O uso do quebra cabeça Tangram Quadrado Mágico na sala de recurso multifuncional/ The use of the Tangram Magic Square headband in the multifunctional resource room

Flaviane Felisberto dos Reis, Neuza Rejane Wille Lima, Ana Maria Martensen Roland Kaleff

Abstract


O presente artigo tem como foco analisar a relação entre a atuação de duas professores que trabalham na Sala de Recurso Multifuncional (SEM) de uma escola municipal de Juiz de Fora (MG, Brasil) e o processo de produção/confecção e aplicação de recursos didáticos adaptados (Caderno de Atividades) para ensinar da Matemática elementar a uma aluna com Paralisia Cerebral (PC).  O estudo foi realizado em uma escola municipal de Juiz de Fora (MG, Brasil) por meio da abordagem qualitativa, utilizando-se da pesquisa-ação como uma ferramenta para unir a pesquisa à ação e à prática, pressupondo uma participação planejada do pesquisador na situação problemática investigada. Os participantes envolvidos foram duas professoras que atuam no Atendimento Educacional Especializado (AEE) da referida escola e uma aluna adolescentes com PC que frequenta esse atendimento. A aluna que foi alvo do presente estudo não apresentou um relato médico de deficiência intelectual, mas sim de deficiência física somente. Os resultados foram obtidos a partir de uma entrevista estruturada escrita com as professoras e de quatro entrevistas vídeo gravadas com a aluna. A estruturação dessas entrevistas teve por base os dados obtidos daquela realizada com as professoras. A fundamentação teórica, com relação ao ensino de tópicos da matemática elementar, foi o Modelo de Van Hiele que aborda o desenvolvimento do pensamento geométrico. Constatou-se que a aluna teve proveito das coleções de cartelas manipulativas vazadas com as formas geométricas, que formaram um Caderno de Atividades e dos demais recursos didáticos empregados, se envolvendo com o jogo de forma significativa, efetivando os objetivos propostos à discente.


Keywords


Tangram Quadrado Mágico, Sala de Recurso Multifuncional, Paralisia Cerebral.

References


BANDEIRA, Salete Maria Chalub. Olhar sem olhos: cognição e aprendizagem em contextos de inclusão – estratégias e percalços na formação inicial e docente de matemática. Tese (Doutorado em Educação em Ciências e Matemática). Universidade Federal do Mato Grosso, Mato Grosso, Cuiabá, 2015. https://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/d734043f805ab55f807def1745b82910.pdf

BRASIL. Ministério da Educação. Nota técnica MEC/SEESP/GAB nº 011/2010, de 07 de maio de 2010. Orientações para a institucionalização da oferta do atendimento educacional especializado – AEE em Salas de Recursos Multifuncionais, implantadas nas escolas regulares. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 2010. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=5294-notatecnica-n112010&category_slug=maio-2010-pdf&Itemid=30192

FACHINETTI, Tamiris Aparecida; GONCALVES, Adriana Garcia e LOURENCO, Gerusa Ferreira. Processo de Construção de Recurso de Tecnologia Assistiva para Alunos com Paralisia Cerebral em Sala de Recursos Multifuncionais. Revista Brasileira de Educação Especial, 2017, v. 23, n .4, p.547-562.

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S14136538201700040054&lng=en&nrm=iso>.ISSN1413-6538

FARIAS, Bárbara Helen Lima; PENHA, Camilla da Silva; MARQUES, Pablo Cunha; SOBREIRA, Felipe Alves; TELES, Nasha Henrique Cunha; SILVA, Guilherme Pinheiro Ferreira da; COLARES, Paulo Giordano Baima; MAIA, Julyana Almeida; MAIA, Julyana Almeida. Classificação da função motora grossa em crianças com paralisia cerebral assistidas por um centro especializado de reabilitação. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 4, p.18385-18392, 2020.

GERSH, E. O que é paralisia cerebral? In: GERALIS, E. (Org.) Crianças com paralisia cerebral: guia para pais e educadores. 2. ed. Porto Alegre, RS, Artmed, 2007, p. 15-34. https://www.larpsi.com.br/media/mconnect_uploadfiles/c/a/cap_01_63_.pdf

KALEFF, Ana Maria Martensen Roland Kaleff.; REI, Dulce Monteiro; GARCIA, Simone dos Santos. Quebra-cabeças geométricos e formas planas. 3. Ed. Niterói: EdUFF. 2003.

KALEFF, Ana Maria Martensen Roland Kaleff. Tópicos de ensino de geometria. Niterói: CEAD. 2016.

LOPES, Maria Laura Leite; NASSER, Lilian. (Orgs.). Geometria na era da imagem e do movimento. Rio de Janeiro: Instituto de Matemática/UFRJ, 1996.

RAUN, Karina Riiskjaer; KLIIM-DUE Raun Mette; RASMUSSEN, Betina; BILDE, Peder Esben; PETERSEN, Kirsten Caesar; JENSEN, Charlotte; BOETTCHER, Louise. Paralisia cerebral manual de formação para pais e professores. Desenvolvimento de módulos de formação para pais e professores de crianças com paralisia cerebral (03-18 faixa etária). Programa de Aprendizagem ao longo da Vida, Dinamarca, Projeto CP-PACK, 2012. http://atividadeparaeducacaoespecial.com/wp-content/uploads/2014/07/PARALISIA-CEREBRAL-MANUAL-PARA-PAIS-E-PROFESSORES.pdf

RODRIGUES, Marcelo Masruha-Vilanova, PEREIRA, Luiz. Celso. Tratado de neurologia infantil. 1.ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 2017.

ROSENBAUM, Peter; PANETH, Nigel; LEVITON, Alan; GOLDSTEIN, Murray; BAX, Martin; DAMIANO, Diane; DAN, Bernard; JACOBSSON, Bo. A report: the definition and classification of cerebral palsy April 2006. Developmental Medicine and Child Neurology, v. 49, n. 2, p. 8-14, 2007. https://www.researchgate.net/publication/6437923_A_report_The_definition_and_classification_of_cerebral_palsy_April_2006

SILVA, Maria José Pereira; LIMA, Ivanea Maria de; COUTINHO, Diogenes José Gusmão. Contribuição das técnicas assistivas no aprendizado de um aluno com necessidades especiais incluso em sala regular na escola municipal Mario Júlio do Rêgo em Ipojuca-PE-BR. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 12, p. 28843-28854, 2019.

file:///C:/Users/rejan/Downloads/5170-13871-1-PB%20(1).pdf

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 17 ed. São Paulo: Cortez, (Coleção temas básicos de pesquisa-ação), 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-391

Refbacks

  • There are currently no refbacks.