sucessivas de cama de peru em pastejo rotacionado. Colloquium Agrariae, v. 15, n.5, p. 11-23, 2019. Doi: http://10.5747/ca.2019.v15.n5.a319

RODRIGUES, E. F. G.; ARAÚJO, S. P.; FAUSTINO, L. L.; MOREIRA, R. V. S.; PAULUCIO, V. O.; RODRIGUES, A. C. G. Atributos físicos, químicos e microbiológicos dos solos sob diferentes usos em topossequências no Noroeste Fluminense. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. v.13, n.3, 2018. Doi:10.5039/agraria.v13i3a5543.

ROMERO, M. L. F.; PARRAS-ALCÁNTARA, L.; LOZANO-GARCÍA, B.; CLARK, J. M.; COLLINS, C. D. Soil quality assessment based on carbon stratification index in different olive grove management practices in Mediterranean áreas. Catena, v.137, p.449-458, 2016. https://doi.org/10.1016/j.catena.2015.10.019

ROSSETTI, K. V.; CENTURION, J. F. Ensaio de compactação em Latossolo cultivado com milho sob diferentes períodos de adoção de tipos de manejo. Revista Brasileira de Ciências Agrárias.v.10, n.4, p.499-505, 2015. Doi:10.5039/agraria.v10i4a5013

SANTOS, H. G.; JACOMINE, P. K. T.; ANJOS, L. H. C.; OLIVEIRA, V. A.; LUMBRERAS, J. F.; COELHO, M. R.; ALMEIDA, J. A.; ARAUJO FILHO, J. C.; OLIVEIRA, J. B.; CUNHA, T. J. F. Sistema brasileiro de classificação de solos. Embrapa, Brasilia- DF. 5 Ed. 356p. 2018.

SISTI, C. P. J.; SANTOS, H. P.; KOHHAN, R.; ALBES, B. J. R.; URQUIAGA, S.; BODEY, R. M. Change in carbon and nitrogen stocks in soil under 13 years of conventional or zero tillage in Southern Brazil. Soil and Tillage Research, v.76, p.39-58, 2004. https://doi.org/10.1016/j.still.2003.08.007

SOUSA, D. M. G.; LOBATO, E. Cerrado: Correção do Solo e Adubação. EMBRAPA Cerrados, 2004. 416p.

SOUZA, E. D.; SILVA, C. R. M.; PINTO, F. A.; CARNEIRO, M. A. C.; PAULINO, H. B.; PACHECO, L. P.; TERRA, F. D.; LAROCA, J. V. S. Soil quality indicators after conversion of “murundu” fields into no-tillage cropping in the Brazilian Cerrado. Pesq. agropec. Bras. Brasília, v.54, 2019. http://dx.doi.org/10.1590/s1678-3921.pab2019.v54.00374

TASSINARI, D.; DIAS JUNIOR, M. S.; CASAGRANDE, D. M.; PAIS, P. S. M.; SOUZA, Z. R. Alterações na qualidade física do solo no curto prazo após diferentes métodos de renovação de pastagens em um Latossolo Vermelho argiloso oxídico. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. v.10. n.4. 2015. DOI:10.5039/agraria.v10i4a4689

TEIXEIRA, P. C.; DONAGEMA, G. K.; FONTANA, A.; TEIXEIRA, W. G. Manual de métodos de análise de solos. 3.ed. Brasília: Embrapa. 573p. 2018.

VALANI, G. P.; VEZZANI, F. M.; POLIZELI, K. M. V. C. Soil quality: Evaluation of on-farm assessments in relation to analytical index. Elsevier - Soil and Tillage Research. V.198. 2020. https://doi.org/10.1016/j.still.2019.104565

WENDLING, B.; VINHAL-FREITAS, I. C; OLIVEIRA, R. C.; BABATA, M. M.; BORGES, E. N. Densidade, agregação e porosidade do solo em áreas de conversão do cerrado em floresta de pinus, pastagem e plantio direto. Biosciense Journal, Uberlândia, v. 28, p. 256-265. 2012. http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13277/8371

WICKHAM, H. Ggplot2: Elegant Graphics for Data Analysis. Springer-Verlag. New York, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-419

Refbacks

  • There are currently no refbacks.