Governança de Tecnologia de Informação: Os Desafios para sua Implantação em uma Instituição Educacional em Porto Velho - RO / Information Technology governance: The challenges for its implementation in an educational institution in Porto Velho - RO

Armando Araújo de Souza Júnior, Robercy Moreira da Matta Neto

Abstract


O papel da Governança Corporativa, da qual deriva a Governança de Tecnologia de Informação, é relevante para o sucesso de uma empresa, haja vista envolver as decisões sobre a estrutura das organizações. Salienta-se então a necessidade de identificar os possíveis ganhos que a Governança de Tecnologia da Informação pode trazer para uma Instituição Educacional, verificando os diferenciais competitivos, o conjunto de melhores práticas que pode facilitar o trabalho e as possíveis influências da ITIL nos processos. A metodologia utilizada caracterizou a pesquisa como qualitativa exploratória descritiva documental e estudo de caso. Tendo como objeto de estudo a instituição educacional superior, onde os dados foram coletados de por meio de observação e entrevista.  O estudo apresenta uma contribuição para que a organização avalie determinadas práticas e correlacione com os ganhos que estas podem oferecer a empresa, percebendo a ferramenta estratégica que é para o desenvolvimento do negócio. Percebe-se então com o estudo que como parte da governança corporativa, a Governança de TI surge com a finalidade de fornecer garantias de que os investimentos em projetos de TI estarão alinhados com a matriz estratégica da empresa.


Keywords


Tecnologia da Informação, Governança de Tecnologia da Informação, ITIL, Competitividade.

References


ALBERTIN, Alberto Luiz. Administração de informática: funções e fatores críticos de sucesso. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

ARNOLDI, Marlene Aparecida Gonzales Colombo et al. A entrevista na pesquisa qualitativa-mecanismos para validação dos resultados. Autêntica, 2017.

BON, Jan Van. Foundations of IT Service Management: Based on ITIL. Van Haren Pub-lishing, 2006.

BON, Jan Van. Guia de Referência ITIL , São Paulo, Elsevier Editora, 2011.

CARVALHO, Aparício. Candelária: luz e sombra na trajetória da EFMM. Porto Velho: ABG, 1999

COX, D. ITIL v3 service operation: FAQs on Book 4. Seattle: Searchcio.com, 2007. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2018.

CUNHA, M. Comitês de Governança de Tecnologia da Informação na Administração Pública Federal Brasileira: Fatores Críticos de Sucesso. Brasil: Universidade Católica de Brasília, 2010

EPROGRAM. ITIL - The IT infrastructure library, 2008. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2009>.

ESTEVES DE SOUZA, J. M. Definition and analysis of Critical Success Factors for ERP implementation projects. 2004. Tese de Doutorado. Universitat Politècnica de Catalunya, Barcelona, Spain., 2004.

FERNANDES, Aguinaldo Aragon; ABREU, Vladimir Ferraz de. Implantando a governança de TI: da estratégia à gestão dos processos e serviços. 2. ed. Rio de Janeiro: Brasport, 2008.

FREITAS, Marcos André dos Santos. Fundamentos do gerenciamento de serviços de TI: preparatório para a certificação ITIL V3 Foundation. Rio de Janeiro: Brasport, 2010.

FLICK, Uwe. Desenho da pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

HARRISON, Helena; BIRKS, Melanie; FRANKLIN, Richard; MILLS, Jane. Case Study Research: Foundations and Methodological Orientations. Forum Qualitative Sozialforschung / Forum: Qualitative Social Research. Vol. 18. Nº 1. Art. 19. January 2017. .

IDEN, J.; EIKEBROKK, T. R. Using the ITIL Process Reference Model for Realizing IT Governance: An Empirical Investigation. Information Systems Management, v. 31, n. 1, p. 37–58, 2014.

ISACA. COBIT 5 -Modelo Corporativo para Governança e Gestão de TI da Organização. São Paulo, Brasil: São Paulo Chapter with the permission of ISACA, 2012.

LIMA, Márcia. (Org. Alexandre Abdal, Maria Carolina Vasconcelos Oliveira, Daniela Ribas Ghezzi e Jaime Santos Júnior). Métodos de pesquisa em ciências sociais: Bloco Qualitativo. Sesc São Paulo/CEBRAP. São Paulo, 2016.

MAGALHÃES, Ivan Luizio; PINHEIRO, Walfrido Brito. Gerenciamento de serviços de TI na prática: uma abordagem com base na ITIL. São Paulo: Novatec, 2007.

MALLMANN, Elena Maria. Pesquisa-ação educacional: preocupação temática, análise e interpretação crítico-reflexiva. Cadernos de Pesquisa. v.45. n.155. p. 76-98. jan./mar. 2015.

MANSUR, Ricardo. Governança de TI: metodologia, frameworks e melhores práticas. Rio de Janeiro: Brasport, 2007.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

MENELAU, Sueli; SANTOS, Patrick Michel Finazzi; CASTRO, Breno Giovanni Adaid; NASCIMENTO, Thiago Gomes. Realizar pesquisa sem ação ou pesquisa-ação na área de Administração? Uma reflexão metodológica. Revista de Administração, São Paulo, v.50, n.1, p.40-55, jan./fev./mar. 2015.

MICHEL, Maria Helena. Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais: um guia prático para acompanhamento da disciplina e elaboração de trabalhos monográficos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Sistemas de informações gerenciais: estratégicas, táticas, operacionais. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de Oliveira. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson, 2001.

PRODANOV, Cleber Cristiano. FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho Científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

REZENDE, Denis A., ABREU, Aline F. Tecnologia da Informação Aplicada a Sistemas de Informação Empresariais. São Paulo: Atlas, 2000.

REZENDE, Denis Alcides; ABREU, Aline França de. Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

SANTOS, Izequias Estevam dos. Manual de Métodos e Técnicas de Pesquisa Científica. 5. ed. Niterói: Impetus, 2005.

SANTOS, Eyler Bryan R. V. Artigo acadêmico: Benefícios da ITIL para Gestão dos Serviços de TI. Disponível em: . 2014. Acesso em: 16 jun. 2017.

SERRA, Fernando Antonio Ribeiro; FERREIRA, Manuel Aníbal Silva Portugal Vasconcelos. Comentário editorial cuidados a tomar nos artigos com pesquisa qualitativa. Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE. Vol. 15, N.4. out./dez. 2016.

SIMÕES, Ângela Sofia Lopes; SAPETA, Ana Paula Gonçalves Antunes. Entrevista e Observação. Instrumentos Científicos em Investigação Qualitativa. Investigación Cualitativa. Vol 3. Nº 1. 2018. ISSN 2473-4985

TAKAHASHI, Adriana Roseli Wünsch (organizadora). Pesquisa qualitativa em administração: fundamentos, métodos e usos no Brasil. São Paulo: Atlas, 2013.

TURBAN, Efraim; RAINER JR., R. Kelly; POTTER, Richard E. Administração de tecnologia da informação: teoria e prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

TUZZO, Simone Antoniaci; BRAGA, Claudomilson Fernandes. O PROCESSO DE TRIANGULAÇÃO DA PESQUISA QUALITATIVA: O METAFENÔMENO COMO GÊNESE. Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo (SP), v. 4, n.5, p. 140-158, ago. 2016.

VAZ, Leandro. Matéria do Jornal Online LEIAJA.COM: Características de uma Boa Governança de TI. Disponível em: . 2014. Acesso em: 16 abr. 2019.

YAZAN, Bedrettin. Three approaches to case study methods in education: Yin, Merriam, and Stake. The Qualitative Report, Vol. 20. Nº 2. 134-152. 2015. Disponível em: ; Acesso em: 14 mar. 2018.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Trad. Daniel Grassi. 3. ed. Porto Alegre.: Bookman. 2005.

ZANETTE, Marcos Suel. Pesquisa qualitativa no contexto da Educação no Brasil. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 65, p. 149-166, jul./set. 2017.

WEILL, Peter; ROSS, Jeanne W. Governança de Tecnologia da Informação. São Paulo: M. Books do Brasil, 1999.

WEILL, P., ROSS, J. W. Governança de TI. São Paulo: Makron Books, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-342

Refbacks

  • There are currently no refbacks.