Agronegócio, bovinocultura de corte, responsabilidade social e corrupção / Agribusiness, beef industry, social responsibility and corruption

Magno Federici Gomes, Marina Mendes Gasperini

Abstract


O mercado da bovinocultura de corte no Brasil esteve envolvido em escândalos de corrupção nos últimos anos. A corrupção no setor causou embargos econômicos e grande dano reputacional, evidenciando a ausência da adoção das práticas da responsabilidade social. Dessa forma, este estudo tem como objetivo analisar o mercado da bovinocultura de corte no Brasil, através do estudo dos institutos da responsabilidade social e da governança corporativa. Utilizou-se a metodologia teórica-documental, com raciocínio dedutivo. Foi possível concluir que a corrupção entranhada na cadeira produtiva, aliada a fatores culturais, é o grande impeditivo para a adoção das práticas da responsabilidade social empresarial.


Keywords


Responsabilidade social; Governança Corporativa; Bovinocultura; Corrupção; Ética.

References


ASHLEY, Patrícia Almeida. A mudança histórica do conceito de responsabilidade social empresarial. In: ASHLEY, Patrícia Almeida (coord.). Ética e Responsabilidade social nos negócios. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. Cap. 3, p. 40-58.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNE BOVINA. Beef Report: o perfil da pecuária no Brasil. São Paulo: ABIEC, 2019. Disponível em: http://abiec.com.br/publicacoes/beef-report-2019/ Acesso em: 20 mar. 2020.

BRAGATO, Adelita Aparecida Podadera Bechelani. O compliance no Brasil: a empresa entre a ética e o lucro. 2017. 133 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade Nove de Julho (UNINOVE), São Paulo, 2017. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5001659. Acesso em: 09 mar. 2020.

BRASIL. Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento. Portaria nº 2.462, de 12 de dezembro de 2017. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 242, p. 7, 19 dez. 2017.

BRASIL. Ministério da agricultura, pecuária e abastecimento. Portaria nº 877, de 12 de junho de 2018. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 109, p. 5, 06 jun. 2018.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Projeções do Agronegócio: Brasil 2017/18 a 2027/28 projeções de longo prazo. Brasília: MAPA/ACE, 2018. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/politica-agricola/todas-publicacoes-de-politica-agricola/projecoes-do-agronegocio/PROJECOES2018_FINALIZADA_web_05092018.pdf. Acesso em: 09 mar. 2020.

CARROLL, Archie B. A Three-dimensional conceptual model of corporate performance. The Academy of Management Review, Georgia, v. 4, n. 4, p. 497-505, oct. 1979. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/pdf/257850.pdf?refreqid=excelsior%3A20c1b42467b5502b63601a36f3ad35b6. Acesso em 20 de nov. de 2019.

CEPEA. Centro de Estudos Avançados em economia aplicada. PIB do Agronegócio. CEPEA-USP/CNA/ESALQ. 2020. Disponível em: https://www.cepea.esalq.usp.br/br/pib-do-agronegocio-brasileiro.aspx. Acesso em: 09 de março de 2020.

GOMES, Magno Federici; FERREIRA, Leandro José. A dimensão jurídico-política da sustentabilidade e o direito fundamental à razoável duração do procedimento. Revista do Direito, Santa Cruz do Sul, n. 52, v. 2, p. 93-111, maio/set. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17058/rdunisc.v2i52.8864. Acesso em: 23 mar. 2020.

GOMES, Magno Federici; FERREIRA, Leandro José. Políticas Públicas e os objetivos do desenvolvimento sustentável. Revista Direito e Desenvolvimento, João Pessoa, v. 9, nº 2, p. 155-178, ago./dez. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.25246/direitoedesenvolvimento.v9i2.667. Acesso em: 23 mar. 2020.

GOMES, Magno Federici; OLIVEIRA, Warley Ribeiro. A aplicação da boa governança, do compliance e do princípio da cooperação no licenciamento ambiental brasileiro. Revista de Direito Econômico e Socioambiental, Curitiba, v. 9, nº 2, maio/ago. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.7213/rev.dir.econ.soc.v9i2.23345. Acesso em: 09 mar. 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Código das melhores práticas de governança corporativa. 5.ed. São Paulo: IBGC, 2015.

INSTITUTO ETHOS. Indicadores ethos para negócios sustentáveis e responsáveis. 2014. Disponível em: https://www.ethos.org.br/cedoc/indicadores-ethos-para-negocios-sustentaveis-e-responsaveis/#.W6K56M5KjIU. Acesso em: 23 mar. 2020.

LIMA, P. et al. RSE no contexto brasileiro: uma agenda em contínua expansão e difusão. In: ASHLEY, Patrícia Almeida (coord.). Ética e Responsabilidade social nos negócios. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. Cap. 4, p. 59-82.

MACHADO FILHO, Cláudio Pinheiro. Responsabilidade social e governança: o debate e as implicações – responsabilidade social, instituições, governança e reputação. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

OECD/FAO. Agricultural Outlook 2019-2028. Paris: OECD Publishing, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1787/agr_outlook-2019-en. Acesso em: 20 nov. 2019.

OLIVEIRA, Marcio Luis de; COSTA, Beatriz Souza; SILVA, Cristiana Maria Fortini Pinto e. O instituto do compliance ambiental no contexto da sociedade plurissistêmica. Revista Veredas do Direito, Belo Horizonte, v. 15, n. 33, p. 51-71, dez. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18623/rvd.v15i33.1396. Acesso em: 23 mar. 2020.

ROSSETTI, José Paschoal; ANDRADE, Adriana. Governança Corporativa: fundamentos, desenvolvimento e tendências. 7.ed. São Paulo: Atlas, 2014.

SCHWARTZ, M. S; CARROLL, Archie. Corporate Social Responsibility: a three domain approach. business ethics quaterly. Volume 13, Issue 4, 2003. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/261827186_Corporate_Social_Responsibility_A_Three-Domain_Approach. Acesso em: 23 mar. 2020.

TOLEDO, Bruno. As lacunas que persistem na fiscalização e na transparência. Disponível em https://www.p22on.com.br/2018/05/23/as-lacunas-que-persistem-na-fiscalizacao-e-na-transparencia/. Acesso em: 23 mar. 2020.

UNITED STATES OF AMERICA. Supreme Court of New Jersey. Manufactoring. Company. vs. Barlow, 1953. Disponível em https://law.justia.com/cases/new-jersey/supreme-court/1953/13-n-j-145-0.html. Acesso em: 12 mar. 2020.

VELOSO. Letícia Helena Medeiros. Ética, valores e Cultura: especificidades do conceito de responsabilidade social corporativa. In: ASHLEY, Patrícia Almeida (coord.). Ética e Responsabilidade social nos negócios. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. Cap. 1, p. 2-13.

VIEIRA, C. A.; COSTA, F. L. da; BARBOSA, L. O. O jeitinho brasileiro como um recurso de poder. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 16, p. 5-31, abr./jun. 1982.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-332

Refbacks

  • There are currently no refbacks.